Catedral de Tui

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Catedral de Tui
Tui Miño 060415.jpg
Apresentação
Tipo
catedral católica (d)
monumento
Diocese
Dedicado
Estilo
Período de construção
XII século
Estatuto patrimonial
Website
Localização
Endereço
Coordenadas
Fachada ocidental gótica da catedral
Tímpano gótico da portada ocidental que representa a Adoração dos Reis Magos
Claustro gótico da Catedral

A Catedral de Santa Maria de Tui está situada na cidade de Tui, na Galiza. Pertence à Diocese de Tui-Vigo. Durante a dominação sueva da Península Ibérica, Tui converteu-se em sede episcopal e a construção da catedral foi iniciada no século XII, aproximadamente em 1120 e foi terminada em 1180, em plena época do estilo românico. Neste estilo conserva-se a planta, a portada norte e a iconografia dos capitéis. Também contém elementos de estilo gótico[1] na fachada principal, datada aproximadamente de 1225. Este dado tem importância, já que seria a primeira construção de estilo gótico de toda a Península Ibérica.

A catedral é o máximo expoente do patrimônio artístico de Tui. Situa-se na parte mais alta da cidade, na coroa do antigo castro de Tide, que deve ter existido antes do início da era cristã.

É um Bem de Interesse Cultural desde 1931.[2]

Pórtico Real[editar | editar código-fonte]

Situado na fachada oeste, com iconografia de meados do século XIII. Tem oito pares de colunas com estátuas de São João,[desambiguação necessária] São Pedro, Isaías, Moisés, Daniel, Jeremias (ou talvez Berenguela) e Fernando II de Leão e Urraca de Portugal.

No tímpano desta fachada podem ser contempladas as seguintes cenas (Ver imagem à direita):

Interior[editar | editar código-fonte]

No interior da catedral pode-se ver:

Estes dois últimos são do século XVIII.
  • Coro realizado em 1699 pelo leonês Francisco Castro Canseco com decorações alusivas à vida de São Telmo, padroeiro da cidade.
  • Museu da Catedral. Com uma grande coleção de arte sacra em que se destaca uma Virgem com o Menino do século XIV e uma imagem da Virgem Prenhada
  • Cálice de coco (século XV).
  • Talha da Virgem da Patrona (século XIV).
  • Fragmento de Retábulo Maior (1520).
  • O claustro, é o único gótico conservado originalmente em toda a Galiza. Foi construído no século XIV com arcadas ogivais e abóbada de cruzaria.
  • Sala capitular românica (século XII).
  • Torreão dos Soutomaior.

Capelas[editar | editar código-fonte]

  • Maior
  • Do Sacramento
  • De San Telmo

Referências

  1. Diocese of Tui-Vigo, entry on church.
  2. Ministerio de Educación, Cultura y Deporte. «Consulta a la base de datos de bienes inmuebles». Consultado em 24 de julho de 2017 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre a Catedral de Tui
Ícone de esboço Este(a) artigo sobre capela, igreja ou catedral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.