Cronofilia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Cronofilia é um termo que foi utilizado por John Money para descrever uma forma de parafilia em que um indivíduo experimenta atração sexual limitada a indivíduos de faixas etárias específicas.[1][2] O termo não foi amplamente adotado por sexólogos, que usam termos que se referem à faixa etária específica em questão. [3] Um precursor histórico discutível foi o conceito de "fetichismo de idade" de Richard von Krafft-Ebing. [4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Money, John (1986). Lovemaps: clinical concepts of sexual/erotic health and pathology, paraphilia, and gender transposition of childhood, adolescence, and maturity. [S.l.: s.n.] pp. 70, 260. ISBN 978-0-8290-1589-8 
  2. Money, John (1990). Gay, Straight, and In-Between: The Sexology of Erotic Orientation. [S.l.: s.n.] pp. 137, 183. ISBN 978-0-19-505407-1 
  3. Janssen, D.F. (2017). «John Money's 'Chronophilia': Untimely Sex between Philias and Phylisms». Sexual Offender Treatment. 12 (1). ISSN 1862-2941 
  4. Janssen, D.F. (2015). «"Chronophilia": Entries of Erotic Age Preference into Descriptive Psychopathology». Medical History. 59 (4): 575–598. ISSN 0025-7273. PMC 4595948Acessível livremente. PMID 26352305. doi:10.1017/mdh.2015.47 
Ícone de esboço Este artigo sobre psicologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.