Matías Defederico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Matías Defederico
Informações pessoais
Nome completo Matías Adrián Defederico
Data de nasc. 23 de agosto de 1989 (29 anos)
Local de nasc. Buenos Aires, Argentina
Nacionalidade argentino
Altura 1,68 m
Canhoto
Apelido DVDerico, Novo Messi
Informações profissionais
Clube atual Apollon Smyrnis
Número 23
Posição Meia ou Atacante
Clubes de juventude
Huracán
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2009
2009–2012
2011–2012
2012
2013
2014
2014
2015
2015
2016
2017–2018
2018
2019–
Huracán
Corinthians
Independiente (emp.)
Huracán (emp.)
Huracán
Al Dhafra
Nueva Chicago (emp.)
Eskişehirspor
San Marcos (emp.)
Mumbai City
Universidad Católica
Al-Kawkab
Apollon Smyrnis
0021 0000(6)
0040 0000(2)
0031 0000(5)
0007 0000(4)
0036 0000(7)
0005 0000(0)
0016 0000(2)
0010 0000(0)
0013 0000(0)
0029 0000(9)
0033 0000(4)
0008 0000(0)
0001 0000(1)
Seleção nacional3
2009–2012 Argentina 002 0000(0)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 02 de Janeiro de 2019.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 26 de janeiro de 2011.

Matías Adrián Defederico[nota 1] (Buenos Aires, 23 de agosto de 1989), é um futebolista argentino que atua como atacante. Atualmente atua no Apollon Smyrnis da Grécia.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Huracán[editar | editar código-fonte]

Revelado nas categorias de base do Huracán, em 2007, foi integrado ao elenco principal do clube, com passagem pela Seleção Argentina Sub-20. Foi um dos destaques do Huracán no vice-campeonato do Torneio Clausura de 2009, formando um bela dupla com Javier Pastore, que foi descrita como "fantástica" pela imprensa argentina.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2009, o jogador foi contratado pelo Corinthians por cerca de 10 milhões de reais.[2] Dono da camisa 10, o jogador veio como uma das grandes apostas para o time que estava sendo formado para a disputa da Copa Libertadores no ano de 2010, ano do centenário do clube paulista. Matías foi a maior contratação dos últimos anos em termos financeiros do Corinthians, que pagou a peso de ouro pela jovem promessa argentina que chegou a ser considerado o "Novo Messi".[3]

Matías Defederico fez a sua estreia no dia 27 de setembro de 2009, após o Huracán ter complicado o envio de sua documentação e atrasado a regularização na CBF. Debutou em um clássico contra o São Paulo, ajudando, após um início inibido por um cartão amarelo que levou aos 3 minutos, o Corinthians a manter 8 jogos de invencibilidade contra o rival.

Seu primeiro gol com a camisa do Corinthians foi marcado no dia 28 de outubro de 2009, pelo Campeonato Brasileiro contra o Vitória, no estádio do Barradão, aos 21 minutos do segundo tempo, e em um jogo contra o Avaí de Santa Catarina Defederico marcou um gol olímpico, mas de nada adiantou pois a equipe paulista perdeu por 3x1.

Foi crescendo gradualmente a cada partida que fazia, ganhava mais confiança a cada jogada, começou a se destacar e ficou em alta com a torcida Corintiana, fechou o ano em grande estilo e criou muitas expectativas para o ano seguinte.

Com a camisa corintiana, Matías Defederico começou o ano de 2010 com um futebol abaixo do esperado e abaixo do futebol do fim de 2009, e após a eliminação do Corinthians na Copa Libertadores acabou sendo preterido por outras opções do elenco, poucas vezes sendo relacionado para as partidas.

Em 2 de outubro de 2010, o Corinthians perdia por 2 a 0 para o Ceará, quando o técnico Adilson Batista decidiu colocar Defederico no jogo. Após a entrada do argentino, o volante Paulinho diminuiu o placar. Logo depois, em cobrança de falta, Defederico empatou o jogo.

Seu vínculo contratual com o Corinthians encerrou-se em 31 de agosto de 2013.[4]

Gols pelo Corinthians[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os gols deste jogador, pelo Corinthians.

