Lado B Lado A

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lado B Lado A
Álbum de estúdio de O Rappa
Lançamento 15 de Setembro de 1999
Gravação Estúdio 304, Rio de Janeiro-RJ, 1999;
Estúdio Impressão Digital, Rio de Janeiro-RJ, 1999
Gênero(s) Rock alternativo, rap rock, samba-rap, reggae, rock experimental, dub
Duração 56:55
Idioma(s) (em português)
Formato(s) CD/LP
Gravadora(s) Warner Music
Produção Chico Neves, Bill Laswell (faixas "Lado B Lado A" e Na Palma da Mão")
Cronologia de O Rappa
Rappa Mundi
(1996)
Instinto Coletivo
(2001)
Singles de Lado B Lado A
  1. "Me Deixa"
    Lançamento: 1999
  2. "Minha Alma (A Paz que Eu Não Quero)"
    Lançamento: 1999
  3. "O Que Sobrou do Céu"
    Lançamento: 1999
  4. "Lado B Lado A"
    Lançamento: 2000
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Folha de S. Paulo 4 de 5 estrelas.

Lado B Lado A (estilizado como LadoB LadoA no encarte original do CD) é o terceiro álbum da banda brasileira O Rappa. Dez das 12 faixas foram produzidas por Chico Neves, com "Lado B Lado A" e "Na Palma da Mão" conduzidas pelo baixista americano Bill Laswell. Distribuído pela gravadora Warner Music, foi eleito, pela Rolling Stone Brasil, um dos 100 melhores discos da música brasileira, alcançando o 93º lugar.[1] O álbum figura também na lista "13 Discos Essenciais do Rock Nacional", elaborada pelo site "Tenho Mais Discos Que Amigos"[2].

As faixas "Lado B Lado A'" e "Tribunal de Rua" foram incluídas nas trilhas sonoras dos filmes Tropa de Elite e Tropa de Elite 2: O Inimigo agora É Outro, respectivamente.

A capa do álbum foi criada pelo artista Doze Green, um dos precursores do grafite e da cultura Hip Hop americana e da lendária Rock Steady Crew[3]. Já o encarte trazia uma ficha de depósito para a "Fase", uma ONG que trabalha com projetos de educação e desenvolvimento em comunidades carentes de dez Estados do país. Uma porcentagem das vendas do CD também foi doada para a instituição[4].

Críticas[editar | editar código-fonte]

Mauro Ferreira, crítico musical do portal G1, em uma postagem em 2016, fez a seguinte resenha sobre o álbum: "O álbum Labo B, Lado A consolidou e aprimorou o discurso d'O Rappa. Discurso que reverberava as injustiças sociais cometidas cotidianamente nas periferias e a efervescência política do Rio de Janeiro do fim do Século XX. A chapa estava quente e O Rappa soube captar a fervura social da época em álbum feito na pressão, parindo clássico da discografia brasileira que continua atual, por conta do discurso antenado de Marcelo Yuka, sem o qual O Rappa nunca mais foi o mesmo e nunca mais teve a mesma importância dessa fase"[5].

Para Tony Aiex, do site Tenho Mais Discos Que Amigos, "a sonoridade deles conseguiu a proeza de ser experimental e pesada, mas com apelo popular, o que foi essencial para que as letras mais inspiradas de Marcelo Yuka ganhassem o status de hinos"[2].

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as músicas foram compostas por O Rappa. Todas as faixas foram produzidas por Chico Neves, exceto "Lado B Lado A" e "Na Palma da Mão", produzidas por Bill Laswell.

