Gramicultura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A gramicultura refere-se ao estudo e cultivo de certas plantas gramíneas para fins paisagísticos, recreativos ou esportivos, em campos denominados gramados ou relvados.

As principais plantas utilizadas em gramados são algumas Poaceae (= Gramineae) que apresentam como características: hábito herbáceo, são perenes, têm crescimento vertical reduzido e crescimento horizontal prostrado, e apresentam produção de estolões, rizomas ou ambos, que permitem cobrir a superfície do solo.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SOUZA et al., 2016.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • A CIÊNCIA da grama. A Tribuna, Santos, SP, Caderno de Economia, 13/08/2012. link.
  • ASSOCIAÇÃO NACIONAL GRAMA LEGAL. Variedades de grama. s.l.: s.d., 2017. link.
  • HOEHNE, F. C. A Flora do Brasil. In: Brasil. Ministerio da Agricultura, Industria e Commercio. Directoria Geral de Estatística. Recenseamento do Brasil. Introdução. Vol. I, p. 95-230. Ministério da Agricultura. Rio de Janeiro: Typ. da Estatistica, 1922. cf. "Plantas indígenas para relvados", p. 223. link.
  • SOUZA, F. H. D.; GUSMAO, M. R.; MATTA, F. P.; CASTRO, A. C. R.; MITTELMANN, A.; FAVERO, A. P.; JANK, L. Atributos desejáveis para gramados a serem cultivados sob condições brasileiras: uma proposta. Ornamental Horticulture, Campinas, SP, v. 22, n. 2, p. 154-165, 2016. link.
Ícone de esboço Este artigo sobre Agricultura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.