Brendon Urie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brendon Urie
Brendon Urie
Informação geral
Nome completo Brendon Boyd Urie
Também conhecido(a) como Bden, Brenybear, Beebo
Nascimento 12 de abril de 1987 (29 anos)
Origem Las Vegas, Nevada
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rock alternativo, pop
Instrumento(s) Vocal
Teclado
Acordeão
Piano
Baixo
Guitarra
Violoncelo e Bateria
Período em atividade 2004 — 2016
Afiliação(ões) Panic! At the Disco

Brendon Boyd Urie (St. George (Utah), 12 de Abril de 1987) é um musico americano, é o vocalista e guitarrista da banda Panic! At the Disco, ele é integrante da banda desde do inicio e é o único da formação original que continua com a banda, mesmo trabalhando em um formato solo, Urie decidiu seguir trabalhando com o nome da banda Panic! At The Disco[1] [2] . Ele toca teclado, acordeão, piano, baixo, guitarra, violoncelo e bateria.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Brendon Boyd Urie nasceu no dia 12 de abril, em St. George, UT (EUA), sua familia mudou-se para Las Vegas quando tinha 2 anos de idade.

É filho de Boyd e Grace Urie, uma família de mórmons, mas abandonou a religião no começo da carreira[3] . Estudou em Palo Verde High School em Las Vegas. Durante o colegial, trabalhou num 'Tropical Café Smoothies' em sua cidade. E segundo pessoas que trabalharam com ele, era um cara quieto e tímido, que cantava (alto demais) as músicas que tocavam no rádio. Foi expulso de casa quando decidiu não fazer faculdade de direito para seguir a carreira musical. Foi eleito uma das estrelas mais quentes abaixo dos 25 anos pela revista “Spin”. Participou do clipe de "A Little Less Sixteen Candles, A Little More Touch Me" e também participou dos vocais da música 7 Minutes In Heaven, ambos da banda Fall Out Boy. Também gravou 20 Dollar Nose Bleed juntamente com a banda. Foi essa mesma banda que abriu ao Panic! At the Disco as portas para o sucesso. Participa também dos vocais da música "Don't Wake me Up", da banda The Hush Sound.

Brendon e seus companheiros banda participaram do clipe "Clothes Off" da banda Gym Class Heroes, vestidos com fantasias de animais. Foi atingido por uma garrafa, em 2006, durante um show no Reading Festival e chegou a cair no palco, mas levantou e continuou a apresentação. Tocava guitarra quando entrou na banda, mas virou vocalista assim que os membros da banda descobriram seu potencial vocal.[4]

Ele e sua banda ganharam de Madonna, Christina Aguilera, Shakira e Red Hot Chili Peppers na categoria de vídeo do ano, com I Write Sins Not Tragedies no VMA 2006. Fez há pouco tempo uma tatuagem de teclas de piano no braço esquerdo. Um amigo do segurança da banda fazia tatuagens em San Bernardino na Califórnia, então ele teve a idéia de fazer as teclas de um piano saindo de seu braço. Poder se tornar 'metade piano' seria demais, segundo Brendon. A poucos meses Brendon adornou essas teclas com flores coloridas, num estilo muito havaiano.

O segundo CD que a banda fez Pretty. Odd, pareceu ser um CD bem mais "calmo" do que "A Fever You Can't Sweat Out". Segundo Brendon, eles se inspiraram nos Beatles para fazer esse segundo álbum.

Em algumas de suas entrevistas, ao ser indagado sobre o hobbie da banda em tempo livre, o mesmo confirma que ele e Spencer adoram visitar bons restaurantes, jogar pingue-pongue, além de tocar suas músicas favoritas (músicas da banda The Beatles)

Em entrevista ao portal Globo, Brendon falou sobre experiencias homossexuais e disse que aos 13 ou 14 não sabia se era gay ou hétero.[3]

O terceiro disco da banda, agora formada apenas por Brendon Urie foi lançado em 22 de março de 2011, chamado Vices & Virtues. Too Weird to Live, Too Rare to Die! é o quarto álbum de estúdio da banda foi lançado no 8 de outubro de 2013, O álbum estreou em 2º lugar da USA Billboard 200, ficando atrás apenas de "Bangerz", da cantora Miley Cyrus. O quarto álbum chamado Death Of A Bachelor foi lançado em 15 de janeiro de 2016, e é o primeiro álbum da banda a chegar ao topo da US Billboard 200, com 190 mil cópias vendidas.[5] [6]

Em janeiro de 2016, em um bate papo com fãs, questionado se aceitaria fazer uma reunião com os ex-integrantes da banda, Brendon respondeu "Não"[2]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

  1. rock'n'roll!!!, Portal ROCKline | É só. «Portal ROCKline | É só rock'n'roll!!! » Spencer Smith anuncia saída do Panic! At The Disco». Portal ROCKline | É só rock'n'roll!!!. Consultado em 2016-02-01. 
  2. a b «Panic! At The Disco: Brendon Urie não se reuniria com ex-integrantes». Tenho Mais Discos Que Amigos!. Consultado em 2016-02-01. 
  3. a b «Líder do Panic! At the Disco comenta briga com igreja e 'experiências gays'». Música. Consultado em 2016-02-01. 
  4. rock'n'roll!!!, Portal ROCKline | É só. «Portal ROCKline | É só rock'n'roll!!! » Panic! At The Disco: "Não estamos com medo do Reading e Leeds Festival"». Portal ROCKline | É só rock'n'roll!!!. Consultado em 2016-02-01. 
  5. rock'n'roll!!!, Portal ROCKline | É só. «Portal ROCKline | É só rock'n'roll!!! » Panic! At The Disco ganha seu primeiro #1 nos EUA com “Death Of A Bachelor”». Portal ROCKline | É só rock'n'roll!!!. Consultado em 2016-02-01. 
  6. «Em semana de baixas vendas, Adele perde o primeiro lugar da Billboard para a banda Panic! at the Disco». Portal POPline. 2016-01-25. Consultado em 2016-02-01. 
Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.