Pies descalzos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pies descalzos
Álbum de estúdio de Shakira
Lançamento 6 de outubro de 1995 (1995-10-06)
Gravação Fevereiro—Julho de 1995
Gênero(s)
Duração 41:06
Idioma(s) (em espanhol)
Formato(s)
Gravadora(s)
Produção
  • Shakira
  • Luis Fernando Ochoa (exec.)
Cronologia de Shakira
Peligro
(1993)
The Remixes
(1997)
Singles de Pies descalzos
  1. "Estoy aquí"
    Lançamento: 29 de agosto de 1995 (1995-08-29)
  2. "¿Dónde estás corazón?"
    Lançamento: 2 de fevereiro de 1996 (1996-02-02)
  3. "Pies descalzos, sueños blancos"
    Lançamento: 15 de abril de 1996 (1996-04-15)
  4. "Un poco de amor"
    Lançamento: 16 de maio de 1996 (1996-05-16)
  5. "Antología"
    Lançamento: 8 de janeiro de 1997 (1997-01-08)
  6. "Se quiere, se mata"
    Lançamento: 10 de março de 1997 (1997-03-10)

Pies descalzos é o terceiro álbum de estúdio e o primeiro lançado mundialmente pela cantora colombiana Shakira.[nota 1] Inicialmente, foi distribuído no mercado em 6 de outubro de 1995, apenas na Colômbia. Meses depois foi lançado internacionalmente pelas companhias discográficas Sony Music e Columbia Records. Após um período de afastamento da área da música, Shakira começou a gravar material para o álbum em fevereiro de 1995 com a assistência do produtor Luis Fernando Ochoa. Ambos se conheceram quando trabalharam em "¿Dónde estás corazón?", décima faixa do alinhamento do disco. O álbum foi lançado em diferentes formatos físicos durante a década de 1990, incluindo a versão brasileira com vários temas gravados em português. De acordo com a cantora, Pies descalzos surgiu "da necessidade" de expressar seu inconformismo. Musicalmente, Pies descalzos incorpora o pop latino combinado com rock alternativo e reggae. Seu conteúdo lírico é baseado em temas como o amor, comportamento social e o aborto.

Em retrospecto, Pies descalzos recebeu revisões geralmente favoráveis dos críticos musicais, os quais complementaram o disco como uma estreia forte. Comercialmente, o projeto foi o registro de avanço da cantora, a qual estabeleceu notabilidade em toda a América Latina. Nas paradas musicais, o CD conseguiu um pico na quarta, terceira e 34ª posição em três tabelas compliadas pela Billboard, sendo elas Top Latin Albums, Top Latin Pop Albums e Top Heatseekers Albums, respectivamente. Na Alemanha, Pies descalzos conseguiu como melhor colocação a 71ª posição. Adicionalmente, foi certificado platina em vários países, como no Brasil, México, Estados Unidos e Venezuela, e diamante na Colômbia. Mundialmente, o disco vendeu mais de cinco milhões de cópias — sendo 1,5 milhões delas somente no Brasil.[1]

De Pies descalzos, seis singles foram lançados, todos os quais conseguiram um sucesso comercial nos Estados Unidos. Seu primeiro single, "Estoy aquí", conseguiu a vice-liderança na tabela musical Billboard Latin Songs, e foi sua primeira música promovida com um vídeo musical. Todos os outros singles emitidos, "¿Dónde estás corazón?", "Pies descalzos, sueños blancos", "Un poco de amor", "Antología", e "Se quiere, se mata" tiveram um pico nas vinte melhores posições da mesma tabela. O disco foi posteriormente promovido através da Tour Pies Descalzos, que visitou a América do Norte, América do Sul e Europa ao longo de 1996 e 1997.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em 1990, aos 13 anos de idade, Shakira assina contrato com a gravadora Sony Music.[2] Seu primeiro álbum de estúdio Magia foi lançado em 1991, onde muitas das canções foi composta pela mesma aos oito anos de idade.[3] Comercialmente, o projeto fracassou, vendendo apenas 1,200 exemplares ​​em seu país natal, Colômbia. Seu segundo álbum, Peligro, foi lançado em 1993 e acabou seguindo os passos do seu antecessor.[4] Consequentemente, Shakira tomou um hiato de dois anos, permitindo que ela completasse seu ensino médio. Olhando para reviver sua carreira, Shakira decidiu fazer um álbum de estúdio de estreia de grande destaque. Pies Descalzos foi produzido em um orçamento de $100.000, uma vez que se esperava que fossem vendidas apenas 100.000 cópias.[5]

