Luiz Carlos Vasconcelos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Luiz Carlos Vasconcelos
(Agência de Notícias do Acre, 2009)
Nome completo Luiz Carlos Vasconcelos
Nascimento 25 de junho de 1954 (67 anos)
Umbuzeiro, PB
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Ator
Atividade 1975–presente

Luiz Carlos Vasconcelos (Umbuzeiro, 25 de junho de 1954) é um ator brasileiro.[carece de fontes?]

Biografia[editar | editar código-fonte]

O teatro e principalmente o circo sempre foram as grandes paixões de Vasconcelos, que, apesar de ser formado em Letras, estudou artes cênicas na Dinamarca para depois incorporar-se ao grupo teatral Intrépida Trupe.

Em 1978, está em João Pessoa, e cria o personagem que iria acompanhá-lo pela vida afora, o palhaço Xuxu, um palhaço cidadão, nas palavras de seu criador, por ser uma presença constante nas comunidades carentes. Mesmo quando está trabalhando em outros projetos, como filmes e séries de televisão, Vasconcelos sempre arruma hora e lugar para se apresentar vestido e maquiado como Xuxu.

Antes de chegar à caracterização ideal de Xuxu, Vasoncelos interpretou vários palhaços e pegou o melhor de cada um deles para compor o personagem atual.

Ainda em 1978, junto com outros artistas, fundou em João Pessoa a Escola Piollin, nome dado em homenagem a um velho palhaço brasileiro. O complexo, além de ser sede de seu grupo teatral, desenvolve um trabalho de educação popular.

Em 1984, Vasconcelos passou a morar no Rio de Janeiro onde fez a Escola Nacional de Circo. Viveu vinte anos na capital fluminense, sustentado por Xuxu, muito requisitado para apresentações em eventos e aniversários de criança, um grande laboratório, conforme afirma o ator.

Dos anos 80 em diante alterna residências entre o Rio e João Pessoa. Em 1992, na Paraíba, Vasconcelos realiza um sonho alimentado desde seus tempos de universitário: o de adaptar para o teatro o conto Vau da Sarapalha, de Guimarães Rosa. A peça produzida pelo Grupo Piolim, sob sua direção, é um sucesso: excursionou pelo Brasil e pelo exterior e está em cartaz ainda em 2006.

Estreia no cinema no papel do cangaceiro Lampião, em O Baile Perfumado, filme pernambucano de 1996. A produção, de baixo orçamento mesmo para os padrões brasileiros, fez sucesso em festivais e os cineastas dos grandes centros tiveram sua atenção atraída para Vasconcelos. Na sequência, fez filmes para Walter Salles e Andrucha Waddington.[1]

Na televisão, teve uma curta participação na novela Senhora do Destino e em séries. Gravou no interior da Paraíba a micro-série da Rede Globo A Pedra do Reino, adaptação do romance de Ariano Suassuna, com direção de Luiz Fernando Carvalho, que foi ao ar em junho de 2007. Em 2008, interpretou o jornalista Ivan na mini-série Queridos Amigos, da REDE GLOBO, que foi ao ar de fevereiro a março.[1]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2000 Você Decide Guga Episódio: "A Bola da Vez"
2002 Pastores da Noite Pé de Vento
2004 Senhora do Destino Sebastião (jovem) Episódio: "28 de junho"
2005 Carga Pesada Fábio Episódio "Caixa Preta"
Carandiru, Outras Histórias Drauzio Varella
2007 A Pedra do Reino Arésio
2008 Faça Sua História João Grande Episódio: "O Estouro da Boiada"
Dicas de um Sedutor Jimmy
Casos e Acasos Gilberto Gomes Episódio: "O Desejo Escondido, o Cara Deprimido e o Livro Roubado"
Queridos Amigos Ivan
O Natal do Menino Imperador Zampano
2011 Araguaia Frei Gusmão
A Vida da Gente Renato Nogueira Martins
2013 Flor do Caribe Donato Silva
2014 Geração Brasil Frederico Yanes (Fred)
2015 Além do Tempo Bento Silvino
Bento Ventura
2016 Justiça Euclydes Menezes
2019–presente Aruanas Miguel Alvarez
2019 A Dona do Pedaço Miroel Matheus[2] Episódios: "20–24 de maio"
2020 Amor de Mãe Januário Silva[3]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1997 Baile Perfumado Lampião
1998 O Primeiro Dia João
2000 Eu Tu Eles Ciro
2001 Abril Despedaçado Salustiano
2003 Carandiru Drauzio Varella
2004 Árido Movie Jurandir
2006 Romance do Vaqueiro Voador Vaqueiro Voador
2007 Mutum Seu Aristeu
2009 O Homem Mau Dorme Bem Caburé
2010 O Sol do Meio Dia Artur
2011 Ilhas Cayman Taxista
2012 Acalanto Chico
O Inventor de Sonhos Timóteo
2013 O Tempo e o Vento Maneco Terra
Fragma Homem 1 Mais Velho[4]
2014 Irmã Dulce Eugênio Sales
2019 Marighella Almir

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Organização Ano Categoria Nomeações Resultados Ref.
CinEuphoria Awards 2020 Melhor Elenco (competição internacional) Marighella Indicado
Festival Internacional de Cinema de Cartagena 2004 Melhor Ator Coadjuvante (com elenco) Carandiru Venceu
Festival do Rio 2009 Melhor Ator O Sol do Meio Dia Venceu
Festival de Cinema de Vitória 2011 Melhor Ator Ilhas Cayman Venceu
Festival SESC Melhores Filmes 2000 Melhor Ator (voto júri) O Primeiro Dia Venceu
Melhor Ator (voto público) Venceu
Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro 2000 Melhor Ator O Primeiro Dia Indicado [5]
Troféu APCA 1998 Melhor Ator Coadjuvante Baile Perfumado Venceu
2000 Melhor Ator em Cinema O Primeiro Dia Venceu
2001 Melhor Ator em Cinema Eu, Tu, Eles Venceu

Referências

  1. a b Gshow (23 de junho de 2016). «Elenco de 'Justiça': veja os atores da nova minissérie». TV. Consultado em 22 de julho de 2016 
  2. Redação (13 de fevereiro de 2019). «Fernando Eiras e Luiz Carlos Vasconcelos integram o elenco da novela "Dias Felizes"». Notícias de TV. Consultado em 13 de fevereiro de 2019 
  3. «NOVELA REDE GLOBO no Instagram: "Luiz Carlos Vasconcelos entrará em "#AmorDeMãe" como Januário, cunhado de Lurdes (Regina Casé). Ele aparecerá de surpresa no Rio e fará…"». Instagram. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  4. «Filme capixaba questiona relações e intimidade». Site Sou ES. 21 de Outubro de 2013 
  5. «5° Prêmio Guarani :: Premiados de 1999». Consultado em 9 de julho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]