Ilyushin Il-78

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Il-78
(OTAN: Midas)
Picto infobox aircraft.png
Um Il-78 da Força Aérea Russa
Descrição
Tipo / Missão Aeronave de reabastecimento em voo monoplano turbofan quadrimotor
País de origem  União Soviética
Fabricante Ilyushin
Período de produção 1984-presente
Quantidade produzida 53 unidade(s)
Desenvolvido de Ilyushin Il-76
Primeiro voo em 26 de junho de 1983 (32 anos)
Introduzido em 1984 (Il-78)
Variantes Ver texto
Tripulação 6
Carga útil 127 932 kg (282 000 lb)
Especificações (Modelo: Il-78M)
Dimensões
Comprimento 46,59 m (153 ft)
Envergadura 50,5 m (166 ft)
Altura 14,76 m (48,4 ft)
Área das asas 300  (3 230 ft²)
Peso(s)
Peso vazio 72 000 kg (159 000 lb)
Peso de decolagem 210 000 kg (463 000 lb)
Propulsão
Motor(es) 4 × turbofans Aviadvigatel D-30 KP
Força de empuxo (por motor) 12 246 kgf (120 000 N)
Performance
Velocidade máxima 850 km/h (459 kn)
Alcance (MTOW) 7 300 km (4 540 mi)
Teto máximo 12 000 m (39 400 ft)
Notas
Dados de: Ilyushin[1]
Um Il-78 da Jamahiriya Air Transport (2005).

O Ilyushin Il-78 (Nome na OTAN: Midas) é um avião para reabastecimento em voo quadrimotor baseado em seu "irmão" Il-76.

Projeto e Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

IL-78 Midas do 203º Regimento de Reabastecimento Aéreo.

O Il-76 para carregamento de combustível foi concebido em 1968, mas a quantidade de combustível transferível na versão inicial era de apenas 10 toneladas, o que era insuficiente, então seu projeto foi arquivado. Quando o Il-76 teve sua performance melhorada, tornou-se interessante o projeto do tanker e o mesmo foi reiniciado em 1982, e foi chamado de IL-78.

Além do aumento no combustível transferível neste último modelo do IL-76, o IL-78 possui dois tanques de combustíveis removíveis com capacidade de 18.230 litros instalado no porão de carga, permitindo a transferência de 85.720 kg (com os tanques adicionais) ou 57.720 kg (sem os tanques). Controlado da posição do atirador, retirando-se o equipamento militar, três aeronaves podem ser reabastecidas simultaneamente das estações de reabastecimento UPAZ-1A (IL-78) / UPAZ-1M (IL-78M) de 26m equipados nos bordos de fuga das asas e na fuselagem traseira. No solo, quatro aeronaves podem ser reabastecidas utilizando mangueiras convencionais estendidas do porão de carga. Devido ao altíssimo Peso Máximo de Decolagem (MTOW), o que em em uma emergência significaria pousos com excesso de peso além do permitido, o IL-78 tem um sistema de alijamento de combustível com as portas de saída do sistema instalados nas pontas das asas.

Cabine de comando do IL-78 Midas.

Logo após os testes de aceitação do IL-78 em 1984, a Ilyushin foi instruída para projetar e produzir uma versão melhorada da aeronave, que seria conhecida como IL-78M. O IL-78M é um avião dedicado para reabastecer aeronaves em voo e não pode ser facilmente convertido para uso de transporte de outros tipos de carga. Adicionando um terceiro tanque no porão, aumentou a quantidade transferível para 105.720 kg e um MTOW de 210.000 kg, necessitando de um reforço na caixa de torção da asa. Os sistemas de reabastecimento UPAZ-1M aumentou o fluxo máximo de combustível para 2.900 l/min [2] . Pelo fato de o Il-78M não ser "conversível", todo o equipamento de manejamento de carga e portas de carga foram retiradas, tendo uma diminuição de cerca de 5.000 kg em seu peso estrutural.

As primeiras versões do Il-78 possuem um abastecedor montado na parte traseira da fuselagem, em um suporte horizontal, mas o Il-78M teve esse sistema removido da fuselagem e adicionado às asas. Esta modificação serviu para isolar o abastecedor da turbulência gerada pela fuselagem. Alguns IL-78 foram produzidos nas cores da Aeroflot e com registros civis, mas os IL-78M receberam registros, marcas e cores militares.

A maioria dos vinte IL-78 na Força Aérea da Ucrânia foram convertidos permanentemente para transporte, tendo os tanques do porão e os equipamentos de reabastecimento removidos.

