Itá (Santa Catarina)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Itá
Bandeira indisponível
Brasão de Itá
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Aniversário 13 de dezembro
Gentílico itaense
Prefeito(a) Jairo Luiz Sartoretto (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Itá
Localização de Itá em Santa Catarina
Itá está localizado em: Brasil
Itá
Localização de Itá no Brasil
27° 17' 27" S 52° 19' 22" O27° 17' 27" S 52° 19' 22" O
Unidade federativa Santa Catarina
Mesorregião Oeste Catarinense IBGE/2008 [1]
Microrregião Concórdia IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Seara, Concórdia, Paial, Aratiba, Arabutã, Barra do Rio Azul, Itatiba do Sul
Distância até a capital 510 km
Características geográficas
Área 165,463 km² [2]
População 6 427 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 38,84 hab./km²
Altitude 385 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,771 elevado PNUD/2010[4]
PIB R$ 178 280,116 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 27 106,60 IBGE/2008[5]

Itá é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Localiza-se a uma latitude 27º17'26" sul e a uma longitude 52º19'23" oeste, estando a uma altitude de 385 metros. Sua população estimada em 2004 era de 6 829 habitantes. Possui uma área de 166,17 km².

História[editar | editar código-fonte]

Maquete da antiga cidade de Itá.

A cidade de Itá foi fundada em 1870, em 7 de Janeiro de 1930 foi elevada á categoria de Distrito, e em 13 de dezembro de 1950 adquiriu sua emancipação político-administrativa tornando-se município. Situada no vale do Rio Uruguai, um dos principais rios de Santa Catarina, a cidade sobrevivia de um pequeno comércio local, produtos como a uva, a cachaça e em consequência da cachaça o açúcar, rapadura, marmelada, melado e o bagaço da cana.

Cidade nova[editar | editar código-fonte]

A cidade nova foi construída devido a criação da Usina Hidrelétrica de Itá, aproveitando um desnível de 120 metros, a usina teria uma capacidade instalada de 1.450 MW. A água represada do rio Uruguai cobriria toda a área da cidade então a prefeitura e a estatal (Eletrosul) responsáveis pela obra da usina indenizaram as famílias e começaram as obras para a construção da nova cidade de Itá, ao lado da velha cidade mas a uma altitude maior. Quando as águas do rio Uruguai inundaram a cidade velha, restaram visíveis apenas as torres da velha igreja, que hoje serve como ponto turístico para a cidade.

A estrutura da nova cidade totalmente planejada, é urbano linear atravessando toda a cidade de leste a oeste até a UHE Itá, com estradas de ligação ao interior do município. Com mais de 95% das ruas asfaltadas a cidade de Itá é servida por rede de energia elétrica (Celesc), rede de água (poços artesianos) rede de esgoto (Casan), telefonia fixa e móvel, asfaltamento, coleta diária de resíduos, arborização e ajardinamento. Significado do nome da cidade é Pedra na língua Tupi- gurani. a nova cidade foi fundada em 1985.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

A maioria de seus habitantes é de origem italiana ou alemã.

Cidades vizinhas[editar | editar código-fonte]

Usina[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Usina Hidrelétrica de Itá
Água represada para usina cobrindo a antiga cidade de Itá.

A Usina Hidrelétrica de Itá, ou somente UHE Itá foi inaugurada em 19 de setembro de 1997. O reservatório da UHE ITÁ inunda aproximadamente 103 km² de terras, em sua maioria caracterizadas por minifúndios com área média de 29 ha, abrangendo um total de onze municípios, sendo sete em Santa Catarina: Itá, Arabutã, Concórdia, Alto Bela Vista, Ipira, Peritiba, Piratuba; e quatro no Rio Grande do Sul: Aratiba, Mariano Moro, Severiano de Almeida e Marcelino Ramos.

Turismo[editar | editar código-fonte]

As torres da antiga igreja, o que restou da velha cidade.

Além do turismo trazido pela história da cidade devido a inundação da mesma restando somente as torres da igreja e a reconstrução da cidade, a cidade possui também o complexo turístico Parque Thermas Itá, inaugurado em 14 de novembro de 2005, com área de aproximadamente 80 mil metros quadrados.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 15 de fevereiro de 2014 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.