Versão CD[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Tribunal de Rua"  Marcelo Yuka 4:20
2. "Me Deixa"  Marcelo Yuka 4:06
3. "Cristo e Oxalá"  Marcelo Yuka 4:26
4. "O Que Sobrou do Céu"  Marcelo Yuka 3:52
5. "Se Não Avisar o Bicho Pega"  Jorge Carioca, Marquinho PQD, Marcinho, 5:14
6. "Minha Alma (A Paz que Eu Não Quero)"  Marcelo Yuka 5:02
7. "LadoB LadoA"  Marcelo Falcão, Marcelo Yuka 5:05
8. "Favela"  Marcelo Falcão, Xandão 3:20
9. "Homem Amarelo"  O Rappa 4:16
10. "Nó de Fumaça"  Marcos Lobato 3:44
11. "A Todas as Comunidades do Engenho Novo"  Marcelo Falcão 6:18
12. "Na Palma da Mão"  Marcelo Yuka 7:02
Duração total:
56:55

Versão LP[editar | editar código-fonte]

Lado B

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Lado B Lado A"  Marcelo Falcão, Marcelo Yuka 5:05
2. "Tribunal de Rua"  Marcelo Yuka 4:20
3. "Se Não Avisar o Bicho Pega"  Jorge Carioca, Marquinho PQD, Marcinho 5:14
4. "A Todas as Comunidades do Engenho Novo"  Marcelo Falcão 6:18

Lado A

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Minha Alma (A Paz que Eu Não Quero)"  Marcelo Yuka 5:02
2. "Homem Amarelo"  O Rappa 4:16
3. "Cristo e Oxalá"  Marcelo Yuka 4:26
4. "Na Palma Da Mão"  Marcelo Yuka 7:02

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

O Rappa

Músicos adicionais

  • Bill Laswell - baixo ao final de "Na Palma da Mão"
  • Carlos Eduardo Hack - violino em "Na Palma da Mão"
  • DJ Negralha - scratch, frase de metais em "Me Deixa" e "Cristo e Oxalá"
  • Wellington Soares - pandeiro em "Favela"
  • Aline, Amilaque, Felipe, Fernando, Gustavo, Núbia e Pedro - coro de crianças em "A Todas as Comunidades do Engenho Novo"
  • Carlinhos Vaca Prenha, Carlos Henrique Groid, Eduardo Fifi, Rodrigo Molusco e O Rappa - palmas em "Na Palma da Mão"

Produção musical

  • Chico Neves - produtor, gravação
  • Tom Capone - direção artística
  • Ben Findlay - mixagem
  • Jacquie Turner - mixagem
  • Sam Miller - assistente de mixagem
  • Bill Laswell - produtor ("Lado B Lado A" e "Na Palma da Mão")
  • Oswaldo Fritz - gravação, mixagem ("Lado B Lado A" e "Na Palma da Mão")
  • Damien - assistente de mixagem
  • Ricardo Garcia - masterização
  • Ricardo Vidal - gravação pré-produção
  • Carlinhos Vaca Prenha - roadie
  • Eduardo Fifi - roadie
  • Rodrigo Molusco - roadie
  • Thomas Craig Hieatt - tradutor
  • Carlos Henrique Santes - produção executiva
  • Gravado no Estúdio 304, Rio de Janeiro-RJ; exceto "Lado B Lado A" e "Na Palma da Mão", gravadas no Estúdio Impressão Digital, Rio de Janeiro-RJ
  • Mixado no Real World Studios, Inglaterra; exceto "Lado B Lado A" e "Na Palma da Mão", gravadas no Estúdio Impressão Digital
  • Masterizado no Magic Master, Rio de Janeiro-RJ

Produção gráfica

  • Doze Green - design da capa, pinturas, ilustrações, fotografia
  • Cory Shaw - layout
  • Cristina Portella - arte, coordenação gráfica
  • Silvia Panella - coordenação gráfica
  • Pedro Garrido - fotografia
  • Hayden Houser - fotografia
  • Adriana Bechara - figurino
  • Pedro Sales - assistente de figurino

Referências

  1. «Os 100 maiores discos da música brasileira». Rolling Stone. 30 de dezembro de 2007. Consultado em 18 de dezembro de 2009 
  2. a b tenhomaisdiscosqueamigos.com/ 13 Discos Essenciais do Rock Nacional - O Rappa: Lado B Lado A
  3. orappa.com.br/ O homem por trás da capa de Lado B Lado A
  4. folha.uol.com.br/ O Rappa lança "Lado B/Lado A" em SP
  5. g1.globo.com/ Reedições em vinil lembram que O Rappa nunca foi o mesmo sem Yuka
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de O Rappa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.