Citizen Kane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Citizen Kane
O Mundo a Seus Pés (PT)
Cidadão Kane (BR)
Citizenkane.jpg
Poster Teatral
 Estados Unidos
1941 •  p&b •  119 min 
Direção Orson Welles
Produção Orson Welles
Roteiro Herman J. Mankiewicz
Orson Welles
Elenco Orson Welles
Joseph Cotten
Dorothy Comingore
Everett Sloane
Ray Collins
George Coulouris
Agnes Moorehead
Paul Stewart
Ruth Warrick
Erskine Sanford
William Alland
Gênero Drama
Suspense
Música Bernard Herrmann
Edição Robert Wise
Companhia(s) produtora(s) Mercury Productions
Distribuição RKO Rádio Pictures
Lançamento Estados Unidos 5 de Setembro de 1941
Receita 839,727
Página no IMDb (em inglês)

Citizen Kane (no Brasil, Cidadão Kane) é um filme americano de 1941, dirigido, escrito, produzido e estrelado por Orson Welles. É considerada uma das obras-primas da história do cinema, sendo particularmente elogiado por sua inovação na música, fotografia e estrutura narrativa. Foi lançado pela RKO Pictures.

Cidadão Kane, que foi o primeiro filme de Welles, ganhou um Oscar de melhor roteiro original por Herman J. Mankiewicz e pelo próprio Welles. Esse seria o único Oscar alcançado pelo Orson Welles ao longo de sua carreira, com a exceção do Oscar Honorário de 1970. Ele também esteve entre os candidatos para o Oscar em outras oito categorias: filmediretorator, direção de artefotografiatrilha-sonora, som e montagem.

A história examina a vida e legado de Charles Foster Kane, um personagem interpretado por Welles e com base no magnata da imprensa William Randolph Hearst e do próprio Orson Welles.[1] Durante seu lançamento, Hearst proibiu de mencionar o filme em seus jornais. A carreira de Kane na indústria editorial nasceu do idealismo e do serviço social, mas gradualmente se transformou em uma perseguição implacável ao poder. Narrado principalmente através de flashbacks, a história é contada por meio da investigação de um jornalista que quer saber o significado da última palavra que ele disse antes do magnata morrer: Rosebud.

Após o sucesso de Welles no teatro com a companhia Mercury Theatre e sua controversa transmissão de rádio de A Guerra dos Mundos, em 1938Hollywood o acolheu. Ele assinou um contrato com a RKO Pictures em 1939. Foi-lhe dada a liberdade para desenvolver sua própria história e usar seu próprio elenco e da equipe, o que é raro para um novo diretor. Depois de duas tentativas frustradas para realizar um projeto, desenvolveu o roteiro de Citizen Kane com Herman Mankiewicz.

Sucesso de crítica, Cidadão Kane não conseguiu recuperar os seus custos nas bilheterias. O filme foi esquecido logo depois, mas sua reputação melhorou, primeiro com os críticos franceses e, acima de tudo, depois de seu reestreia americana em 1956. Há algum consenso entre os críticos que Cidadão Kane é o melhor filme que já havia sido feito, o que levou Roger Ebert a dizer: "É decidido: Citizen Kane é, oficialmente, o melhor filme de sempre." [2] Encabeçou a lista 100 Years... 100 Movies feita pela AFI, elaborada em 1998, e atualizada em 2007 com o motivo de seu décimo aniversário. Ele também liderou todos os votos da revista Sight & Sound dos dez melhores filmes já feitos durante meio século.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Cidadão Kane é, supostamente, baseado na vida do magnata do jornalismo William Randolph Hearst (publicamente, Welles negava), e conta a história de Charles Foster Kane, um menino pobre que acaba se tornando um dos homens mais ricos do mundo.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme inicia com a sua morte, momentos antes da qual pronuncia a palavra "Rosebud". Após dias de sensacionalismo em cima da notícia de sua morte, o jornalista Jerry Thompson (William Alland) recebe o encargo de investigar a vida de Kane, a fim de descobrir o significado de sua última palavra (Rosebud). Entrevistando pessoas ligadas a Kane, o jornalista mergulha na vida de um homem solitário, que desde a infância é obrigado a seguir a vontade alheia. Ninguém a seu redor importa-se com Kane, que busca por meio da aquisição de bens a adoração das pessoas.

Ao final, Thompson, após a exaustiva investigação da vida de Kane através de entrevistas, se vê incapaz de descobrir o significado da palavra, concluindo que Charles Foster Kane "foi um homem que possuiu tudo o que quis, e depois perdeu tudo. Talvez Rosebud seja algo que ele nunca tenha possuído, ou algo que tenha perdido.". No entanto, como o filme termina, o público descobre o real significado de Rosebud: Tratava-se do trenó da infância de Kane - uma alusão á única fase de sua vida em que ele realmente foi feliz. O trenó, pensado ser lixo, é queimado em um forno pelas pessoas que estavam partindo de Xanadu.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Orson Welles em foto publicitária para o filme
  • Orson Welles .... Charles Foster Kane
  • Joseph Cotten .... Jedediah Leland
  • Dorothy Comingore .... Susan Alexander
  • Agnes Moorehead .... srta. Mary Kane
  • Ruth Warrick .... Emily Norton Kane
  • Ray Collins .... James "Jim" W. Gettys
  • Erskine Sanford .... Herbert Carter
  • Everett Sloane .... Bernstein
  • William Alland .... Jerry Thompson
  • Paul Stewart .... Raymond
  • George Coulouris .... Walter Parks Thatcher
  • Fortunio Bonanova .... Matiste canhão
  • Georgia Backus .... Bertha da silva
  • Edmund Cobb .... repórter (não-creditado)

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Oscar 1942 (EUA)

Prêmio NYFCC 1941 (New York Film Critics Circle Awards, EUA)

  • Venceu na categoria de melhor filme.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Lista de filmes sobre jornalismo
  • Beyond Citizen Kane, documentário televisivo britânico, produzido pelo Channel 4, inspirado em Citizen Kane.
  • RKO 281, filme da HBO que retrata os bastidores e a história da produção do filme, e conflitos do estúdio e diretor com o empresário William Randolph Hearst.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Citizen Kane
  • «Citizen Kane. Analysis of Major Characters». SparkNotes (em inglês). Consultado em 10 de dezembro de 2015. «Critics generally accept that Welles based the character of Kane on publishing magnate William Randolph Hearst and other powerful men of his time, but Welles certainly based the character on himself as well.» 
  • Ebert, Roger (4 de setembro de 2008). «What's your favorite movie?». Roger Ebert's Journal (em inglês). Chicago Sun-Times. Consultado em 10 de dezembro de 2015.