Computação gráfica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Animação
Técnicas tradicionais
Animação tradicional
Animação digital
Animação de recortes
Animação limitada
Animação tecnológica
Animação análogica por computador
Imagens geradas por computador
Cel shading
Computação gráfica
Animação por captura de movimento
Stop-motion
Claymation
Pixilation
Animação com fantoches
Mídias
Série de desenho animado
Websérie de desenho animado
Anime
Desenho animado
Filme de animação
A computação gráfica é a área da ciência da computação que estuda a transformação dos dados em imagem. Esta aplicação estende-se à recriação visual do mundo real por intermédio de fórmulas matemáticas e algoritmos complexos.

A computação gráfica é a área da computação destinada à geração de imagens em geral — em forma de representação de dados e informação, ou em forma de recriação do mundo real. Ela pode possuir uma infinidade de aplicações para diversas áreas, desde a própria informática, ao produzir interfaces gráficas para software, sistemas operacionais e sites na Internet, quanto para produzir animações e jogos.

Origem e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A computação gráfica humana para visualização de dados. Um dos aspectos mais importantes está no desenvolvimento dos dispositivos de interação humano-computador (monitores, mouses, teclados).

Aplicações[editar | editar código-fonte]

Exemplo de imagem gerada completamente por computação gráfica.
Outro exemplo de imagem gerada por computação gráfica.

A computação gráfica intervém em diversas áreas, tais como:

  • Artes : Para expressão artística utilizando os ambientes gráfico-computacionais como meio ou fim, tais como gravura digital, arte digital, web arte.
  • Arquitetura e Design de produto: desenvolvimento gráfico dos projetos de forma visual e com a aplicação dos cálculos matemáticos para os testes dos projetos quanto a resistência, a variação de luz e ambientes.
  • Jogos: Jogos são a maior aplicação da computação gráfica, e a grande motivação para seu desenvolvimento, resultando também no desenvolvimento e aprimoramento de equipamentos para este tipo de trabalhos, como placas de vídeo e processadores mais poderosos
  • Cinema: para produção de efeitos especiais, retoques nas imagens do filme, e filmes de animação. Um dos primeiros filmes a utilizar efeitos em pessoas e elementos foi Exterminador do Futuro,[1] o primeiro filme à utilizar efeitos especiais em animais foi Jurassic Park.[1]
  • Engenharia: simulação de todas as espécies de eventos físicos, químicos dos materiais envolvidos nos projetos em elaboração.
  • Geoprocessamento : Para geração de dados relacionados a cidades, regiões e países.
  • Medicina: Para análise de exames como tomografia, radiografia, e mais recentemente o ultra-som (que consegue gerar a partir deste uma imagem em 3D)
  • Design visual: para o desenvolvimento de mídias visuais, desde a impressa (como propagandas em revistas e outdoors) quanto para o auxílio cinematográfico dos comerciais televisivos.

Conceitos[editar | editar código-fonte]

  • Imagem: Uma pintura bidimensional, podendo ser um desenho ou uma fotografia, também pode ser capturada através do olho humano.
  • Pixel: Contido em imagens digitais, o pixel é a menor parte de uma imagem, geralmente são representados em forma de quadrados ou círculos.
  • Gráfico: São representações visuais em uma superfície, geralmente usados para se mostrar uma cena, gráficos podem ser bidimensionais ou tridimensionais.
  • Renderização: Processo de gerar uma imagem a partir de modelos em um mundo tridimensional.
    • Projeção 3D: Método de mapear pontos tridimensionais em plano bidimensional.
    • Ray Tracing: Técnica usada para gerar uma imagem tracejando o caminho da luz através de um plano de imagem.
    • Sombreamento: Técnica de calcular o nível de escuridão em modelos 3D.
    • Mapeamento de textura: Método de aplicar detalhes a uma superfície 3D lisa.

Geração de imagens em um computador[editar | editar código-fonte]

Toda a computação gráfica é baseada em pixels que são pontos que fazem com que a imagem seja sintetizada visualmente em um monitor. Seja em 3D por modelagem tridimensional ou 2D, o profissional em computação gráfica trabalha direta ou indiretamente com pixels e suas compressões. Isso porque todo o nosso formato de vídeo, tanto monitores, televisores, celulares, cinema ou qualquer tipo de emissor de imagens atualmente são interligados por uma série de algoritmos e ferramentas padrões de construção e edição de imagens. Levando em conta que a maioria de criações e edições passam por um computador para um resultado melhor ou mais atraente.
Atualmente, as ferramentas para a construção de imagens (os softwares) lidam praticamente sozinhos com toda a parte algorítmica do hardware; quanto mais específico for o resultado de uma determinada ferramenta, mais real o objeto criado será. No entanto os programas mais poderosos são bastante flexíveis em relação a isso, ou seja, é possível em muitos softwares que novas ferramentas sejam criadas por usuários que tenham um mínimo de conhecimento em programação. É possível criar verdadeiros programas dentro desses programas, como é o caso do 3D Studio Max, software para criação de imagens em 3D da Autodesk, ou do Software livre Gimp para desenhos em 2D. Desta maneira, o usuário pode tanto criar algo que seja mais próximo a seu interesse como também diminuir em muito seu tempo de trabalho.

Aplicativos para computação gráfica[editar | editar código-fonte]

Desenho Vetorial/Ilustradores
Desenho de bitmaps/Edição de fotos
Visualizadores de imagens
CAD
Edição de Vídeo
Modeladores 3D
Modeladores e Animadores 3D
Outros exemplos de aplicativos

Referências

  1. a b Documentário sobre a produção de Jurassic Park

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Allan Brito, Blender 3D - Guia do Usuário, Novatec Editora, 2006, 448 p. (ISBN 85-7522-092-6)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Computação gráfica