Composição[editar | editar código-fonte]

O álbum se concentra principalmente nos pop latino, embora experimente, também, estilos de pop rock.[6] Assumindo uma posição proeminente em sua produção, Shakira co-escreveu e co-produziu cada uma das onze faixas incluídas no álbum.[7] O álbum se inicia com "Estoy Aquí", onde podemos ver o proeminente uso da instrumentação de guitarra.[8] Liricamente, ele discute uma vontade de corrigir um relacionamento que não deu certo.[9] Na balada pop "Antología" nota-se uma apreciação do conhecimento que um amante compartilhou.[10] "Un Poco de Amor" afirma que Shakira está esperando encontrar alguém que a ame; esta foi a sua primeira faixa que inclui frases em inglês, realizadas por Howard Glasford,[11] o qual não foi credenciado, a canção possui elementos da música reggae.[12]

A canção "Quiero" orientada por guitarra explica a felicidade de Shakira ao retorno de um amante..[13] Da mesma forma, o meio-tempo "Te Necesito" e o bem sucedido "Vuelve" descrevem seu anseio por um parceiro romântico para voltar a entrar em sua vida..[14][15] "Te Espero Sentada" expressa o desejo de um parceiro romântico estar ciente da tristeza que sua ausência traz para Shakira..[16] "Pies Descalzos, Sueños Blancos" sugere que uma pessoa é mais feliz ao viver um estilo de vida despreocupado,.[17] enquanto "Pienso en Ti" Shakira pensa mais sobre um amante à medida que os tempos progridem..[18] A penúltima faixa "¿Dónde Estás Corazón?" faz uma pergunta para que o namorado dela volte para ela..[19] O álbum fecha com a sua décima primeira faixa "Se Quiere, Se Mata", que conta a história dos expectantes pais Braulio e Dana,[20] e se ouve o uso de uma gaita durante seu coro.[21]

Singles[editar | editar código-fonte]

Shakira performando "Donde Estas Corazón?" durante a "Tour Anfibio", 2000

"Estoy Aquí" foi servido como carro chefe de Pies Descalzos em 1995.[22] Foi encontrado com críticas positivas dos críticos de música, que o reconheceu como uma faixa de destaque do álbum.[23][24] Além disso, tornou-se a primeira gravação de Shakira a alcançar o sucesso comercial. A música atingiu o pico de números 1 e 2 nas paradas da Billboard Latin Pop Songs e Latin Songs.[25] "Estoy aqui" tornou-se a primeira faixa de Shakira a receber um videoclipe de acompanhamento e foi dirigido por Simon Brand.[26] A configuração representa um celeiro durante o outono e o inverno, e mostra uma Shakira de cabelos negros interpretando a música com sua guitarra.[27]

"¿Dónde estás corazón?" Foi originalmente apresentado no álbum de compilação colombiano Nuestro Rock.[28] Depois de alcançar o sucesso no disco, foi lançado mais tarde como o segundo single de Pies Descalzos e também foi abraçado como um destaque do disco.[23][24] A faixa alcançou os números 3 e 5 nas listas Billboard Latin Pop Songs e Latin Songs, respectivamente.[25] O seu videoclipe foi dirigido por Gustavo Garzón e mostra várias cenas de Shakira com fotografias, sentada numa cadeira vermelha e cantando na chuva.[29]

"Pies descalzos, sueños blancos" foi servido como o terceiro single do álbum e foi elogiado por sua melodia e composição.[24] Em comparação com os singles anteriores, a faixa se tornou ligeiramente inferior ao alcançar o número 11 na parada da Billboard Latin Pop Songs.[25] O seu videoclipe acompanhado foi dirigido por Garzón e filmou Shakira cantando enquanto participava de uma festa de mascara de classe alta.[30] "Un Poco de Amor" tornou-se o quarto single do projeto, e foi apreciado por suas influências proeminentes do reggae.[12] Alcançou o número 11 nas paradas da Billboard Latin Songs e Latin Pop Songs charts.[24] O videoclipe foi dirigido por Garzón[31] e descreve Shakira dançando com o vocalista convidado não creditado Howard Glasford, além de membros de vários grupos étnicos.[32]

