Bridget Jones: The Edge of Reason

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bridget Jones: The Edge of Reason
O Novo Diário de Bridget Jones (PT)
Bridget Jones no Limite da Razão (BR)
 Reino Unido
 França
 Alemanha
 Irlanda
 Estados Unidos

2004 •  cor •  107 min 
Direção Beeban Kidron
Produção Tim Bevan
Eric Fellner
Jonathan Cavendish
Roteiro Andrew Davies
Richard Curtis
Adam Brooks
Helen Fielding
Baseado em Bridget Jones: The Edge of Reason de Helen Fielding
Elenco Renée Zellweger
Hugh Grant
Colin Firth
Jim Broadbent
Gemma Jones
Gênero comédia romântica
Música Harry Gregson-Williams
Cinematografia Adrian Biddle
Edição Greg Hayden
Companhia(s) produtora(s) StudioCanal
Working Title Films
Little Bird
Distribuição Universal Studios
Miramax Films
Lançamento Países Baixos 8 de Novembro de 2004 (estreia)
Reino Unido 12 de Novembro de 2004
Portugal 18 de Novembro de 2004
Estados Unidos 19 de Novembro de 2004
Brasil 3 de Dezembro de 2004
Idioma Inglês
Alemão
Tailandês
Orçamento US$ 40 milhões
Receita US$ 262,520,724
Cronologia
Último
Bridget Jones's Diary
Bridget Jones's Baby
Próximo
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Bridget Jones: The Edge of Reason (br: Bridget Jones no Limite da Razãopt: O Novo Diário de Bridget Jones) é um filme , do gênero comédia romântica, dirigida por Beeban Kidron, lançado em 2004. Foi baseado na novela do mesmo nome de Helen Fielding.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Depois de seis semanas de namoro firme com Mark Darcy (Colin Firth), Bridget Jones (Renée Zellweger) começa a sofrer ao se auto-questionar sobre o que poderia manter o relacionamento firme, fora da rotina. Tudo promete ficar ainda pior com a contratação de uma nova funcionária no trabalho de Mark, além do retorno inusitado e inesperado de Daniel Cleaver (Hugh Grant).

Elenco[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

  1. Will Young - "Your Love Is King"
  2. Jamelia - "Stop"
  3. Kylie Minogue - "Can't Get You out of My Head"
  4. Joss Stone - Super Duper Love (Are You Diggin' on Me?) Pt. 1"
  5. Mary J. Blige - "Sorry Seems to Be the Hardest Word"
  6. Robbie Williams - "Misunderstood"
  7. Love Affair - "Everlasting Love"
  8. Barry White - "You're the First, the Last, My Everything"
  9. Beyoncé Knowles featuring Jay Z - "Crazy in Love"
  10. Rufus Wainwright com Dido - "I Eat Dinner"
  11. 10cc - "I'm Not in Love"
  12. Carly Simon - "Nobody Does It Better"
  13. Primal Scream - "Loaded"
  14. The Darkness - "I Believe in a Thing Called Love"
  15. Amy Winehouse - "Will You Still Love Me Tomorrow?"
  16. Minnie Riperton - "Lovin' You"
  17. Aretha Franklin - "Think"
  18. Leona Naess - "Calling"
  19. Sting & Annie Lennox - "We'll Be Together"
  20. Harry Gregson-Williams - "Bridget's Theme"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]