Manduri (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Manduri
  Município do Brasil  
Portal De Entrada (2010)
Portal De Entrada (2010)
Símbolos
Bandeira de Manduri
Bandeira
Brasão de armas de Manduri
Brasão de armas
Hino
Lema A Capital do Verde
Apelido(s) "Capital do verde"
Gentílico manduriense
Localização
Localização de Manduri em São Paulo
Localização de Manduri em São Paulo
Manduri está localizado em: Brasil
Manduri
Localização de Manduri no Brasil
Mapa de Manduri
Coordenadas 23° 0' 10" S 49° 19' 19" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região intermediária[1] Sorocaba
Região imediata[1] Avaré
Municípios limítrofes Águas de Santa Bárbara (N); Óleo (O); Cerqueira César (L) e Piraju (S).
Distância até a capital 300 km
História
Fundação 30 de novembro de 1944 (75 anos)
Aniversário 30 de novembro
Administração
Prefeito(a) Paulo Roberto Martins (MDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 228,866 km²
População total (Censo IBGE/2014[3]) 9 529 hab.
Densidade 41,64 hab./km²
Clima subtropical (Cfb)
Altitude 710 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 18780-000
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,772 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 73 670,167 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 8 139,45
www.manduri.sp.gov.br (Prefeitura)

Manduri é um município brasileiro situado no interior do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 23°00'12" sul e a uma longitude 49°19'19" oeste, estando a uma altitude de 710 metros. Sua população estimada em 2014 era de 9 529 habitantes. O município é formado pela sede e pelo distrito de São Berto[6][7].

História[editar | editar código-fonte]

Manduri em tupi quer dizer ninho, feixe pequeno e também é o nome de uma certa espécie de abelhas.

Tem o apelido de "Capital do verde", por ter uma grande parte de seus 228,9 km² reflorestamentos de pinus e eucaliptos e neste território uma grande floresta estadual (horto) onde são realizadas muitas pesquisas na área de florestamento.

Com uma população relativamente pequena é uma cidade bem estruturada, já que boa parte da cidade é plana e onde não existem ruas ou seja, todas as suas vias são avenidas o que lhe confere um tráfego interno muito tranquilo.

Manduri é uma das Cidades mais Modernas e Bonitas do interior de São Paulo.

Uma das muitas avenidas (2010)
Matriz na praça central (2009)

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui uma área de 228,866 km².

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População Total: 8.271

  • Urbana: 6 371
  • Rural: 1 900
  • Homens: 4 228
  • Mulheres: 4 043

Densidade demográfica (hab./km²): 36,13

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 18,05

Expectativa de vida (anos): 70,09

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,41

Taxa de Alfabetização: 90,94%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,772

  • IDH-M Renda: 0,693
  • IDH-M Longevidade: 0,752
  • IDH-M Educação: 0,871

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Localização[editar | editar código-fonte]

Manduri se localiza no sudoeste paulista.

Suas cidades vizinhas são:

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[8], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[9], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[10] para suas operações de telefonia fixa.

Administração[editar | editar código-fonte]

Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Prefeito Início Fim
Pedro Primo Orcesi 1945 1947
Sebastião Ramos 1947 1947
Pedro Primo Orcesi 1948 1951
Isidoro Achille Costa 1952 1955
Zoroastro Alves 1956 1959
Miguel Marvullo 1960 1963
Pedro Primo Orcesi 1964 1968
Benjamin Nicolau Rufca 1969 1972
José Marvullo 1973 1976
Benedito Reinaldo de Castro 1977 1982
Marinho Marvullo 1983 1988
Benedito Reinaldo de Castro 1989 1992
Luis Antonio Cinel 1992 1992
Marinho Marvullo 1993 1996
Luis Delfino Alonso 1997 2000
José Henrique Lovato 2001 2007
Luis Antonio Cinel 2007 2012
Paulo Roberto Martins 2013 2016
2017 2020

Brasão[editar | editar código-fonte]

O verde simboliza os vastos campos, isto é, na linguagem tupi Campo Largo. As abelhas douradas denominadas Manduri, que são abundantes na região, simbolizam ainda sabedoria, ordem e trabalho. O campo de prata, metal nobre, simboliza a nobreza e a em Santo Antônio. O touro, simboliza a pecuária e a força de vontade. A coroa de ouro, é símbolo da emancipação político-administrativa do município. Os ramos de café, representam a cultura. E o listel vermelho, é datado o ano de 1907, este é o ano da criação do distrito.

Imprensa[editar | editar código-fonte]

  • Radio Cidade Verde FM
  • Radio Jovem Pan

Horto florestal[editar | editar código-fonte]

O município de Manduri possui um horto florestal com 1485 ha, acesso pela estrada de Manduri a Óleo. Nele há muitas espécies de plantas e animais, ajudando na preservação da natureza.

Fotos do horto[editar | editar código-fonte]

Galeria de fotos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2014». Censo Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de Julho de 2014. Consultado em 2 de fevereiro de 2015 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  7. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  8. «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  9. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  10. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Manduri (São Paulo)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]