Independiente[editar | editar código-fonte]

No dia 30 de dezembro de 2010, foi confirmado o seu empréstimo por 1 ano ao clube argentino.[5] Em sua primeira partida em seu novo clube, usando a camisa 9, Matias Defederico marcou o primeiro gol na vitória do Independiente frente ao Deportivo Quito por 2 a 0, na abertura da fase prévia da Libertadores, em Buenos Aires. Em 23 de junho de 2011, devido as constantes faltas de pagamento do salário, a AFA obrigou ao Independiente, a rescindir o contrato do jogador, que deveria voltar ao Corinthians, mas depois de várias conversas entre os dois times e o jogador, o Independiente informou que o jogador seguiria em Avellaneda. Pelo Independiente foi Vice-Campeão da Recopa Sul-Americana de 2011 e da Copa Suruga Bank de 2011. Em 21 de março de 2012, Defederico foi afastado da equipe principal pelo técnico Cristian Díaz e treina atualmente com a equipe reserva em um decisão que, segundo o jogador, "veio de cima".[6] Em 4 de abril de 2012, sofreu uma ruptura dos ligamentos do joelho esquerdo e fica afastado do futebol por seis meses.[7]

Retorno ao Huracán[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2012, o Corinthians anunciou que o emprestou ao Huracán, clube que o revelou, até a metade 2013.[8] Em seu retorno ao Huracán, estreou contra o Atlético Tucumán no empate em um gol, num jogo válido pela Segunda Divisão do Campeonato Argentino.[2]

Eskişehirspor[editar | editar código-fonte]

O jogador de 25 anos irá defender o clube turco, que nunca se sagrou campeão da Super Lig, competição nacional.[9]

Seleção Argentina[editar | editar código-fonte]

Convocado por Diego Maradona, Defederico fez sua estreia internacional num amistoso contra o Panamá, em 20 de maio de 2009. Usando a camisa 7, ele marcou seu primeiro gol com a camisa da seleção nacional da Argentina e deu uma assistência no segundo gol na vitória de 3-1 da Albiceleste.[3]

Em 3 de fevereiro de 2011, foi convocado novamente pelo técnico Sergio Batista para um amistoso.[10]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 25 de fevereiro de 2012.[11][12]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Huracán 2007–08 7 0 7 0
2008–09 21 6 21 6
Total 28 6 28 6
Corinthians
2009 12 2 11 2
2010 18 1 1 0 5 0 24 1
Total 30 3 1 0 5 o 36 3
Independiente
2010–11 5 0 0 0 0 0 0 0 12 2
2011–12 17 1 9 2 26 3
Total 22 1 9 2 31 3
Huracán
2012–13 14 3 14 3
2013–14 29 4 29 4
Total Total 20 4 33 7
Total na carreira 100 14 0 0 10 2 5 0 138 19

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Internacionais

Independiente

Nacionais[editar | editar código-fonte]

Huracán

Corinthians

Notas

  1. Seu sobrenome deve ser grafado como "Defederico" em vez de "De Federico", de acordo com o próprio jogador em entrevista à revista FourFourTwo: "Defederico, tudo junto. O jornal Olé, da Argentina, escrevia separado, mas falei com o jornalista e expliquei que era tudo junto".[1]

Referências

  1. "Defederico - O 10 do Timão", Odir Cunha, FourFourTwo, número 10, outubro de 2009, Editora Cádiz, págs. 28-33
  2. a b Andrade, Bruno (26 de outubro de 2012). «Após sofrer com vício do pôquer e depressão, Defederico tenta retomar carreira no Huracán». Lance!. Consultado em 29 de março de 2013 
  3. a b Farina, Allan (25 de agosto de 2009). «Conheça Matías De Federico, o Messi do Corinthians». Terra. Consultado em 13 de março de 2017 
  4. Defederico: chega ao fim um dos piores investimentos do Timão
  5. Timão empresta Defederico para jogar um ano no Independiente
  6. Vino de Arriba
  7. No le sale una
  8. «Defederico retorna ao Huracán e não deve mais jogar pelo Corinthians». Terra Networks. 15 de agosto de 2012. Consultado em 29 de março de 2013 
  9. «Ex-corintiano, argentino Defederico é apresentado em clube da Turquia». O Globo. Consultado em 13 de março de 2017 
  10. Olé. «La Selección más Argentina» (em espanhol) 
  11. «M. DEFEDERICO». br.soccerway.com. Consultado em 29 de março de 2013 
  12. «Matías Defederico». Ogol. Consultado em 29 de março de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]