Homem-Molecular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Homem Molecular
Nome completo Owen Reece
Outro(s) nome(s) Owen Reece
Espécie Humano Modificado
Ocupação Criminoso
Afiliações Exército do Doutor Destino no Planeta do Beyonder
Terra Natal Dinosaur, Colorado
Criado por Stan Lee (escritor), Jack Kirby (artista)
Género(s) Masculino
Primeira aparição Fantastic Four (Vol.1) #20 (Novembro de 1963)
Editora(s) Marvel Comics
Espécie Humano Modificado
Terra natal Dinosaur, Colorado
Afiliações Exército do Doutor Destino no Planeta do Beyonder
Ocupação Criminoso
Base de operações Nova York
Situação presente Desconhecido (Um dos últimos sobreviventes do Mundo de Batalha nas Guerras Secretas de 2015)
Habilidades
  • Manipulação Molecular
  • Manipulação de Energia
  • Distorção da Realidade
  • Telepatia
  • Telecinese
  • Teletransporte Interdimencional
  • Vôo
  • Regeneração Celular e Molecular (Podendo curar a si próprio e outros seres)
  • Intangibilidade
  • Invisibilidade
  • Manipulação de Poder Cósmico
  • Manipulação Biológica(Anteriormente bloqueado mentalmente por si mesmo, para que não posso ferir pessoas inocentes)
  • Transmutação Molecular
  • Manipulação da Radiação
  • Manipulação Nuclear
  • Manipulação de Bio-Energia
  • Imortalidade (Através da Regeneração Celular)
  • Ondas de Desintegração

Homem-Molecular (Molecule Man, no original), é a personagem fictício dos quadrinhos da Marvel Comics, originariamente um inimigo do Quarteto Fantástico. Criado por Stan Lee e Jack Kirby, sua primeira aventura foi na revista Fantastic Four vol. 1, #20 (novembro de 1963). Seu nome verdadeiro é Owen Reece e teve participação fundamental na mega-saga Guerras Secretas (1986) e sua sequência Guerras Secretas II, por ter capacidade próxima/similar ao da Entidade Cósmica conhecida como Beyonder.

Ele se encontra com Jennifer Walters, mais conhecida como Mulher Hulk, e fala sobre a possível separação dele com sua esposa, a quem sempre venerou (Marsha, conhecida como a vilã Vulcana).

Em função da ligação com o Cubo Cósmico, por um breve período, o Homem-Molecular se fundiu ao Beyonder, dando origem ao ser conhecido como Kosmos.

Biografia ficcional[editar | editar código-fonte]

Owen Reece era uma pequena, tímida e frágil criança do Brooklyn, Nova Iorque, com obsessão por sua mãe. Ele cresceu e se tornou um adulto retraído e solitário, piorando sua insegurança depois da morte da mãe. Empregado como técnico de laboratório na Acme Atomics Corporation, Reece estava descontente com as longas jornadas de trabalho e os baixos salários e em sua distração acabou por causar um acidente: ativou um gerador de partículas experimental e acabou bombardeado por uma radiação desconhecida. A radiação provocou-lhe mutações, liberando seu potencial poder psiônico em escala cósmica. Reece agora podia controlar toda a matéria até o nível molecular, e toda a energia. Seu rosto ficou marcado pelo acidente, com cicatrizes que se assemelharam a relâmpagos. Reece adotou o nome de Homem Molecular.

A tremenda força liberada pelo acidente abriu um buraco de verme entre a Terra e a dimensão da entidade ultrapoderosa que mais tarde ficaria conhecida como o Beyonder. Depois disso, o Beyonder passaria a observar a Terra.[1]

No dia seguinte ao acidente, o presidente da Acme Atomics despediu Reece pelo seu descuído. Furioso, o Homem-Molecular cobriu o presidente de gelo que ele produziu rearranjando as moléculas do ar. Reece tornou-se um criminoso e usava seus poderes para se vingar de um mundo que ele achava que o perseguia. A insegurança de Reece ainda o deixava vulnerável e ele inconscientemente limitava seus poderes. Ele acreditava afetar apenas as moléculas inorgânicas.

Uatu, o alienígena conhecido como "O Vigia", em suas observações da Terra percebeu a grande ameaça representada pelo Homem-Molecular. Uatu alertou o Quarteto Fantástico sobre esse novo vilão. Os super-heróis se valeram da inabilidade com as moléculas orgânicas para derrotar o Homem-Molecular e o Vigia o confinou em outra dimensão.[2]

Acreditando que não conseguiria escapar, Reece criou um andróide para lhe fazer companhia. Enfermo, Reece passou a acreditar que o andróide era seu filho. Reece transferiu sua consciência e seus poderes para um cetro que seu filho carregava. Sem as limitações humanas, o andróide, conhecido como o Novo Homem-Molecular, fugiu da dimensão distante e veio para a Terra, trazendo o cetro com ele. Tentando vingar seu pai, o novo Homem-Molecular lutou contra o Homem-Coisa e o Coisa do Quarteto Fantástico, usando os poderes de Reece. Dependente do cetro para continuar a existir nessa dimensão, o Novo Homem-Molecular foi desintegrado quando o cetro foi arrancado de suas mãos.[3]

