Getulina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Getulina
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Getulina
Bandeira
Brasão de armas de Getulina
Brasão de armas
Hino
Gentílico getulinense
Localização
Localização de Getulina em São Paulo
Localização de Getulina em São Paulo
Getulina está localizado em: Brasil
Getulina
Localização de Getulina no Brasil
Mapa de Getulina
Coordenadas 21° 47' 56" S 49° 55' 44" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Norte: Luiziânia, Alto Alegre, Promissão, Guaiçara e Lins
Sul: Marília, Leste: Guaimbê, Oeste: Pompeia e Queiroz
Distância até a capital 466 km
História
Fundação 25 de março de 1935 (87 anos)
Administração
Prefeito(a) Toninho Maia (PSDB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 675,428 km²
População total (Censo IBGE/2010[2]) 10 777 hab.
Densidade 16 hab./km²
Clima tropical (Aw)
Altitude 487 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [3]) 0,77 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 88 836,436 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 8 139,68
Sítio getulina.sp.gov.br (Prefeitura)

Getulina é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 21º47'55" sul e a uma longitude 49º55'43" oeste, estando a uma altitude de 487 metros. Sua população estimada em 2006 é de 10.554 habitantes. Possui uma área de 675,4 km². O município é formado pela sede e pelos distritos de Macucos e Santa América[5][6].

História[editar | editar código-fonte]

Antiga povoação de Getulina, no município de Lins, foi elevada à distrito pela Lei 2153 de 14/12/1926. O município foi criado pelo Decreto 7028 de 25/03/1935, sendo instalado em 23/05/1935[7].

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

(Fonte: IPEADATA)

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Central telefônica de Getulina (1974).

Comunicações[editar | editar código-fonte]

No setor de telefonia a cidade era atendida pela Companhia de Telecomunicações do Estado de São Paulo (COTESP), que inaugurou em 1974 a central telefônica que é utilizada até os dias atuais[8].

Em 1975 passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[9], até que em 1998 esta empresa foi vendida para a Telefônica, que em 2012 adotou a marca Vivo para suas operações[10][11].

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  6. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  7. Seade, Fundação. «HISTÓRICO DA FORMAÇÃO DO MUNICÍPIO DE GETULINA». produtos.seade.gov.br. Consultado em 19 de dezembro de 2020 
  8. «Patrimônio da COTESP incorporado pela TELESP» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  9. «Telesp vai servir mais 86 cidades do estado». Acervo Folha de S.Paulo 
  10. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  11. «Nossa História». Telefônica / VIVO 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]