Loaíase

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Loa loa
Microfilaria de Loa loa tingida com Giemsa.
Especialidade infectologia
Classificação e recursos externos
CID-10 B74.3
CID-9 125.2
DiseasesDB 7576
eMedicine derm/888 med/794
MeSH D008118
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Loíase é uma verminose causada pela filária Loa Loa transmitida por moscas diurnas. Afeta o olho causando inflamação, dor e problemas de vista.

Causa[editar | editar código-fonte]

É transmitida aos humanos pela mosca do cervo (Chrysops silica) ou a mosca da manga (C. dimidiata). É endêmica apenas alguns países do centro e do Oeste Africano, onde atinge cerca de 20 milhões de pessoas. Humanos servem de reservatório primário para o Loa Loa.[1]

Sinais e sintomas[editar | editar código-fonte]

Este nematoide é popularmente conhecido como o "verme do olho africano", porque o verme adulto pode às vezes ser visto movendo-se através da esclerótica (parte branca do olho). A migração do verme provoca severa dor ocular, inflamação e causar cegueira por alguns minutos ou várias horas. Felizmente a maioria dos casos de loíase são assintomáticos. Os primeiros sinais clínicos podem aparecer dentro de alguns meses de infecção, mas muitas vezes não aparecem por mais de uma década.[2]

Tratamento[editar | editar código-fonte]

O tratamento de escolha é dietilcarbamazina (DEC) por matar os vermes jovens e adultos. Albendazol às vezes é usado em pacientes que não são curadas com DEC. Certas pessoas com infecções severas possuem o risco de inflamação do cérebro quando tratados com DEC e seu uso pode causar coma ou morte. Tratamento com Ivermectina, usado para tratar oncocercose, também pode causar hemorragia na conjuntiva e retina e hematuria. Cirurgia para remover as larvas do olho pode causar alívio temporário, mas não cura a doença.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Padgett JJ, Jacobsen KH (October 2008). "Loiasis: African eye worm". Trans. R. Soc. Trop. Med. Hyg. 102 (10): 983–9. doi:10.1016/j.trstmh.2008.03.022. PMID 18466939.
  2. EOL - Loa Loa
  3. http://www.cdc.gov/parasites/loiasis/treatment.html