EF-151

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
EF-151
Área de operação Pará, Maranhão, Tocantins, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul
Tempo de operação 1996–
Bitola 1,60 m

A EF-151 é uma ferrovia longitudinal brasileira, em bitola larga, com aproximadamente 4.155 km, projetada para se tornar a espinha dorsal do transporte ferroviário no Brasil, interligando as malhas ferroviárias que dão acesso aos principais portos e regiões produtoras do país, que até então estavam regionalmente isoladas. Também é chamada de Ferrovia Norte-Sul.[1]

Quando concluída, a ferrovia passará pelos estados do Pará, Maranhão, Tocantins, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Está dividida em sete trechos:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre transporte ferroviário é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.