O quinto single "Antología" alcançou os números 3 e 15 nas paradas da Latin Pop Songs e Latin Songs, respectivamente.[25] A faixa não recebeu um videoclipe formal, embora uma performance na Holanda durante a Oral Fixation Tour tenha sido oficialmente lançada no YouTube em 2007.[33]

O sexto e último single "Se quiere, se mata" alcançou os números 1 e 8 nos charts Latin Pop Songs e Latin Songs, respectivamente.[25] O seu videoclipe foi dirigido por Juan Carlos Martin; Conta a história de Braulio e Dana, que sucumbem aos seus desejos sexuais, resultando na gravidez de Dana. Conclui que Dana decidi que vai abortar o feto.[34] Para promover ainda mais Pies Descalzos, Shakira embarcou na Tour Pies Descalzos durante 1996 e 1997. Com a turnê, ela visitou dez países e realizou 21 exibições em dois continentes.[35]

Recepção da critica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
About.com 5 de 5 estrelas.[24]
Allmusic 4 de 5 estrelas.[23]
Billboard (favorable)[36]
The New Rolling Stone Album Guide 2.5 de 5 estrelas.[37]

Em um revisão, Pies Descalzos recebeu críticas e sua maioria favoráveis ​​dos críticos de música, que o elogiaram como uma forte exibição de estréia. Carlos Quintana da About.com, apreciou a "combinação de estilos de Shakira, letras bem pensadas e o arranjos das música", e colocou-a entre seus mais fortes corpos de trabalho.[24] Jose F. Promis do Allmusic, opinou que o disco de "baladas equilibradas e sinceras com pegajoso, jangly pop/rock" e uma "estréia sólida".[23] Um revisor da Billboard, forneceu uma revisão positiva, opinando que o registro "[traz] paixão, convicção e honestidade".[36] No Billboard Latin Music Awards de 1997, o álbum recebeu dois prêmios de "Álbum Pop do Ano por uma Artista Feminina" e "Álbum Pop do Ano por uma Nova Artista".[38] Também foi nomeado no 9º Lo Nuestro Awards em 1997, para "Álbum Pop do Ano", mas perdeu para o álbum de Enrique Iglesias, Vivir.[39] A própria Shakira recebeu os Prémios Lo Nuestro de "Artista Pop Feminina do Ano" e "Artista Revelação Pop do Ano".[40] Em 2015, A Billboard listou Pies Descalzos, como um dos álbuns latinos essenciais do ano passado 50, afirmando que "Finalmente, o rock latino encontrou sua musa".[41]

Recepção comercial[editar | editar código-fonte]

Comercialmente, o projeto tornou-se o disco da Shakira, com o qual ela estabeleceu notabilidade em toda a América Latina. Na Argentina, obteve a certificação de dupla platina, depois de vender mais de 120 mil cópias.[42] Em sua terra de origem a Colômbia, o álbum recebeu o "Prisma de Diamante" por sua gravadora, reconhecendo as vendas de um milhão de unidades.[43] O disco foi certificado de platina no Brasil; Vendendo mais de um milhão de cópias, tornando-se um dos álbuns internacionais mais vendidos do país.[1] Foi adicionalmente certificado de platina no Chile.[43] No Equador, Pies Descalzos, vendeu mais de 15.000 cópias ganhando uma certificação de platina.[43]

No Peru, Pies Descalzos obteve a certificação da platina, depois de vender mais de 10 000 cópias vendidas. Também recebeu reconhecimento de platina na Venezuela.[43] Em outros lugares, o álbum alcançou o número 71 na Lista de álbuns alemã.[43] Nos Estados Unidos, não conseguiu entrar no Billboard 200. No entanto, alcançou o número 34 na parada do componente Billboard Hot Heatseekers Albums e adicionalmente, atingiu o pico no números 3 e 5 no Latin Pop Albums e Latin Albums charts.[25] Mais tarde foi certificado de platina pela Recording Industry Association of America (RIAA), pelas vendas de um milhão de cópias.[44] Até 2008, Pies Descalzos já havia vendido mais de cinco milhões de cópias.[45]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Créditos adaptados do encarte de Pies Descalzos.[46]

Todas as canções escritas e compostas por Shakira e Luis Fernando Ochoa. 

