Dream pop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dream pop
Origens estilísticas
Contexto cultural Meados da década de 1980, na Escócia e Inglaterra. Posteriormente se expandiu para os Estados Unidos e outros países
Instrumentos típicos Vocal (ecoante na maioria das vezes), guitarra, baixo, bateria, bateria eletrônica, piano, teclados, uso maciço de delay, reverberação e efeitos de chorus
Popularidade Bandas como Cocteau Twins ajudaram a popularizar o gênero durante a década de 1980. Atualmente a mistura do dream pop com trip-hop e pop barroco tem gerado uma considerável popularidade dentro da música pop[6]
Formas derivadas Shoegazing  • pop ambiente
Outros tópicos
Indie pop  • pop barroco  • sadcore

Dream pop (também escrito como dreampop)[7] é um gênero musical do rock alternativo[8] e neo-psicodelia[9] que se desenvolveu durante a década de 1980.[1] O gênero aborda uma preocupação com as atmosferas sonoras e texturas ambientais, tanto quanto à melodia doce e romântica. Surgiu em meados da década de 1980 quando bandas como Cocteau Twins começaram a transformar as melodias do rock alternativo em texturas sónicas ecoantes e vocais murmurados.[1] No final dos anos 80 apareceram algumas variantes do dream pop, principalmente no Reino Unido. Entre elas o shoegazing e o space rock.

Características musicais[editar | editar código-fonte]

A AllMusic Guide to Electronica define o dream pop como "um subgênero atmosférico do rock alternativo que se baseia em texturas sonoras tanto quanto à melodia".[10] Características comuns são vozes ecoantes e sussurrantes, uso de efeitos de guitarra, piano, eco e delay, produzindo uma "parede atmosférica" e por vezes uma sonoridade viajante, nostálgica, paradisíaca e orquestral. As letras são muitas vezes de natureza pessoal, autodestrutiva, introspectiva, romântica, melancólica ou existencial. O dream pop encontrou na música dos anos 80 uma morada segura, casa de bandas veteranas como Cocteau Twins e artistas recentes como Beach House.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Rock é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


  1. a b c Anon (n.d.). «Dream Pop». AllMusic  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "AMDreampop" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "AMDreampop" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  2. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome ReynoldsNYT
  3. Olivier Bernard: Anthologie de l'ambient, Camion Blanc, 2013, ISBN 2-357-794151
    "L'ethereal wave s'est développée à partir du gothic rock ... Cela est rendu par des effets d'écho, de reverb et de delay très imposants sur les guitares... On relève une prédominance d'un chant féminin haut perché ou très ample et de voix masculines soufflées, douces at contemplatives. Les paroles sont parfois difficilement compréhensibles... L'ethereal wave (et notamment les Cocteau Twins) a grandement influencé le shoegaze et la dream pop. Les labels principaux promouvant le genre sont 4AD et Projekt Records."
  4. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome goth
  5. Fumo, Dante. «How to Record Dream Pop in Your Home Studio». Reverb. Consultado em 17 July 2021  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  6. http://www.portaldailha.com.br/noticias/lernoticia.php?id=42277
  7. name="chillinp4k">Abebe, Nitsuh (22 de julho de 2011). «Chillin' in Plain Sight». Pitchfork 
  8. name="dreampop"
  9. name="ReynoldsNYT"
  10. Bogdanov, Vladimir (2001). The AllMusic Guide to Electronica, Backbeat UK, ISBN 978-0-87930-628-1, p. ix.