Organização Desportiva Pan-Americana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Organização Desportiva
Pan-Americana
Lema "América, Espírito, Sport, Fraternité"
Tipo Desportiva
Fundação 8 de agosto de 1948 (70 anos)
Sede Cidade do México
 México
Membros 41 membros ativos
Línguas oficiais espanhol e inglês
Presidente Neven Ilic Álvarez (Chile)
Sítio oficial ODEPA / PanamSports

A Organização Desportiva Pan-Americana, mais conhecida pela sigla ODEPA (em inglês: Pan American Sports Organization - PASO; em espanhol: Organización Deportiva Panamericana - ODEPA) é a responsável pela organização dos Jogos Pan-Americanos e de outros eventos de caráter olímpico nas Américas, reunindo os Comitês Olímpicos Nacionais dos países do continente americano.[1]

É uma entidade civil sem fins lucrativos, apolítica e não religiosa. Tem por missão fortalecer os vínculos de união e amizade entre os povos americanos e impulsionar o desenvolvimento do esporte no continente. Agindo em consonância com os comitês nacionais, a ODEPA procura levar adiante o olimpismo e seus ideais esportivos e sociais nas Américas. O principal objetivo da Organização Desportiva Pan-Americana é a realização dos Jogos Pan-Americanos, de periodicidade quadrienal, no ano anterior ao da edição dos Jogos Olímpicos.

As línguas oficiais da ODEPA são a espanhola e a inglesa. Sua sede está na Cidade do México e seu lema é "América, Espírito, Sport, Fraternité". É umas das cinco organizações continentais que formam a Associação dos Comitês Olímpicos Nacionais (ACON), sendo reconhecida para tanto pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).[1]

História[editar | editar código-fonte]

A ODEPA foi oficialmente fundada em 8 de agosto de 1948, após ser reconhecida pelo COI. Seu precursor foi o Congresso Desportivo Pan-Americano (Buenos Aires, 28-31 de agosto de 1940), que se constituiu para organizar e administrar os Jogos Pan-Americanos originalmente programados para 1942, mas realizados apenas em 1951 na Argentina (em virtude da Segunda Guerra Mundial).

Organizações afiliadas[editar | editar código-fonte]

Existem quatro organizações regionais filiadas à ODEPA, sendo elas:[1]

Membros[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a ODEPA tem 41 países-membros. Para fazer parte da entidade, um país das Américas deve ter um Comitê Olímpico Nacional reconhecido pelo COI. Cada um desses comitês olímpicos nacionais tem direito a ser representado por dois delegados (um titular e um suplente) nas Assembleias Gerais da ODEPA.

Nº. País Código Nome Página eletrônica Grupo
1  Antígua e Barbuda ANT Antigua und Barbuda Olympic Association Grupo 2
2  Argentina ARG Comité Olímpico Argentino [1] Grupo 3
3  Aruba ARU Comite Olimpico Arubano Grupo 3
4  Bahamas BAH Bahamas Olympic Association [2] Grupo 1
5  Barbados BAR Barbados Olympic Association [3] Grupo 2
6  Belize BIZ Belize Olympic and Commonwealth Games Association [4] Grupo 1
7  Bermudas BER Bermuda Olympic Association Grupo 1
8  Bolívia BOL Comité Olímpico Boliviano [5] Grupo 3
9  Brasil BRA Comitê Olímpico do Brasil [6] Grupo 3
10 Ilhas Cayman CAY Cayman Islands Olympic Committee Grupo 2
11  Canadá CAN Comitê Olímpico do Canadá [7] Grupo 1
12  Chile CHI Comité Olímpico de Chile [8] Grupo 3
13  Colômbia COL Comité Olímpico Colombiano [9] Grupo 3
14 Costa Rica CRC Comité Olímpico de Costa Rica [10] Grupo 1
15  Cuba CUB Comité Olímpico Cubano [11] Grupo 2
16 Dominica DMA Dominica Olympic Committee Grupo 2
17 Equador ECU Comité Olímpico Ecuatoriano [12] Grupo 3
18 El Salvador ESA Comité Olímpico de El Salvador [13] Grupo 1
19  Estados Unidos USA Comitê Olímpico dos Estados Unidos [14] Grupo 1
20 Granada GRN Grenada Olympic Committee Grupo 2
21  Guatemala GUA Comité Olímpico Guatemalteco [15] Grupo 1
22 Guiana GUY Guyana Olympic Association Grupo 3
23 Haiti HAI Comité Olympique Haïtien [16] Grupo 1
24 Honduras HON Comité Olímpico Hondureño Grupo 1
25 Ilhas Virgens Americanas ISV U.S. Virgin Islands Olympic Committee Grupo 2
26 Ilhas Virgens Britânicas IVB British Virgin Islands Olympic Committee Grupo 2
27  Jamaica JAM Jamaica Olympic Association [17] Grupo 2
28  México MEX Comitê Olímpico Mexicano [18] Grupo 1
29 Nicarágua NCA Comité Olímpico Nicaragüense Grupo 1
30  Panamá PAN Comité Olímpico de Panamá [19] Grupo 1
31  Paraguai PAR Comité Olímpico Paraguayo [20] Grupo 3
32  Peru PER Comité Olímpico Peruano [21] Grupo 3
33  Porto Rico PUR Comité Olímpico de Puerto Rico [22] Grupo 2
34 República Dominicana DOM Comité Olímpico Dominicano [23] Grupo 1
35  São Cristóvão e Névis SKN St. Kitts and Nevis Olympic Association Grupo 2
36 São Vicente e Granadinas VIN Saint Vincent & The Grenadines Olympic Committee Grupo 2
37 Santa Lúcia LCA Saint Lucia Olympic Committee Grupo 2
38 Suriname SUR Surinaams Olympisch Comité [24] Grupo 3
39 Trinidad e Tobago TRI Trinidad and Tobago Olympic Committee [25] Grupo 3
40 Uruguai URU Comité Olímpico Uruguayo [26] Grupo 3
41  Venezuela VEN Comité Olímpico Venezolano [27] Grupo 2