N.º Título Duração
1. "Estoy Aquí"   3:52
2. "Antología"   4:14
3. "Un Poco de Amor"   4:01
4. "Quiero"   4:10
5. "Te Necesito"   4:00
6. "Vuelve"   3:53
7. "Te Espero Sentada"   3:24
8. "Pies Descalzos, Sueños Blancos"   3:25
9. "Pienso en Ti"   2:25
10. "¿Dónde Estás Corazón?"   3:51
11. "Se Quiere, Se Mata"   3:38
Duração total:
41:06

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Créditos adaptados do AllMusic[60]

Notas

  1. Embora seja seu terceiro disco total, Pies descalzos é considerado seu primeiro álbum oficial, pois seus antecessores, Peligro (1993) e Magia (1991), foram liberados somente no país natal da cantora.

Referências

  1. a b «Skank, Spice Girls e Shakira: o que esses artistas têm em comum?». Diário de Santa Maria. Consultado em 22 de janeiro de 2010 
  2. Evan Wright (11 de abril de 2002). «Cover Story:Shakira». Consultado em 29 de julho de 2017. Cópia arquivada em 29 de abril de 2009 
  3. «Discography». Shakira.com. Consultado em 29 de julho de 2017 
  4. «Shakira Biography». The Biography Channel. Consultado em 29 de julho de 2017 
  5. «Shakira Inc.» (em espanhol). Semana. 16 de junho de 1997. Consultado em 29 de julho de 2017 
  6. «Pies Descalzos – Shakira: Credits». Allmusic. Rovi Corporation. Consultado em 30 de julho de 2017 
  7. Pies Descalzos (Notas de mídia). Shakira. Sony Music Entertainment. 1996. Consultado em 30 de julho de 2017 
  8. «Shakira Bio». MTV artists Viacom. Consultado em 30 de julho de 2017 
  9. «Shakira - Estoy Aqui Lyrics». Metrolyrics. Consultado em 30 de julho de 2017 
  10. «Shakira - Un Poco de Amor Lyrics». MetroLyrics. Consultado em 30 de julho de 2017 
  11. «Shakira Feat. Howard Glasford». Last.fm. Consultado em 30 de julho de 2017 
  12. a b Top 10 Shakira Songs in Spanish (Notas de mídia). About.com. 1996. Consultado em 30 de julho de 2017 
  13. «Shakira - Quiero Lyrics». MetroLyrics. Consultado em 30 de julho de 2017 
  14. «Shakira - Te Necesito Lyrics». MetroLyrics. Consultado em 30 de julho de 2017 
  15. «Shakira - Vuelve Lyrics». MetroLyrics. Consultado em 30 de julho de 2017 
  16. «Shakira - Te Espero Sentada Lyrics». MetroLyrics. Consultado em 30 de julho de 2017 
  17. «Shakira - Pies Descalzos, Sueños Blancos Lyrics». MetroLyrics. Consultado em 30 de julho de 2017 
  18. «Shakira - Pienso En Ti Lyrics». MetroLyrics. Consultado em 30 de julho de 2017 
  19. «Shakira - ¿Dónde Estás Corazón? Lyrics». MetroLyrics. Consultado em 30 de julho de 2017 
  20. «Shakira - Se Quiere, Se Mata Lyrics». MetroLyrics. Consultado em 30 de julho de 2017 
  21. «They Want, They Kill». La Cuerda. Consultado em 30 de julho de 2017 
  22. «Shakira - Estoy Aqui (CD)s». Discogs. Zink Media. Consultado em 30 de julho de 2017 
  23. a b c d Jose F. Promis. «Pies Descalzos - Shakira». Allmusic. Rovi Corporation. Consultado em 30 de julho de 2017 
  24. a b c d e f Carlos Quintana. «Shakira – 'Pies Descalzos' CD Review». About.com. IAC. Consultado em 30 de julho de 2017 
  25. a b c d e f Gráfico ilegal entrouall «Shakira - Chart history» Verifique valor |url= (ajuda). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 30 de julho de 2017 
  26. Yvonne Puig (30 de julho de 2017). «Simon Brand». Variety. Penske Business Media. Consultado em 30 de julho de 2017 
  27. Shakira - Estoy Aquí. YouTube. 30 de julho de 2017. Consultado em 30 de julho de 2017 
  28. Ximena Diego. Shakira: Woman Full of Grace. [S.l.]: Google Books. Consultado em 30 de julho de 2017 
  29. Shakira - Dónde Estás Corazón. YouTube. 30 de julho de 2017. Consultado em 30 de julho de 2017 
  30. Shakira - Pies Descalzos, Sueños Blancos. YouTube. 30 de julho de 2017. Consultado em 30 de julho de 2017 
  31. «Un Poco De Amor - Video by Shakira». Myspace. Consultado em 30 de julho de 2017 
  32. Shakira - Un Poco de Amor. YouTube. 30 de julho de 2017. Consultado em 30 de julho de 2017 
