Inventário Nacional da Diversidade Linguística

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Inventário Nacional da Diversidade Linguística (INDL) é um inventário criado em 9 de dezembro de 2010 para preservar as línguas brasileiras de cunho indígena ou imigrante[1]

Estima-se que no Brasil existam 210 línguas, sendo destas aproximadamente 180 línguas indígenas, e 30 línguas de comunidades históricas de imigrantes.[2] A Instituição irá então mapear as isoglossas destas línguas, de forma a emitir o título de Referência Cultural Brasileira, que será expedido em seguida pelo Ministério da Cultura (MinC).[3]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.