Estado confessional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Estados confessionais destacados no mapa-múndi nas seguintes cores:

Um Estado confessional é aquele no qual há uma religião, por vezes também citada como religião de Estado, oficialmente reconhecida pelo Estado, o que não deve ser confundido com uma teocracia. Estados que não possuem religião oficial são denominados Estados laicos. Na atualidade existem poucos Estados realmente confessionais no planeta, a maioria deles são países do mundo islâmico.

Lista de Estados confessionais atuais[editar | editar código-fonte]

Religião Estado confessional Observações
Budismo Butão e Camboja
Cristianismo Lesoto.
Cristianismo anglicano Reino Unido.
Cristianismo católico Alsácia-Lorena (na França), Argentina, Costa Rica, Liechtenstein, Malta, Mónaco e Vaticano (teocracia).
Cristianismo luterano Dinamarca, Islândia e Noruega.
  • Na Finlândia não é oficial, embora a Igreja Luterana Evangélica e a Ortodoxa Finlandesa/ Grega sejam reconhecidas pelo governo.
Cristianismo presbiteriano Escócia.
Cristianismo ortodoxo Grécia.
  • Reconhecida na Finlândia.
  • Não é oficial na Geórgia, mas a Igreja Ortodoxa Georgiana é reconhecida na Constituição como importante na História do país. Os edifícios de culto precisam ser construídos em lotes privados.
  • Embora a Armênia não tenha nenhuma religião oficial, a prática da liberdade religiosa garantida pela lei sofre restrições. A lei de organizações religiosas (1991) prevê a separação da Igreja e o Estado, mas o governo concede direitos especiais para Igreja Apostólica Ortodoxa da Armênia. Além disso, a lei exige que todos os grupos religiosos sejam registrados no Ministério da Justiça e proíbe o proselitismo (atividade que tem como objetivo converter pessoas a uma doutrina, ideia, sistema, partido ou religião).
Hinduísmo nenhum atualmente
Islamismo Afeganistão, Arábia Saudita, Argélia, Bahrein, Bangladesh, Brunei, Ilhas Comores, Egito, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Irã (teocracia), Iraque, Jordânia, Kuwait, Líbia, Malásia, Maldivas, Marrocos, Mauritânia, Omã, Paquistão, Qatar, Sudão (a partir de 1996) e Tunísia.
  • Na Síria não é oficial, mas exige-se que o chefe de Estado seja seguidor do Islamismo.
Judaísmo Israel
Monoteísmo Indonésia

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]