  33. Shakira - Antologia. YouTube. 30 de julho de 2017. Consultado em 30 de julho de 2017 
  34. Shakira - Se Quiere, Se Mata. YouTube. 30 de julho de 2017. Consultado em 30 de julho de 2017 
  35. «On Tour». Shakira Media. Consultado em 30 de julho de 2017 
  36. a b «Reviews & Previews». Prometheus Global Media. Billboard. 108 (7): 87. 23 de Julho de 2016. Consultado em 23 de Julho de 2016 
  37. «Shakira Reviews». The New Rolling Stone Album Guide. 30 de julho de 2017. Consultado em 23 de Julho de 2016 
  38. Lannert, John (23 de Julho de 2016). «The Winners Are...». Prometheus Global Media. Billboard. 109 (18): LMQ-12. Consultado em 23 de Julho de 2016 
  39. «Univision Announces The Nominees For The Most Distinguished Awards In Spanish-Language Music: 'Premio Lo Nuestro A La Musica Latina'». Univision. 23 de Julho de 2016. Consultado em 23 de Julho de 2016 
  40. «Lo Nuestro – Historia». Univision (em Spanish). Univision Communications. Consultado em 23 de Julho de 2016. Arquivado do original em 23 de Julho de 2016 
  41. «Latin Music: Essential Latin Albums of Past 50 Years». Billboard. Prometheus Global Media. 23 de Julho de 2016. Consultado em 23 de Julho de 2016 
  42. «Discos de oro y platino» (em Spanish). Cámara Argentina de Productores de Fonogramas y Videogramas. Consultado em 2 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 2 de agosto de 2017 
  43. a b c d e «Shakira». El Tiempo (em Spanish). Casa Editorial El Tiempo S.A. 2 de agosto de 2017. Consultado em 2 de agosto de 2017 
  44. Gary Trust (2 de agosto de 2017). «Ask Billboard: Shakira's Biggest Hot 100 Hits». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 2 de agosto de 2017 
  45. Natella, Arthur (2008). Latin American popular culture. [S.l.]: McFarland & Co. p. 131. ISBN 9780786435111 
  46. Pies Descalzos (Notas de mídia). Sony Music. Columbia Records. 1996. Consultado em 23 de maio de 2013 
  47. «Amazon.co.jp: シャキーラ : 裸足のままで - 音楽». Amazon, Inc. Consultado em 18 de novembro de 2014 
  48. «Shakira - Pies Descalzos (CD, Album)». Discogs. Zink Media. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  49. «Shakira - Pies Descalzos (Media Control Charts)». Media Control Charts. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  50. «Shakira - Pies descalzos (Billboard Top Heatseekers Albums)». Billboard Top Heatseekers Albums. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  51. «Shakira - Pies descalzos (Billboard Top Latin Albums)». Billboard Top Latin Albums. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  52. «Shakira - Pies descalzos (Billboard Top Latin Pop Albums)». Billboard Top Latin Pop Albums. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  53. a b «This Year in Music». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  54. a b c d e f «Shakira». Casa Editorial El Tiempo SA. El Tiempo. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  55. «Discos de oro y platino». CAPIF. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  56. «Certificados: Shakira - Pies descalzos». ABPD (em português). Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  57. Salaverri, Fernando (2005). Sólo éxitos. Año a año. 1959-2002 [Only Hits. Year by year. 1959-2002] (em espanhol). Madri, Espanha: Iberautor Promociones Culturales. p. 943. ISBN 9788480486392.
  58. «American album certifications – Shakira – Pies Descalzos». Recording Industry Association of America (em inglês). Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  59. «Platino para Shakira». El Tiempo. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  60. «Pies Descalzos - Shakira: Credits». AllMusic. Rovi Corporation. Consultado em 2 de agosto de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Shakira é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.