Mileena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mileena
Mileena, como apresentada em Mortal Kombat (2011).
Informações gerais
Série de jogos Mortal Kombat
Primeiro jogo Mortal Kombat II (1993)
Designer John Tobias e Ed Boon
Dublador em inglês Melissa Garcia (português) (Mortal Kombat: Annihilation)Lita Lopez (MK:SM)
Johanna Añonuevo (MK:D, MK:A)
Stephanie Sheh (MK2011)
Informações pessoais
Terra natal Exoterra
Arma Sai (todos os jogos)
Montante (MKG)
Estilo(s) de luta Ying Yeung (MK:D)
Mian Chuan (MK:D, MK:A)
Altura 1,70

Mileena é uma personagem fictícia da série jogos Mortal Kombat. Originalmente conhecida como uma assassina a serviço do Imperador da Exoterra, Shao Kahn, Mileena se trata de um clone tarkatan da princesa Kitana (filha adotiva do imperador), criada pelo feiticeiro Shang Tsung. Ela também serve a outros mestres nos jogos posteriores. Extremamente violenta, Mileena não mede esforços para tentar matar Kitana, com quem possui grande rivalidade, desejando matá-la a todo custo para conquistar o "afeto" de Shao Kahn.

Metade humana e metade tarkatânea (raça humanóide com dentes pontiagudos e afiados devido a fusão de humanos com demônios de Netherrealm), Mileena é uma guerreira que luta com kodachi, armas utilizadas pelos orientais.

História[editar | editar código-fonte]

Após o governante de Outworld, Shao Kahn, conquistar o reino de Edenia, fundindo-o ao seus domínios, ele decidiu que iria manter Kitana, filha do falecido rei de Edenia, viva para criá-la como sua própria. Embora ela tenha crescido sem saber nada de sua origem, Kahn ainda assim temia que um dia Kitana descobrisse sua verdadeira paternidade e se voltasse contra ele. Então, ele ordenou que o feiticeiro Shang Tsung criasse uma versão mais cruel e leal de Kitana que poderia tomar seu lugar futuramente, se necessário. Isso foi feito através da fusão da essência de Kitana com um guerreiro Tarkatan. Em vez de substituir Kitana, como originalmente havia sido planejado, Mileena foi usada para garantir a lealdade de Kitana a Kahn, e assim foi apresentada a ela como sua irmã gêmea, supostamente perdida.[1]

A verdade vem à tona quando ela se alia aos guerreiros da Terra em Mortal Kombat II. Em uma dada oportunidade, as duas lutam mortalmente, e Kitana sai vitoriosa. Ressucitada pelo deus ancião caído Shinnok, Mileena se torna sua aliada. Derrotada por Kitana novamente, surge o rei dragão Onaga que ressuscita Mileena, tornando-a comandante de seu exército para invadir Edenia.

Em Mortal Kombat (2011), Mileena teve parte de sua história reescrita. A princesa Kitana, instigada por Raiden a procurar por verdadeiras respostas, investiga os Poços de Carne, pertencentes ao feiticeiro Shang Tsung. Lá, descobre que o feiticeiro estava criando clones a partir de sua aparência. Kitana se depara com uma legítima cópia sua, deitada em uma mesa, com sua aparência física, mas com dentes tarkataneos. Mileena, como se apresenta, se diz "irmãzinha" da princesa, que fica horrorizada. Após o combate, Kitana leva Mileena à seu pai, denunciando uma possível traição de Shang Tsung. Qual não foi sua surpresa, Mileena havia sido "encomendada" pelo próprio Kahn, que lograva uma filha "realmente fiel a seus interesses".

Nos acontecimentos de Mortal Kombat X, após a morte de Kahn, Mileena pretende levar o nome de seu pai adiante, governando a Exoterra como sua Real Imperatriz. Seus súditos Ermac, Reptile, D'Vorah e Kotal Kahn voltam-se contra ela. Mileena, então, é deposta do trono. Indignada, ela reúne Rain, Tanya e Kano (embora este seja fiel apenas a quem lhe oferece mais dinheiro). Capturada, Mileena é levada a julgamento pelo próprio Kotal Kahn. Ela é executada por D'vorah,que vomita larvas em sua boca. As larvas comem toda a carne da cabeça de Mileena e também abrem um rombo em seu abdome.

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.