Deidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zeus, o principal deus da cultura grega.

Deidade é o conjunto de forças e/ou intenções que se materializam na(/numa) divindades. A deidade é a fonte de tudo aquilo que é divino. A deidade é característica e invariavelmente divina( criação); mas nem tudo o que é divino é deidade necessariamente; ainda que esteja coordenado com a deidade e tenha a tendência de "estar/ser" ( do verbo "tobe", English ), em alguma fase, em unidade com a deidade – espiritual, mental e/ou pessoalmente.[1]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A palavra "deidade" deriva do Latim "deus".. ( "Filhos de Deus" original ). Sendo e/ou relacionando aos conceitos de céu ("divum", em latim) e dia ("dies"), além de estar relacionada ao termo "divino" e "divindade", no latim "divinus", oriundo de "divus". Pode-se fazer propor uma influência do Sânscrito que também possui termos como "div" (céu) e "diu" (dia).

Referências

  1. In: C. Scott Littleton. Gods, Goddesses, and Mythology, Volume 11. [S.l.]: Marshall Cavendish, 2005. p. 378.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.