Palmitos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o plural de palmito, veja palmito.
Município de Palmitos
"Capital Catarinense + cidade do Vinho Colonial"
"Capital da Produção"
Bandeira de Palmitos
Brasão de Palmitos
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 25 de outubro de 1926 (91 anos)

Emancipação: 2 de março de 1954 (63 anos)

Gentílico palmitense
Prefeito(a) Dair Jocely Enge (PMDB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Palmitos
Localização de Palmitos em Santa Catarina
Palmitos está localizado em: Brasil
Palmitos
Localização de Palmitos no Brasil
27° 04' 04" S 53° 09' 39" O27° 04' 04" S 53° 09' 39" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Oeste Catarinense IBGE/2008 [1]
Microrregião Chapecó IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Região Metropolitana de Chapecó
Municípios limítrofes São Carlos, Cunhataí, Cunha Porã, Caibi, Iraí (RS) e Alpestre (RS)
Distância até a capital 612 km
Características geográficas
Área 350,690 km² (BR: 3106º)[2]
População 16 266 hab. (SC: 82°;) –  Censo IBGE/2010[3]
Densidade 46,38 hab./km²
Altitude 406 m
Clima Subtropical úmido Cwa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,737 (SC: 62°) – elevado PNUD/2010 [4]
PIB R$ 372 871,911 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 22 520,50 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura [1]
Câmara [2]

Palmitos é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Localizado na Microrregião de Chapecó e na Mesorregião do Oeste Catarinense, estando a uma altitude de 406 metros. Sua população é de 16.050 habitantes, segundo o último censo do IBGE 2010.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A explicação mais aceitável para o nome que o município leva é pela existência no local de palmeiras nativas da Mata Atlântica, conhecidas como palmito.[6]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1926, agricultores vindos do Rio Grande do Sul começaram a construir casas, onde hoje se situa a Linha Cascalho, no sul do município. O engenheiro alemão Carlos Culmey liderava o grupo formados pelas famílias Otto, Bortolanza, Trenepol, Knapp e Daenek entre outras, sendo que maioria destes colonos eram descendentes de alemães e italianos.[6]

O primeiro a morar na cidade foi Fernando Otto, que construiu um grande casarão, depois um grande hotel que abrigava compradores de terra do Rio Grande do Sul.[6] Em 1938, o então distrito de Chapecó passou a chamar-se Passarinhos e, em 1947, foi denominado Palmitos, sendo desmembrado de Chapecó em 1953.[6]

Em 2 de março de 1954, Palmitos tornou-se município, e teve o tenente Olavo Spaldin de Souza como prefeito nomeado pelo governo do Estado.[6] Em 3 de outubro de 1954 foi eleito o prefeito Avelino Alves Triches, comerciante de madeira, amigo de Carlos Culmey e um dos colaboradores da Companhia Sul Brasil e também foi eleita a primeira Câmara de Vereadores, composta de sete vereadores.[6]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Palmitos fica à margem da SC-283, 16 km a oeste de São Carlos. Vindo de Chapecó pela SC-283, a distância é de 65 km. Vindo do sul pela BR-158, a distância é de 216 km. Em Palmitos também existe a Rodovia Claumir Luiz Trevisol que é um acesso até o distrito de Santa Lúcia.

Festas[editar | editar código-fonte]

  • Festa do Colono e Motorista : É a festa mais tradicional da cidade e ocorre há mais de 40 anos. É comemorada no dia 25 de julho com bailes, jantares e o desfile dos colonos e dos caminhoneiros.
  • Festa do Vinho Colonial e Expoleite : Ocorre há 14 anos no Centro de Exposições da Cidade (CTG Porteira d'oeste). A festa movimenta mais de 30 mil pessoas em seus 3 dias de duração e acontece a cada 2 anos. Muitas bandas já tocaram na festa, tais como Gian e Giovani, Mercosul entre outras.

Educação[editar | editar código-fonte]

Ensino superior
Ensino básico

Atividades econômicas[editar | editar código-fonte]

As principais atividades econômicas são a bovinocultura de leite, produção de suínos e aves, a atividade agrícola voltada à produção de grãos, destacando-se o milho, o soja e o feijão.

Palmitos tem a segunda maior bacia leiteira do estado de Santa Catarina.

No município está a sede da Cooperativa A1, a mais antiga rede de cooperativas do estado.

Secretaria[editar | editar código-fonte]

Palmitos é sede da 29ª Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional (SDR), secretaria vinculada ao poder executivo estadual, a qual estão vinculados os municípios de Águas de Chapecó, Cunhataí, Caibi, Mondaí, Riqueza, Cunha Porã São Carlos, além do próprio município sede.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Regional é Élio Pedro Hoss Godoy (de São Carlos/SC), precedido por Ruben Fritz Prass (Palmitos/SC), Alencar Fiegenbaum (Palmitos/SC), Mauro de Nadal (Cunha Porã), Manfried Rutzen (Riqueza) e Adilson Zeni (Águas de Chapecó), este que implantou a SDR durante o governo de Luiz Henrique da Silveira.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Fontes de águas termais,trilhas,cachoeiras,banhos de rios,vista panorâmica do rio Uruguai,comidas e Vinhos Coloniais.Palmitos oferece tudo isso com uma ótima infraestrutura. Alguns pontos turísticos de Palmitos:

Geografia[editar | editar código-fonte]

Limites[editar | editar código-fonte]

Distritos[editar | editar código-fonte]

  • Distrito Sede
  • Distrito de Sede Oldemburg
  • Distrito de Diamantina
  • Distrito de Santa Lúcia
  • Ilha Redonda

Bairros[editar | editar código-fonte]

Zona Sul
Zona Central
Zona Norte

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Palmitos é banhada pelos rio Uruguai, rio Barra Grande e rio São Domingos (fonte de água para a cidade). Há também um pequeno rio que corta a cidade com o nome de rio Palmitos.

Rádios[editar | editar código-fonte]

Canais de televisão[editar | editar código-fonte]

Atualmente o município possui quatro sinais de canal aberto:

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. a b c d e f Prefeitura de Palmitos - História e Colonização de Palmitos, in "Histórias da Colonização de Palmitos" de Marcos Batista Schuh Acessado em 14 de abril de 2017

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.