Hmong (etnia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Hmong.
Hmong
𞄀𞄩𞄰
Hmong women at Coc Ly market, Sapa, Vietnam.jpg
Mulheres hmong em um mercado no Vietnã (2004)
População total

c. 4 a 5 milhões[1]

Regiões com população significativa
 China 2 777 039 (2000) [1]
 Vietnã 1 393 547 (2019) [2]
Laos 595 028 (2015) [3]
 Estados Unidos 327 000 (2019) [4]
 Argentina 4 000 (1999) [5]
 Austrália 3,438 (2011) [6]
Guiana Francesa 2,000 [7]
 Canadá 600 (1999) [5]
Línguas
Hmong, chinês, tailandês, vietnamita, laociano, francês, inglês
Religiões

Sámi mythology shaman drum Samisk mytologi schamantrumma 086.png Xamanismo Ichthus.svg Cristianismo Dharmacakra.svg Budismo

e outras

Os hmong (pronúncia AFI[m̥ɔ̃ŋ]) são um grupo étnico asiático e formam um dos 56 grupos étnicos oficialmente reconhecidos pela República Popular da China. Originário das regiões montanhosas do sul da China (especialmente da região do Guizhou), do norte do Vietnã e do Laos. São considerados, na China, um dos grupos Miao (chinês: 苗, miáo), termo que significa "arroz cru" e designa várias populações nômades pouco integradas no país. Os hmong chamam-se comumente a si próprios "povo da montanha". Falam a língua hmong, um idioma da família hmong-mien.

A maioria da população hmong do Laos está situada na área montanhosa do norte do país, estendendo-se por uma faixa de leste a oeste. As províncias habitadas pelos Hmong Chao Fa incluem Houaphanh, Xieng Khouang e Sayaboury e a cidade de Luang Prebang ao longo do rio Mekong. O território tem uma área total de aproximadamente 48 769 km² e é habitado por cerca de 320 000 pessoas. A altitude da região pode superar 2800 metros. As áreas norte e leste são também abrangidas por densas florestas. O termo Miao e suas variantes, usados no passado na literatura para referir os Hmong por influência chinesa, é hoje considerado ofensivo fora da China.[8]

Após a Guerra do Vietnã muitos migraram para as Américas e um desses grupos na Guiana chegou a se estabelecer no antigo território de Jonestown, onde ocorreu o maior suicídio coletivo da história na década de 70.

Representações na cultura[editar | editar código-fonte]

  • No episódio 5 da segunda temporada de Grey's Anatomy, Meredith e Derek retratam a cultura hmong quando um de seus pacientes precisa de uma cirurgia para a retirada de um tumor, mas a paciente se nega devido a sua cultura e a tradição relacionada à presença de espíritos malignos. Assim, Meredith e Derek procuram por xamã para que o tratamento da paciente possa prosseguir.
  • O 18oepisódio da oitava temporada de House, M.D. (Body and Soul) também retrata a cultura hmong e uma tradição relacionada à presença de espíritos malignos e doenças.[9]

Referências

  1. a b Lemoine, Jacques (2005). «What is the actual number of (H)mong in the world?» (PDF). Hmong Studies Journal. 6. Consultado em 1 de março de 2009. Arquivado do original (PDF) em 21 de julho de 2011 
  2. «Report on Results of the 2019 Census». General Statistics Office of Vietnam. Consultado em 1 de maio de 2020 
  3. «Results of Population and Housing Census 2015» (PDF). Lao Statistics Bureau. Consultado em 1 de maio de 2020 
  4. «U.S. Census website». United States Census Bureau. Consultado em 7 de junho de 2012 
  5. a b Jacques Lemoine (2005). «What is the actual number of the (H)mong in the world» (PDF). Hmong Studies Journal. Consultado em 1 de março de 2009. Arquivado do original (PDF) em 21 de julho de 2011 
  6. «ABS Census – ethnicity». Consultado em 7 de junho de 2012 
  7. «Hmong's new lives in Caribbean». 10 de março de 2004. Consultado em 11 de março de 2014 
  8. Lee, Mai Na (1998). «The Thousand-Year Myth: Construction and Characterization of Hmong». Hmong Studies Journal. 2 (2). Consultado em 10 de setembro de 2008 
  9. «imdb». Consultado em 25 de junho de 2012