Versões[editar | editar código-fonte]

Il-78
O Il-78 foi a versão de produção inicial com dois tanques removíveis na fuselagem e uma quantidade máxima transferível de 85,72 toneladas de combustível.
Il-78T
Designação alternativa para o Il-78 devido à retenção de todo o equipamento de manejo de carga e porão de carga "conversível".
Il-78M
O Il-78M entrou em serviço em 1987 como um avião dedicado para o reabastecimento de aeronaves equipado com três tanques permanentes na fuselagem, um peso máximo aumentado para 210 toneladas, sem porta de carga ou equipamento para manejo de carga. A rampa de carga existe, mas não é funcional. Uma capacidade de combustível total de 138 toneladas, das quais 105,7 toneladas são transferíveis.[3]
Il-78ME
Versão para exportação do Il-78M.
Il-78MKI
Versão personalizada do Il-78ME para a Força Aérea da Índia. Estes aviões produzidos no Uzbequistão são equipados com sistemas de transferência de combustível israelita e pode reabastecer de 6 a 8 Sukhoi Su-30MKI em uma única missão.[4]
Il-78MP
Versão de múltiplas tarefas para reabastecimento em voo ou transporte militar, com tanques de combustível removíveis no porão de carga e sistemas UPAZ de reabastecimento, para a Força Aérea do Paquistão.[5] [6]

Operadores[editar | editar código-fonte]

Um Tu-95MS simulando um reabastecimento aéreo com um Ilyushin Il-78 durante uma apresentação em Moscou em 9 de Maio de 2008.
Il-78MKI em serviço na Força Aérea da Índia.

Em 14 de Março de 2009, 34 Il-78 continuam em operação.[7]

 Argélia
 Índia
  • Força Aérea da Índia - opera 6 Il-78MKI (até Fevereiro de 2011). A Força Aérea da Índia refere-se à aeronave como "MARS", sigla de Mid Air Refuelling System.[carece de fontes?] O Il-78 e o Airbus 330 MRTT estão competindo na compra de US$1 bilhão para seis aeronaves reabastecedoras. O resultado é esperado para 2012.[8]
 Líbia
Paquistão
  • Força Aérea do Paquistão - 4 Il-78MP encomendados dos estoques de aeronaves Ucranianas de reserva, equipados com tanques removíveis e sistemas UPAZ,[5] [6] sendo os 4 primeiros aviões entregues em Dezembro de 2009.[6] [9] Um total de 4 Il-78MP foram entregues à PAF até Maio de 2012. Pode ser utilizado nas versões para transporte ou reabastecedor.[10]
 Rússia
 Ucrânia

Histórico Operacional[editar | editar código-fonte]

Todos os Il-78 da Força Aérea Russa são parte do 203º Regimento "Orlovski", de reabastecedores, baseado na Base Aérea de Dyagilevo.

Operadores Potenciais[editar | editar código-fonte]

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Il-78 (em inglês) - www.ilyushin.org, visitada em 8 de julho de 2015.
  2. http://www.zvezda-npp.ru/zaprav.html
  3. Gordon, Yefim; Kommissarov, Dmitriy. In: Yefim. Ilyushin Il-76, Russia's Versatile Airlifter. [S.l.]: Midland, 2002. ISBN 1-85780-106-7
  4. Mukherjee, Amit. "IAF to get 5th IL-78 refueller soon", The TImes of India, 29 de Setembro de 2004.
  5. a b Ansari, Usman. "Pakistan Eyes Boost in Transport, Lift", Defense News, 3 de Novembro de 2008.
  6. a b c "Pakistan Receiving IL-78 Refueling aircraft", Defense Industry Daily, 2008-12-08. Página visitada em 2009-07-24.
  7. Il-78 Production Numbers AeroTransport Data Bank.
  8. Deal for procuring mid-air refueller aircraft in last phase.
  9. "First aircraft tanker arrives in Pakistan: PAF", GEO Pakistan, 19 de Dezembro de 2009.
  10. Role of strategic tanker in PAF.
  11. ru:203-й гвардейский авиационный полк
  12. Ukraine — Air Force Equipment GlobalSecurity.org.
  13. "Venezuela To Spend One Billion Dollar Russian Loan On Air Defense", RIA Novosti, 2 de Outubro de 2008.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Gordon, Yefim. OKB Ilyushin: a history of the design bureau and its aircraft. [S.l.]: Ian Allan, 2004. ISBN 1-85780-187-3

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]