Mucor indicus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma infocaixa de taxonomiaMucor indicus
Mature sporangium of a Mucor sp. fungus.jpg

Classificação científica
Reino: Fungi
Classe: Zygomycetes
Ordem: Mucorales
Família: Mucoraceae
Género: Mucor
Espécie: indicus

Mucor indicus é um fungo amplamente utilizado para fermentação de alimentos, mas raramente podem causar mucormicose/zigomicose em pacientes imunocomprometidos, especialmente receptores de transplante de órgãos, leucêmicos ou diabéticos. São saprófitos ubíquos comumente encontrados no ambiente em frutas, legumes, plantas, pão e no solo e como componentes comuns da decomposição de matéria orgânica.[1]

Colônias[editar | editar código-fonte]

As colônias são caracteristicamente amarelo-escuras e crescem a uma temperatura máxima de 42°C. Esporangióforos são hialinos ou amarelados, retos ou raramente em zigzag, muito ramificados com ramos longos. Esporângios são amarelos ou marrons, até 75um de diâmetro, com membranas disfluentes. Columellae são arredondados, muitas vezes com bases truncadas de até 40um de altura. Esporangiósporos tem parede lisa, elipsoidal, de 4-5 m de diâmetro. Clamidporos são produzidos em abundância, especialmente à luz. Se diferenciam de outros Mucor por serem mais amarelo escuro, assimilarem etanol, mas não nitratos e por serem dependente de tiamina.[2]

Patologia[editar | editar código-fonte]

Podem causar mucormicose rinocerebral, pulmonar, gastrodigestiva, cutânea ou disseminada. Pode necrosar tecidos ser rapidamente fatal. Pode ser tratada com anfotericina B lipossômica e descontinuando imunossupressores e quimioterapia até recuperar-se. [3]

Referências

  1. Greenberg RN, Scott LJ, Vaughn HH, et al. Zygomycosis (mucormycosis): emerging clinical importance and new treatments. Curr Opin Infect Dis. 2004 Dec. 17(6):517-25.
  2. http://www.mycology.adelaide.edu.au/Fungal_Descriptions/Zygomycetes/Mucor/indicus.html
  3. http://emedicine.medscape.com/article/232465-clinical