Plataforma P-51

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A P-51 é uma plataforma de produção de petróleo e gás natural, do tipo semi-submersível. Foi a primeira plataforma construída totalmente no Brasil, no estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis, estado do Rio de Janeiro. Obra gerida pelo Governo Federal, sua construção gerou 4 mil empregos diretos e 12 mil indiretos. O investimento total na unidade foi de aproximadamente US$ 1 bilhão.

Começou a operar no dia 24/01/2009 às 21 horas, dando início à produção do poço MLS-99 do campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos. Instalada em lâmina d'água de 1.255 metros e a 150 km da costa de Macaé, a P-51 tem capacidade para produzir até 180 mil barris de petróleo por dia.

Com 125 metros de comprimento, 110 metros de largura e 48 mil toneladas de peso total, pode acomodar até 200 pessoas.

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.