João Vitor Lima Gomes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João Vitor
Informações pessoais
Nome completo João Vitor Lima Gomes
Data de nasc. 1 de junho de 1988 (31 anos)
Local de nasc. Maceió (AL), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,76 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual CSA
Número 7
Posição Volante
Clubes de juventude
2005–2007 Marília
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2009
2009–2010
2011–2012
2013–2014
2015
2015
2016–2019
2019
2019
2019–
Marília
Grêmio Barueri
Palmeiras
Criciúma
Gaziantepspor
Figueirense
Ponte Preta
Coritiba (emp.)
Coritiba
CSA
0046 0000(2)
0080 0000(2)
0088 0000(3)
0100 0000(5)
0008 0000(0)
0025 0000(1)
0082 0000(2)
0015 0000(0)
0005 0000(0)
0002 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 4 de agosto de 2019.

João Vitor Lima Gomes, mais conhecido como João Vitor (Maceió, 1 de junho de 1988), é um futebolista brasileiro que atua como volante. Atualmente joga pelo CSA.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2011, devido a má fase vivida pelo time do Palmeiras, foi agredido pelo própria torcida organizada do clube em frente da loja oficial do Palmeiras.[1]

No clássico contra o Corinthians, pela ultima rodada do Brasileirão de 2011 e que terminou em 0 a 0, o atacante Jorge Henrique imitou o chute no vácuo de Valdivia (expulso no segundo tempo) e irritou o volante Marcio Araújo, mas foi João Vitor que fez uma falta duríssima nele e a confusão aumentou. Depois da confusão, João Vitor e o rival Wallace foram expulsos. No total, Valdivia, Leandro Cástan, Wallace e João Vitor foram expulsos.[2]

Em 2012, João Vítor voltou a conquistar espaço no elenco do Palmeiras. Foi titular da equipe campeã invicta da Copa do Brasil daquele ano, conquistada contra o Coritiba.[3] Saiu ao final da temporada, que terminou com o descenso do clube.

Rumou para o Criciúma, onde disputou por dois anos o Campeonato Brasileiro da primeira divisão e foi campeão catarinense em 2013. No início de 2015 assinou com o Gaziantepspor Kulübü, da Turquia.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Palmeiras
Criciúma
Ponte Preta

Referências

  1. Diego Ribeiro e Marcelo Prado (11 de outubro de 2011). «João Vitor é agredido com chutes no rosto por torcedores do Palmeiras». GloboEsporte.com. Consultado em 5 de agosto de 2019 
  2. «Jorge Henrique provoca, imita Valdivia e clássico tem confusão». Terra. 4 de dezembro de 2011. Consultado em 5 de agosto de 2019 
  3. "Palmeiras «busca empate e é campeão da Copa do Brasil", Agência Estado, 12/7/2012» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.