Memento mori

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde maio de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Memento mori (desambiguação).
Vaidade terrena e Salvação Divina, de Hans Memling. Este tríptico contrasta o luxo e a beleza mundana com a certeza da morte e o inferno.

Memento mori é uma expressão latina que significa algo como "lembre-se de que você é mortal", "lembre-se de que você vai morrer" ou traduzido ao pé-da-letra, "lembre-se da morte".[1]

Este tipo de pensamento é muito utilizado dentro da literatura, principalmente na literatura Barroco.[carece de fontes?]

Memento Mori é também um conceito fundamental da filosofia estoica que trata a morte como algo natural e certo. Não devemos temê-la, mas sim nos preparar para ela. Sêneca diz: "muitos homens se apegam e agarraram-se à vida, assim como aqueles que são levados por uma correnteza e se apegam e agarram-se a pedras afiadas. A maioria dos homens minguam e fluem em miséria entre o medo da morte e as dificuldades da vida; eles não estão dispostos a viver, e ainda não sabem como morrer."[2]

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.