Pompeia (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o município paulista. Para o bairro na cidade de São Paulo, veja Pompeia (bairro de São Paulo).
Município Pompeia
Bandeira Pompeia
Brasão Pompeia
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 17 de setembro de 1928[1]
Gentílico pompeiano [2]
Prefeito(a) Isabel Cristina Escorce Januário (PTB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização Pompeia
Localização Pompeia em São Paulo
Pompeia está localizado em: Brasil
Pompeia
Localização Pompeia no Brasil
22° 06' 32" S 50° 10' 19" O22° 06' 32" S 50° 10' 19" O
Unidade federativa São Paulo
Mesorregião Marília IBGE/2008[3]
Microrregião Marília IBGE/2008[3]
Municípios limítrofes Oriente, Echaporã, Oscar Bressane, Quintana, Herculândia, Queiroz, Getulina, Marília, Lutécia
Distância até a [[São Paulo|capital]] 474 km[4]
Características geográficas
Área 784,674 km² (SP: 68º)IBGE 2018[5]
Distritos Novo Cravinhos, Paulópolis
População 21 851 hab. (SP: 245º) –  "est. 2018[5]
Densidade 27,85 hab./km²
Altitude 597 m
Clima subtropical úmido Cfa[6]
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,786 (BR: 47º) – alto 2010[5]
PIB R$ 1 071 mil (BR: 692º) – IBGE 2016[5]
PIB per capita R$ 49 748,23 IBGE/2016[5]
Página oficial
Prefeitura pompeia.sp.gov.br
Câmara camarapompeia.sp.gov.br

Pompeia (FO 1943: Pompéia) é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 22º06'31" sul e a uma longitude 50º10'18" oeste, estando a uma altitude de 597 metros. Sua população estimada em 2004 era de 18.651 habitantes. O município é formado pela sede e pelos distritos de Novo Cravinhos e Paulópolis[7][8][5].

Se destaca pelo mundo por ser a cidade que abriga a FATEC Shunji Nishimura (Faculdade de Tecnologia), que oferece o curso Mecanização em Agricultura de Precisão, único em todo o mundo, e pelo curso recém implantado de Big Data no Agronegócio.

História[editar | editar código-fonte]

As primeiras expedições começaram a desbravar a área em 1852, quando João Antônio de Moraes, Francisco de Paula Moraes e Francisco Rodrigues de Campos obtiveram, do governo imperial, a posse primária destas terras para o desenvolvimento da agricultura. Em 1922, foram feitas as primeiras plantações de café.

Após ser desmembrado do município de Campos Novos com o nome de Patrimônio de Otomânia, a vila foi incorporada ao município de Marília do qual se desligou em 1938 por meio do Decreto Estadual 9.775, de 30 de novembro.

Nascia, então, o município de Pompeia, nome dado em homenagem à esposa do senador Rodolfo Miranda, Aretuza Pompeia da Rocha Miranda.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui uma área de 784,674 km².[5]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010

População Total: 21.526

(Fonte: IPEADATA)

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[9], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[10], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[11] para suas operações de telefonia fixa.

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. ESTADO DE SÃO PAULO, Lei⠀nº 2.282, de 17 de setembro de 1928. Cria o distrito de paz de Pompéia, no município de Campos Novos, da comarca de Assis. Diário Oficial.
  2. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/sp/pompeia/panorama
  3. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. «Distância entre Pompéia, SP, Brasil e São Paulo, SP, Brasil». Consultado em 10 de janeiro de 2019 
  5. a b c d e f g IBGE. «Pompéia (SP)». IBGE. Consultado em 25 de abril de 2019  Texto " Cidade e Estados " ignorado (ajuda); Texto " IBGE " ignorado (ajuda)
  6. Embrapa. «Clima». Consultado em 5 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 2 de fevereiro de 2018 
  7. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  8. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  9. «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  10. «Nossa História». Telefônica. Consultado em acessodata=25 de abril de 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  11. Gasparin, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1. Consultado em 25 de abril de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]