Jangle pop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jangle pop
Uma guitarra Rickenbacker 360/12, modelo comumente usado para produzir sons característicos do jangle pop na década de 1960.
Origens estilísticas Pop rock
Contexto cultural Final da década de 1950-meados da década de 1960, Estados Unidos e Reino Unido.
Revival em meados da década de 1980 nos Estados Unidos e também no Reino Unido.
Instrumentos típicos Padrão Bateria - Guitarra elétrica de 12 cordas - Teclado - Baixo - Órgão eletrônico
Popularidade Alta de meados ao final dos anos 1980
Formas derivadas Indie pop
Formas regionais
Dunedin Sound - Paisley Underground

Jangle pop é um gênero musical criado na década de 1960 nos Estados Unidos, caracterizado pelo som harmonioso das guitarras e pelas melodias pop desta década. Os The Byrds foram a primeira banda famosa deste gênero, cuja característica marcante das suas músicas era a utilização da guitarra de doze cordas.[1]

Roger McGuinn dos The Byrds tocando sua guitarra de 12 cordas, 1972.

O termo "jangle" originou-se da letra "na manhã do jingle-jangle, irei segui-lo" da versão de 1965 dos The Byrds de "Mr. Tambourine Man" de Bob Dylan, que foi sustentada pelo som de um violão elétrico de 12 cordas.[2][3] De acordo com o acadêmico/músico Matthew Bannister, o termo "implica uma abordagem mais pop e mainstream", fortemente ligada ao "pop puro e indie". Ele escreve:

O jangle pode ser entendido como uma subespécie do drone: som de guitarras agudos e relativamente limpos (sem distorção) tocado (geralmente) em um estilo de acordes: dedilhado ou arpeggiado (tocando cada corda em um acorde separadamente), mas geralmente repetindo notas (pedal) sobre o topo de uma sequência de acordes. Os pedais são normalmente cordas abertas que também ressoam tons... Esse estilo foi fortemente identificado com as bandas de guitarra dos anos 1960, especialmente os Byrds [e desde então] caracterizaram o som de artistas como R.E.M. e The Smiths...[4]

O início dos anos 80 assistiu ao renascer deste género musical com bandas como os R.E.M., The Smiths, The Connells ou The Beat Farmers. As letras das músicas eram críticas, românticas ou melancólicas.[1]

O jangle pop teve o seu período mais marcante entre 1984 e 1987 e serviu de força impulsionadora ao rock alternativo. Característico de bandas do sul e do oeste dos Estados Unidos, este género influenciou também as bandas do Reino Unido e da Austrália. No entanto, nos finais desta década, eram muitas as bandas que adoptaram este som, provocando a decadência do mesmo. De todas, apenas os R.E.M. conseguiram sobreviver com êxito.[1] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c AllMusic: "Jangle pop"
  2. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Paste 2009
  3. Kamp, David; Daly, Steven (2005). The Rock Snob's Dictionary: An Essential Lexicon Of Rockological Knowledge. [S.l.]: Broadway Books. p. 54. ISBN 978-0-7679-1873-2  Verifique o valor de |url-access=registration (ajuda)
  4. Bannister, Matthew (2013). White Boys, White Noise: Masculinities and 1980s Indie Guitar Rock. [S.l.]: Ashgate Publishing, Ltd. pp. 71–72, 87, 124–125. ISBN 978-1-4094-9374-7 
Ícone de esboço Este artigo sobre Rock é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.