Mercado Ver-o-Peso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vista do Mercado Ver-o-Peso às margens da Baía do Guajará.

O Mercado Ver-o-Peso é um mercado situado na cidade brasileira de Belém, no estado do Pará, estando localizada na Avenida Boulevard Castilho Franca, no bairro da Cidade Velha, às margens da baía do Guajará.

Ponto turístico e cultural da cidade, é considerada a maior feira ao ar livre da América Latina. O mercado do ver-o-peso abastece a cidade com variados tipos de gêneros alimentícios e ervas medicinais do interior paraense, fornecidos principalmente por via fluvial. Foi candidato a uma das 7 Maravilhas do Brasil. Inaugurado em 1901, é um dos mercados públicos mais antigos do Brasil.[1]

História[editar | editar código-fonte]

No século XVII, onde hoje funciona o Mercado Ver-o-Peso, numa área que era formada pelo igarapé do Piri, os portugueses instalaram um posto de fiscalização e tributos dos gêneros trazidos para a sede das capitanias (Belém-PA). Este posto foi denominado Casa de Haver o Peso,[2] [3] que também tinha como atividade o controle do peso dos produtos comercializados. No início do século XIX, o igarapé Piri foi aterrado e, na sua foz, foi construída a doca do Ver-o-Peso.

Embora a cidade estivesse abalada pela revolta popular denominada Cabanagem (1835-1840), a Casa de Haver o Peso funcionou até meados do ano de 1839. Em outubro deste mesmo ano, a repartição foi extinta e a Casa foi arrendada e destinada à venda de peixe fresco.

Em 1847, com o término do contrato de arrendamento, a Casa foi demolida e iniciada a construção dos Mercados de Peixe e de Carne, este último também conhecido como Mercado Municipal ou Mercado Bolonha, uma vez que sua edificação foi feita pelo engenheiro Francisco Bolonha.

No Ciclo da Borracha, entre o final do século XIX e começo do século XX, a cidade de Belém teve grande importância comercial, principalmente para o cenário internacional. Neste período, também se pode registrar mudanças urbanísticas. Importantes edificações foram erguidas, entre as quais, o Palácio Lauro Sodré, o Theatro da Paz, o Palácio Antônio Lemos e o Mercado Ver-o-Peso.

A construção do Mercado de Ferro, como inicialmente era conhecido o Mercado Ver-o-Peso, foi autorizada pela lei municipal nº 173, de 30 de dezembro de 1897, e sua edificação, com o projeto de Henrique La Rocque, teve início no ano de 1899. Toda a estrutura de ferro do Mercado foi trazida da Europa seguindo a tendência francesa de art nouveau da belle époque. Foi inaugurado em 1901.[4]

Patrimônio Histórico Complexo do Ver-o-Peso[editar | editar código-fonte]

O complexo arquitetônico e paisagístico do Ver-o-Peso foi tombado pelo IPHAN, em 1977, e compreende uma área de 35 mil metros quadrados, com uma série de construções históricas, incluindo:

Referências

  1. «Ver-o-Peso da cidade: O mercado, a carne e a cidade no final do século XIX» (PDF). Universidade Federal do Pará. Consultado em 13 de dezembro de 2012.  line feed character character in |titulo= at position 22 (Ajuda)
  2. "AVER, e deriv. V. Haver. [...] §. Aver de peso: fazenda, effeito, genero, que se vende a peso, ou medido; v. g. arroz, legumes, azeites; e se achão na Casa do aver do peso, onde estavão balanças publicas, e medidas, para servirem aos que compravão, e vendião. [...] (do Francez avoir du poids) [...]". SILVA, Antonio de Moraes, Diccionario da lingua portugueza, p. 239. Lisboa. 1813.
  3. "Já em tempo d'El Rei D. Affonso V, á libra romana de 12 onças, até então conhecida em Portugal, foi substituído o arratel de Colonha ou libra de 16 onças; e para conferência regularmente uniforme d'esse novo peso, nas compras e vendas dos generos d'importação e d'exportação, foi admitida a norma de conferimento geralmente conhecida em todas as cidades hanseaticas com o nome de — avoir du poids, que temos traduzido e conservado em o de ver o peso, ver do peso, e que deve ser haver de peso; por ser esta phrase a formula por que começa a breve, mas muito authentica certidão que se dava do peso dos generos, quando verificado nesse officio publico." Memoria sobre as Medidas e o Peso de Portugal comparadamente com as Medidas e o Peso actuaes da França, in Annaes das sciencias, das artes, e das letras; por huma sociedade de portuguezes residentes em Parîs. Tomo V, parte segunda, p. 37. Paris, 1819.
  4. «Mercado Ver-o-Peso, Belém, Pará». Basilio.fundaj.gov.br.