Lacazia loboi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaLacazia loboi
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Reino: Fungi
Classe: Eurotiomycetes
Ordem: Onygenales
Família: Incertae sedis
Género: Lacazia
Sinónimos
Loboa loboi

Lacazia loboi ou Loboa Loboi, a única espécie do gênero Lacazia, é uma levedura encontrada em águas tropicais de toda América Latina, mas é no Brasil onde ocorrem a maioria dos diagnósticos de lobomicose. [1]

Patologia[editar | editar código-fonte]

L. Loboi penetram por feridas e causam verrugas brancas ou escuras, com aparência de couve-flor, ou úlceras infiltrantes que crescem lentamente (por dias ou semanas). Geralmente aparecem nas pernas ou ouvidos. Afetam humanos e golfinhos. Pode ser diagnosticado a partir de amostra do granuloma ou nódulo, tingindo com Periodic-Acid-Schiff (PAS) ou Gomori-Grocott ou com prata de Gridley. Sao vistas ao microscópio como cadeias de leveduras ou fagocitadas por células gigantes. Pode ser removida cirurgicamente ou tratada com clofazimina.[2]

Nomes antigos[editar | editar código-fonte]

O primeiro caso de Lobomicose foi identificado pelo Dr. Jorge de Oliveira Lobo, em Pernambuco, em 1936. Anos depois recebeu diversos nomes[1]:

  • 1940 Glenosporella.
  • 1941 Blastomyces.
  • 1943 Glenosporosis amazonica.
  • 1944 Paracoccidioides loboi.
  • 1952 Blastomyces loboi.
  • 1956 Loboa Ioboi.
  • 1958 Lobomyces loboi.
  • 1999 Lacazia loboi.

Referências

  1. a b http://www.facmed.unam.mx/publicaciones/gaceta/ago102k6/g_avances.html
  2. Collier, L., A. Balows, and M. Sussman. 1998. Topley & Wilson's Microbiology and Microbial Infections, 9th ed, vol. 4. Arnold, London, Sydney, Auckland, New York.