Paial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde outubro de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Paial
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 4 de julho de 1995 (22 anos)
Gentílico paialense
Prefeito(a) Nevio Antonio Mortari (PSD)
(2017–2020)
Localização
Localização de Paial
Localização de Paial em Santa Catarina
Paial está localizado em: Brasil
Paial
Localização de Paial no Brasil
27° 15' 07" S 52° 29' 52" O27° 15' 07" S 52° 29' 52" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Oeste Catarinense IBGE/2008 [1]
Microrregião Concórdia IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Chapecó, Seara, Itá, Itatiba do Sul, Erval Grande
Distância até a capital 543 km
Características geográficas
Área 85,761 km² [2]
População 2 100 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 24,49 hab./km²
Altitude 425 m
Clima subtropical cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,752 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 21 818,187 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 11 780,88 IBGE/2008[5]
Página oficial

Paial é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Localiza-se a uma latitude 27º15'08" sul e a uma longitude 52º29'53" oeste, estando a uma altitude de 425 metros. Sua população estimada em 2011 era de 1 741 habitantes. Possui uma área de 85,761 km².

Origem[editar | editar código-fonte]

O município de Paial conta com um legado cultural muito grande. A origem do nome se dá em duas versões distintas : a primeira diz que Paial tem sua origem ligada a caçadores gaúchos que vinham para este local caçar e se abrigavam em um paiol coberto de palhas de guaricangas próximo ao lajeado tapera (riacho da região) . Devido as várias miscigenações e pronuncias incorretas, denominaram este local de Paial. A segunda diz que no inicio da colonização, havia um agrimensor denominado Bayer. Devido as miscigenações e dificuldades de pronuncia, surgiu : Baiel, Paiel, Paial. No inicio de 1924, fundou-se o primeiro povoamento com o imigrante Pritch que se estabeleceram nas proximidades de lajeado Tatu formando-se uma colônia coletiva de alemães vindos do Rio Grande do Sul, sendo um total de 30 famílias. Não se adaptando ao trabalho agrícola, revoltaram-se pela falta de alimentos, atearam fogo em suas choupanas abandonando o local, tomando destinos diferentes.

Em 1929, Guilherme Frederico Bender comprou diversas colônias de terras da empresa colonizadora Luce Rosa & Cia nas proximidades do lajeado Tapera, Goiabal e Rio Irani. No final do ano de 1930, Guilherme Frederico Bender veio reconhecer suas terras, pois foi informado que estava ocorrendo retirada de madeira não autorizada de suas terras e comercializadas com a Argentina através de balsas durante as cheias do Rio Uruguai. Após um mês retornou a cidade de Não Me Toque - RS, loteando a sua reserva e confirmando o nome de Paial, o qual já era conhecido na Região. Em 1938, Guilherme Frederico Bender acaba falecendo e seu filho inicia a venda de terras para imigrantes do Rio Grande do Sul. Em 1940 chega o Primeiro Morador, Srº Willi Pommerening, em seguida vieram outros moradores: 1942 Abilio Frederico Jung, 1943- Edgar Floriano Grinevald, Pedro Hespich e Alberto Virgutz, 1946- Eduardo Bischoff e Ernesto Augusto Braatz, 1947- Fridoldo Bochoff e em 1951 Julio Bender.

Fundação[editar | editar código-fonte]

Paial pertencia inicialmente, em 1917 a cruzeiro (hoje Joaçaba), posteriormente a Concórdia, em 1953 a Seara, em 1956 a Itá, e em 04 de julho de 1995 cria-se o Município de Paial .Devido as dificuldades de aceso encontrado pelos habitantes para efetuarem registros e para obterem maiores condições administrativas, os moradores de Paial entram com pretensão na Câmara Municipal de Ita, solicitando a emancipação a Distrito, sendo que foi aprovado pela Resolução Nº 2/61 e homologada através da Lei Estadual Nº 776 de 1º de Dezembro de 1961 e instituído em 16 de Setembro de 1962 com as Primeiras autoridades: Escrivão de Paz : Abílio Faustino Bender/ Suplente de Escrivão de Paz : Carlos Andrighi Sub-Delegado de Policia : Francisco Maciel Bageston ( o qual se deu nome ao Colégio Estadual ficando assim constituído Escola de Educação Básica Francisco Maciel Bageston)./ Fiscal do Posto de Arrecadação dos Impostos do Estado : Elias Bernardi/ Intendentes : 1962 a 1967 :Osvaldo Becker; 1967 a 1975 : Reinaldo Albrecht; 1975 a 1983 : Osvaldo Becker; 1983 a 1997 : Acy Hilson Bender.

Os primeiros vereadores que representaram o município de Paial são: Arthur Auler (nome este dado a Escola Municipal de Linha Aparecida), Osvaldo Arlindo Becker, Avelino Auler, Claudino José Lippert ( em  valorização ao seu trabalho foi homenageado colocando seu nome no Centro Esportivo, atual centro de eventos, hoje denominado “Centro de Eventos Claudino José Lippert”) , João Capelesso (valorizando seu trabalho, em sua homenagem colocando seu nome no Centro Administrativo, hoje denominado “Centro Administrativo João Capelesso”) , João Pommerening, Névio Antonio Mortari. No inicio a intendência funcionava na residência do intendente. Em 1987 com a inauguração da Casa do Trabalhador (hoje  Centro Administrativo) é que a Intendência passou a ter Sede própria onde passou a funcionar Posto de Saúde, Gabinete Odontológico, Posto do Banco Besc, Despachante, Cartório do registro Civil, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Posto telefônico, ainda passou a funcionar a Sub-Prefeitura com um pequeno Parque de Máquinas. Em 03 de outubro de 1996 ocorre a primeira eleição para o Poder Executivo e Legislativo, onde os mesmos tomaram posse em 1º de Janeiro de 1997, ficando assim  constituída:Prefeito : Névio Antonio Mortari/ Vice-Prefeito : Aldair Antonio Rigo. Câmara de Vereadores: Ademir Andrighi; Amandio Auler; Jaci Vizzoto; Jandir Cromianski; Júlio Augusto Bender; Manuel Otávio Alves de Oliveira; Neri Pommerening; Telmo Augusto Steindorff; Oscar Sive. É a cidade do Esquadrão Arara.

Esportes[editar | editar código-fonte]

Quando falamos de esporte é lembrado principalmente o futebol e futsal, que equipes como Bem Amigos Paial que conta com jogadores como: Marlon Auler, Cleidir Kemmirich, Geovani Bedin, Jackson Stanke, Rones Braga, Airton dos Santos e Marcelo Pacheco (Cachorro) , a equipe do Beira Lago é considerada a mais forte do municipio, com jogadores como: Cleidir Kemmirich, Geovani Bedin, Jackson Stanke, Ismael Teodoro, Vinicius Rommel, Lucas Petry, Maicon Poganski, João Capelesso, Guilherme Rego, Marco Antônio Mendes de Medeiros, Mateus Poganski e Giovani Heineeman, junto com Beira Lago a equipe da Linha Verde também é uma das forças do futsal municipal, estas são as equipes de maior expressão da cidade e que representam o município em competições regionais. O jogador Ronaldo Francisco César Mendes de Medeiros, atualmente no Santos é oriundo do município.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.