Humilhação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Foto de 1944 mostrando uma francesa tendo seu cabelo raspado como uma forma de punição e humilhação por ter tido um relacionamento pessoal com os invasores alemães durante a Ocupação da França pela Alemanha nazista

Humilhação é, literalmente, o ato de ser tornado humilde, ou diminuído de posição ou prestígio.[1] Tem muito em comum com a emoção da vergonha. A humilhação não é, geralmente, uma experiência agradável, visto que costuma diminuir a autoestima da pessoa que sofreu a humilhação.

No livro a Linguagem do Deuses, de Antônio Carlos Farjani, humildade provém também da palavra humus, relativo à terra. "A fórmula latina homo-humus-humilis é altamente esclarecedora: assim como o universo advém do Caos e a ele retorna no final de cada ciclo, o homem, produto da terra, a ela retornará no fim da sua existência, quando então será 'humilhado', isto é, baixado ao húmus, por ocasião de seu sepultamento, e passará a fazer parte do elemento fértil subjacente ao solo. Do ponto de vista esotérico, esse retorno ao seio da terra não coincide com a morte do corpo, mas com a morte do eu profano ocorrida na iniciação. Descer ao húmus, nesse contexto, equivale a descer ao Hades, ou seja, os Infernos ou o Reino dos Mortos; essa 'descida' é feita em vida pelo iniciado, e consiste numa viagem interior."[2]

Auto-humilhação[editar | editar código-fonte]

A auto-humilhação pode ser caracterizada pelo ato de auto-humilhar-se com atitudes, palavras ou ações. Pode-se considerar que uma pessoa que se autoflagela, por exemplo, está se auto-humilhando.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Humilhação

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1985. p. 909.
  2. FARJANI, Antonio Carlos (1991). A Linguagem dos Deuses. São Paulo - SP: Mercuryo. pp. 115 e 116 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]