A consciência e os poderes do Homem-Molecular original permaneceram no cetro e com o tempo ele conseguiria reconstituir o seu corpo. Ainda no cetro, ele possuiu mentalmente Cynthia McClellan e fez com que ela lutasse contra o Homem de Ferro.[4] Depois ele dominou Aaron Stankey e o Senhor Fantástico.[5] O cetro passaria por uma infinidade de mãos até que a mente de Reece recriasse seu corpo mutante e transferisse a consciência e os poderes para ele. Ele ameaçou destruir o mundo, mas foi convencido pela Vingadora Tigresa (ou Tigra) a desistir e procurar ajuda psiquiátrica.[6]

Reece então começou a mudar. Ele agora tinha objetivos simples: buscava o verdadeiro amor, amizade e um bom lar. Porém, Reece acabou teletransportado para o mundo do Beyonder, onde se tornou um dos membros do exército de super-vilões, formado para lutar nas chamadas Guerras Secretas. Impressionado com o líder carismático Doutor Destino, Reece concordou em ajudá-lo a enfrentar os antagonistas super-heróis. Durante o curso da guerra, Reece e a super-vilã Vulcana se apaixonaram. Reece se desentendeu com Destino quando esse derrotou o Beyonder; e ameaçou matá-lo. Destino então ajudou-o a remover seus bloqueios mentais e o Homem-Molecular assumiu a plenitude de seu poder. Esquecendo-se de Destino, Reece usou seus poderes e se teletransportou de volta para a Terra, levando consigo Vulcana e a maioria dos super-vilões. Na Terra, Reece e Vulcana foram morar juntos num subúrbio quieto de Denver. Reece então arrumou trabalho numa usina atômica.[7]

Meses depois, o Beyonder, novamente com seu pleno poder, veio à Terra em forma humanóide em busca de satisfação emocional. Sem conseguir esse intento, o Beyonder decidiu obliterar o multiverso. Reece então reagiu e tentou salvar o universo, destruindo o Beyonder. O poder de Reece não era suficiente então ele se juntou aos maiores super-humanos da Terra para lutar contra o alienígena. O Beyonder causou uma grande explosão de energia para destruir seus inimigos. Isso fissurou a crosta do planeta, o que poderia destrui-lo. O Homem Molecular usou seus poderes para estabilizar a situação, mas seu esforço causou-lhe graves ferimentos internos.

O Beyonder construiu uma máquina que o transformaria num mortal ao mesmo tempo que armazenaria seus imensos poderes. O Homem-Molecular e seus companheiros encontraram a máquina e Reece decidiu matar o Beyonder enquanto ele estivesse vulnerável. A máquina foi destruída e o poder do Beyonder foi dispersado e sugado por um portal interdimensional que levou a que fosse criado um novo universo..[8]

Homem Molecular ferido e o Surfista Prateado uniram seus poderes e repararam os dados causados a Terra pela luta contra com o Beyonder. Reece acreditava que seus poderes tinham se extinguido. Apenas Vulcana e o Surfista perceberam que ele estava enganado. Reece voltou a viver normalmente em Rosenberg, um subúrbio de Denver.[9]

Num momento de instabilidade, Reece adulterou as esculturas do Monte Rushmore em honra de sua namorada. Felizmente, ele percebeu a tempo que não estava bem e trouxe Doc Samson para ajudá-lo.

Reece foi brevemente fundido com o Beyonder, quando surgiu a nova entidade chamada Kosmos.[10] Mais tarde ele conseguiu se separar e voltou para a Terra. Ele foi derrotado por Garra Sônica e se separou de Vulcana.[11] O Homem-Molecular depois ficaria sob o controle do Mestre dos Bonecos. Reece foi usado para combater Aron, o Vigia Renegado e foi derrotado.[12] Não ficou claro se ele estava de posse plena de seus poderes.

Invasão Secreta[editar | editar código-fonte]

Homem-Molecular estava na prisão quando os Skrulls atacaram.[13]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Estas são algumas das edições brasileiras onde o Homem-Molecular aparece, além de Guerras Secretas:

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

  • Homem Molecular aparece no episódio do mesmo nome na série animada de 1967 do Quarteto Fantástico.
  • Homem molecular aparece no episódio dos Avante Vingadores.
  • Em um episódio da série Os Vingadores Unidos foi revelado que ele tem um filho de mãe desconhecida e que este tinha posse de sua varinha. Modok tenta obte-la mas falha. Ao final do episódio Nick Fury aceita treina-lo e continua com a varinha.

Referências

  1. revelado em Secret Wars II #1-9
  2. Fantastic Four #20
  3. Marvel Two-in-One #1
  4. Iron Man Annual #3
  5. Fantastic Four #187-188
  6. Avengers #215-216
  7. Marvel Super Heroes Secret Wars #1-12
  8. Secret Wars II #1-9
  9. Avengers #266
  10. Fantastic Four #318-329
  11. Fantastic Four Annual #24
  12. Fantastic Four #372-373
  13. Secret Invasion #1

Ligações externas[editar | editar código-fonte]