Mortal Kombat 3

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mortal Kombat 3
1SNP-Mortal-Kombat-3 LRG.jpg
Capa do jogo para Super Nintendo
Produtora Midway Games: Ed Boon, John Tobias
Editora(s) Midway Games
Conversões/
relançamentos
Super Nintendo, Sega Mega Drive, Game Boy, Sega Game Gear, Sega Master System, PlayStation, PC, R-Zone
Data(s) de lançamento 1995
Gênero(s) jogo de luta
Modos de jogo Single player, multiplayer
Controles joystick de 8 direções, 6 botões (HP, LP, BLOCK, RUN, HK, LK)
Hardware
Sistema Midway Wolf Unit
Gabinete Vertical
Som ADSP2150, Midway Digital Compression System (DCS) - Mono
Vídeo Raster, horizontal: 400 x 254

Mortal Kombat 3 é o terceiro jogo da série Mortal Kombat, lançado em 1995. foi melhorado em Ultimate Mortal Kombat 3, e depois em Mortal Kombat Trilogy.

Personagens e elenco[editar | editar código-fonte]

Personagens antigos[editar | editar código-fonte]

Personagens novos[editar | editar código-fonte]

Personagens secretos[editar | editar código-fonte]

  • Noob Saibot: Richard Divizio(selecionável através de game shark)
  • Smoke(cyber): Sal Divita(selecionável através de códigos)

Chefe e Sub-Chefe[editar | editar código-fonte]

Chefe[editar | editar código-fonte]

  • Shao Kahn: Brian Glynn (selecionável através de códigos)

Sub-Chefe[editar | editar código-fonte]

  • Motaro(selecionável através de códigos)

Novidades do jogo[editar | editar código-fonte]

  • Em MK3 criou-se o botão “Correr”, juntamente com um medidor para a “Corrida”, que fazia com que o jogador corresse, trazendo algumas vantagens. O medidor vai acabando de acordo com o tanto que o jogador usa-o para correr (o personagem corre somente para frente) e pode executar combos.
  • Em MK3 criou-se os "Kombat Kodes" que eram códigos secretos de seis dígitos que poderiam ser inseridos em uma tela no modo versus, que modificava o jogo, fazendo com que se lutasse com personagens secretos e mostrasse certas mensagens, dependendo do código inserido.
  • Em MK3 criou-se o "Ultimate Kombat Kode" que era um código secreto de dez dígitos que poderia ser inserido após terminar o jogo no modo arcade. Se o código for o correto, Smoke torna-se um jogador selecionável permanentemente. Na versão em arcade, o código poderia ser desativado acessando o menu de diagnóstico da placa.
  • Em MK3 criou-se os "chain combos", conhecidos como combos préviamente programados (intitulados combos ligados). “Chain combos” são botões pré-programados que se apertados farão com que os golpes sejam interligados (exemplo de um dos chain combos de Sonya: Chute alto-Chute alto-Soco alto-Soco alto-Soco fraco-Defesa+Soco alto). Alguns chain combos terminavam com um uppercut ou outro movimento que fazia com que o oponente fosse jogado para o alto.
  • Em MK3 criou-se o tão comentado Animality, onde o personagem transformava-se em um animal e matava o oponente.
  • Em MK3 criou-se o "Mercy", que era necessário para o Animality. O Mercy só poderia ser feito no terceiro round.
  • Em MK3 os personagens possuíam mais Fatalities e golpes especiais, e também havia os Fatalities de tela em três arenas: The Subway, The Bell Tower e The Pit 3.
  • Na versão em arcade de MK3 foi introduzido a tela "Choose Your Destiny". Essa era a tela de escolha de dificuldade, onde o próprio jogador escolhia a mesma. Esse recurso não era encontrado em nenhum dos antecessores, porque a dificuldade era configurada pelo técnico de manutenção.
  • MK3 foi o primeiro jogo da série que fazia distinção da cor do sangue dependendo do personagem; os humanos e Shao Kahn tinham o tradicional sangue vermelho, Sheeva , Motaro E Reptile sangue verde, enquanto os ninjas ciborgues tinham o sangue preto (óleo).
  • MK3 foi o primeiro jogo da série onde se podia jogar com um membro da raça Shokan; Sheeva possuía movimentos próprios e outros personagens compartilhavam alguns movimentos.
  • Algumas arenas davam a possibilidade de mudar de estágio, isso se fazia geralmente aplicando um uppercut no oponente. Por exemplo, se a luta começasse na arena The Soul Chamber, e o personagem aplicasse um uppercut, os dois personagens subiriam para o The Balcony e a luta continuaria lá.

Estilo[editar | editar código-fonte]

Em oposição dos temas orientais de Mortal Kombat e Mortal Kombat II, o tema de MK3 e muito mais contemporâneo. O jogo possui arenas em locais modernos, três personagens são robôs, e alguns personagens tiveram sua aparência reformulada (como Sub-Zero e Kano) e tiveram modificações modernas. O jogo é muito mais sombrio que os antecessores. Os personagens são totalmente digitalizados (e não mais híbridos digitalizados/desenhados como o estilo de Mortal Kombat II.). Muitos dos cenários de fundo, pela primeira vez, usam gráficos em 3D. A trilha sonora apresenta uma instrumentação moderna e não mais os temas orientais dos primeiros dois jogos. O jogo recebeu varias criticas por causa da falta de atenção em relação a arte do jogo. [1], [2].

História[editar | editar código-fonte]

Enquanto os guerreiros lutavam em Outworld, durante os eventos de Mortal Kombat II, o Imperador Shao Kahn coloca em prática sua última alternativa de conquistar a Terra a qualquer preço: ressuscitar a rainha Sindel que se suicidou. Sabendo que a Terra estava desprotegida e que Raiden não poderia interferir, pois subiu ao status de deus Ancião, Kahn dá ordens às tropas de extermínio invadirem a Terra matando milhares de pessoas. Poucos foram poupados, tendo Raiden como protetor de suas almas.