Regimento[editar | editar código-fonte]

A Assembleia Geral da ODEPA é a autoridade suprema na organização. Cada um dos 41 países-membros tem direito a um voto, porém os nove países que já sediaram os Jogos Pan-Americanos tem o direito a mais votos, sendo múltiplos de quantas vezes já sediaram o evento. As exceções são o Canadá e México que tem 4 votos (possuem o voto comum acrescido de três, por terem sediado os Jogos Pan-Americanos em igual número de oportunidades), Brasil e Estados Unidos (três votos cada), além do voto comum a todos.

Existe o limite máximo de cinco votos para cada país-membro da ODEPA, sendo a validade dos mesmos para a escolha da sede dos Jogos Pan-Americanos ou para a eleição do Comitê Executivo.[2]

Comitê Executivo[editar | editar código-fonte]

O Comitê Executivo da ODEPA é a autoridade delegada permanente desta entidade. É formado pelo presidente da organização, três vice-presidentes e um secretário-geral, além de um tesoureiro e mais nove membros, três por cada um dos três grupos de 14 países cada, reunidos por aproximação geográfica.

À exceção do secretário-geral e do tesoureiro, indicados pelo presidente para aprovação da Assembleia Geral, todos os outros cargos são eletivos, com mandato de quatro anos e direito a reeleição. A eleição se dá na Assembleia Geral realizada um ano após cada edição dos Jogos Pan-Americanos.[1]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Segue-se abaixo a lista de presidentes da ODEPA.[3][4][5]

Presidente Nacionalidade Mandato
Avery Brundage Estados Unidos Americano 1940 - 1951
José de Jesús Clark Flores México Mexicano 1951 - 1955
Doug Roby Estados Unidos Americano 1955 - 1959
José de Jesús Clark Flores México Mexicano 1959 - 1971
Sylvio de Magalhães Padilha Brasil Brasileiro 1971 - 1971
José Beracasa Venezuela Venezuelano 1971 - 1975
Mario Vázquez Raña México Mexicano 1975 - 2015
Ivar Sisniega México Mexicano 2015 - 2015
Julio Maglione Uruguai Uruguaio 2015 - 2017
Neven Ilic Álvarez Chile Chileno 2017 - presente
  • Nota: os mandatos de Sylvio de Magalhães Padilha (1971) e Ivar Sisniega (2015) foram de caráter interino.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «CONSTITUCIÓN DE LA ORGANIZACIÓN DEPORTIVA PANAMERICANA» (PDF). www.panamsports.org (em espanhol). ODEPA. Consultado em 12 de janeiro de 2019 
  2. «ODEPA amplia poder de voto para países que sediam os Jogos Pan-americanos». www.cob.org.br. COB - Comitê Olímpico Brasileiro. 10 de maio de 2010. Consultado em 16 de maio de 2010 
  3. «Adeus, Nuzman. Surpresa impactante: o chileno Neven Ilic é o novo presidente da Odepa». esportes.r7.com. Blog do Silvio Lancellotti - R7 Esportes. 26 de abril de 2017. Consultado em 12 de janeiro de 2019 
  4. Medrano, Claudio (26 de abril de 2017). «Neven Ilic es electo nuevo presidente de ODEPA» (em espanhol). Diario y Radio U Chile. Consultado em 12 de janeiro de 2019 
  5. «Chileno é eleito presidente da Odepa; Nuzman cai no primeiro turno». Gazeta Esportiva. 26 de abril de 2017. Consultado em 12 de janeiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]