Mesmo tendo sido derrotado por Liu Kang na Torre Negra, Kahn abriu os portais para reclamar por sua esposa no deserto. Com a ajuda de Quan Chi e sua feitiçaria, Sindel reencarnou possuída por um espírito maligno. Parte da Terra já estava imergida em Outworld quando os guerreiros se deram conta que, desta vez, não haviam regras e que o Mortal Kombat aconteceria nas ruas de qualquer cidade ou nos calabouços de Outworld.

Para ajudar os guerreiros, Liu Kang contou com a ajuda do policial da FBI, Kurtis Stryker e do índio xamã Nightwolf. Do lado de Kahn, Motaro e Sheeva, centaurian e shokan, estavam incumbidos de liderar as tropas. Agora, cada guerreiro tinha a livre escolha de proteger a Terra ou concluir suas intenções, como a busca de Sonya por Kano - por este ter matado seu irmão Daniel Blade - e a automação dos ninjas Lin Kuei, Cyrax, Sektor, Smoke e o fugitivo Sub-Zero.

Vencer Kahn e impedir a tomada da Terra à força, era a missão de Liu Kang e seus aliados.

Mortal Kombat 3 vem depois de Mortal Kombat II e tem melhorias em Ultimate Mortal Kombat 3 e Mortal Kombat Trilogy que são apenas atualizações. O próximo jogo na seqüência foi o Mortal Kombat 4.

Fatos[editar | editar código-fonte]

  • Na versão para SNES e Mega Drive as Arenas "Smoke's Portal",(em SNES pode jogar nesse estagio com codigo, porem precisa estar enfrentando Smoke) "Noob's Dorfen" e 'The Graveyard" não estão presentes no console.
  • Também na versão para SNES Alguns estágios tem suas musicas diferentes em relação ao Arcade ("The Balcony" é a Musica de "the Bridge" sendo que no arcade toca a musica de "the pit 3" e "The Belltower" no SNES toca "The Soul Chamber" ao inves de "The Roof")
  • Na versão arcade, Kung Lao não possui uma biografia durante a apresentação. A Midway criou uma para a versão dos consoles de MK3.
  • Noob Saibot não é um ninja totalmente preto, e sim uma versão completamente preta de Kano, porque não há essa versão de ninjas no jogo até o lançamento de Ultimate Mortal Kombat 3. ele não tem golpes especiais e usa alguns dos combos de Kano. Isso também pode ser notado, pelo fato de quando Noob vence um round, o anuncio diz: "Kano shows mercy!". Na versão para Super NES o anuncio diz: "You Suck" e outro jeito de notar e o jogador sendo o sub-zero lutando contra noob saibot ao o congelar ele ira ficar totalmente idêntico a kano.
  • A arena The Graveyard (cemitério) contém túmulos com os sobre-nomes da equipe de desenvolvedores de MK3: Ed Boon, John Tobias, Dan Forden, John Vogel, Steve Beran, Tony Goskie, and Dave Michicich. Para cada round, quatro desses nomes vão aparecer aleatoriamente nos quatro túmulos mais próximos. Cada lápide possui a data de nascimento real da pessoa, assim como a mesma data da morte para todos: dia 1º de abril de 1995, o dia do lançamento do jogo na versão arcade. Uma lápide ao fundo mostra o nome "Cage", referindo-se a Johnny Cage, também é possível ver a palavra "Lite".
  • No fundo da arena The Subway (metrô) pode-se ler: "BOON/TOBIAS", que são os criadores do jogo Mortal Kombat, Ed Boon e John Tobias.
  • Curiosamente Noob Saibot é formado pelos sobrenomes dos criadores do jogo, ao contrário (Noob-Boon/Saibot-Tobias)
  • Muitos dos novos personagens não tinham nomes oficiais durante a produção do jogo, e eram chamados por apelidos como: Sektor e Cyrax eram conhecidos como Ketchup e Mostarda respectivamente, devido a suas cores, enquanto Sindel era chamada de "The Bride" (A noiva) e também como "Muchacha". Kabal era conhecido como "Sandman".
  • As arenas The Graveyard e The Bell Tower eram chamadas de "The Boonyard" e "Tobias Tower".
  • O primeiro Mortal Kombat em que Sub-Zero aparece sem máscara e com um novo visual, reforçando o fato que esse é o irmão mais novo de Sub-Zero (que foi morto no primeiro Mortal Kombat).
  • Há muitas vozes similares entre os personagens do jogo, nas diferentes versões. Aqui estão listadas algumas versões e personagens que compartilham a mesma voz.
    -Arcade:
    *Shang Tsung, Jax, e Kano
    *Stryker e Kabal
    *Sub-Zero e Kung Lao
    *Sonya e Sindel
    *Cyrax, Sektor e Smoke
    *Liu Kang,Nightwolf e Sheeva todos tem vozes únicas.
    -Super NES:
    *Shang Tsung, Jax, Kano, Stryker, Sub-Zero, Kung Lao e Kabal
    *Sonya, Sindel e Sheeva
    *Cyrax, Sektor e Smoke
    *Liu Kang e Nightwolf cada um com sua voz única.
    -Sega Genesis:
    *Shang Tsung, Jax, Kano, Stryker, Sub-Zero, Nightwolf, Kung Lao, e Kabal
    *Sonya e Sindel
    *Cyrax, Sektor e Smoke
    *Sheeva tem voz única
    *Liu Kang tem voz única.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Anexo:Lista de jogos para Sega Mega Drive