Podia Acabar o Mundo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2011). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Podia Acabar o Mundo
Informação geral
Formato Telenovela
Duração ± 65 min.
Criador(es) Manuel Arouca
País de origem Portugal Portugal
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Jorge Marecos Duarte
Produtor(es) Jorge Marecos Duarte
Elenco Diogo Morgado
Joana Seixas
Cláudia Vieira
Virgílio Castelo
Diana Chaves
Ana Padrão
Adelaide Ferreira
Ana Guiomar
João Reis
Duarte Guimarães
Tema de abertura "Podia Acabar o Mundo", Carla Moreno e Paulo Ramos
Exibição
Emissora de televisão original SIC
Formato de exibição 4:3
576i SDTV
Transmissão original 1 de Outubro de 20083 de Julho de 2009
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 181
Cronologia
Resistirei
Perfeito Coração

Podia Acabar o Mundo foi uma telenovela portuguesa. Transmitida entre 1 de Outubro de 2008 e 3 de Julho de 2009. Produzida pela SP Televisão, com direcção de Jorge Marecos Duarte e escrita por Manuel Arouca, teve como protagonistas Diogo Morgado, Joana Seixas e Cláudia Vieira. O que prometia ser o salvador das audiências do canal em HN, despencou e foi empurrada para o último período de HN em Portugal (23-24h). Mais tarde, as audiências do canal no horário seriam salvas por Perfeito Coração e depois Laços de Sangue. Foi reapresentada na SIC Internacional em 11 de novembro de 2013.

Durante 187 episódios, a novela registou uma audiência média de 5.5% de rating e 20,5% de share. A estreia, exibida ás 21:30, registou 6.6% de rating e 15,9% de share. O final, transmitido ás 24 horas, registou 5.9% de rating e 29,5% de share. O melhor desempenho ocorreu no dia 10 de novembro de 2008 com 8.6% de audiência média, cerca de 820 mil espectadores.

Foi reposta nas tardes da Sociedade Independente de Comunicação de 9 de Abril de 2012 a 27 de Dezembro de 2012.

Foi reposta nas madrugadas do canal a partir do dia 8 de Janeiro de 2013.

Foi novamente reposta nas madrugadas entre 30 de junho de 2015 a 22 de abril de 2016.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Esta é a história da disputa entre Vera e Rodrigo pelo seu filho João que tem a idade de onze anos.

Vera e Rodrigo casam-se embriagados por uma intensa paixão. Deste amor inebriante nasce João. Depois o casamento oscila entre o fogo da paixão e os conceitos de vida de cada um que representam os opostos.

Vera é uma advogada em ascensão, e Rodrigo, engenheiro agrónomo. Vera é uma mulher urbana. Rodrigo adora o campo e o mundo dos touros. Vera não se adapta à vida rural, e Rodrigo, à vida da cidade.

Para destabilizar ainda mais este casamento acrescenta-se a influência perversa de Eduardo, o patrono do escritório de advogados, onde trabalha Vera.

Eduardo é um advogado brilhante. E tem uma mente diabólica.

É sua vontade que não haja hipótese de reconciliação entre Vera e Rodrigo. E que Vera fique com a guarda do filho. São fortíssimas as suas pérfidas motivações;

No passado em Angola, quando cumpria o serviço militar, Eduardo jurou vingança a João Maria, pai de Rodrigo. Esse desejo de vingança e ódio encarnam em Rodrigo.

Eduardo pela primeira vez na sua vida sente-se apaixonado, precisamente por Vera. E não suporta que ela continue a desejar um homem que ele odeia.

A abertura da novela coincide com o julgamento da regulação do poder paternal de João. Rodrigo vive momentos de grande intensidade dramática. Ele tem consciência que a esmagadora maioria das decisões judiciais são em favor das mães. Esse conflito dramático que vive, pois tem uma ligação altamente emocional com o filho, reporta-nos à sua história e ao seu passado.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Cláudia Vieira interpretou Vitória.
Elenco principal
Ator Personagem
Diogo Morgado Rodrigo Fortunato Louro
Joana Seixas Vera Sarmento
Cláudia Vieira Vitória Sousa Álvares
Adelaide Ferreira Mercedes Del Pilar Álvares
Afonso Lopes João Sarmento Louro
Alberto Magassela Jeremias Januário
Alexandre Jorge Júlio Simões
Ana Cunha Rosário Costa Gonçalves Álvares
Ana Guiomar Sónia Pereirinha
Ana Padrão Luísa Botelho Morais
Ângela Pinto Albertina Simões
António Marques Henrique Álvares
Bruno Simões Edmundo Costa
Carlos Santos Vítor Silva
Custódia Gallego Maria de Jesus Pereirinha
Diana Chaves Cláudia Botelho de Sousa
Diana Costa e Silva Catarina da Câmara Fortunato Álvares Januário
Duarte Guimarães Nuno Álvares
Elisa Lisboa Suzete Silva
Fernando Ferrão Tonino Pereirinha
Filipe Gaidão António Rodrigues
Gonçalo Diniz Geraldo da Câmara Fortunato Álvares
Ian Velloza Mateus da Câmara Fortunato Álvares
João Reis Emídio Amorim
João Ricardo Rogério Silva
Kjersti Kaasa Alexandra Marques
Lia Gama Joana da Câmara Fortunato Álvares
Liliana Santos Marta Fonseca
Lurdes Norberto Laura Amorim Morais
Maria Botelho Moniz Inês da Câmara Fortunato Álvares Simões
Maria Das Graças Nazaré
Paulo Azevedo Raimundo Simões
Paulo Rocha Hélder Simões
Ricardo Abril Rui Januário
Rui Unas Gabriel Marques
Virgílio Castelo Eduardo Morais
Victor Espadinha Óscar Gomes (Máquina)
Elenco adicional
Ator Personagem
Adelaide de Sousa Sara
Andreia Rodrigues Rita
Bruno Ambrósio Daniel (filho do Dr. Daniel Serrão)
Carolina Sales Liliana
Carmen Santos Esposa de Óscar Gomes (Máquina)
Daniela Cardoso[1]
Eurico Lopes Armando
Fátima Lopes Apresentadora de televisão
Fernando Tavares Marques Juiz
Frederico Vaz José (Zé)
Hélio Pestana Armindo Marques
Henriqueta Maia Justina Costa Gonçalves
João Arrais Rufia/duplo de João
Joaquim Guerreiro Dário
Jorge Henriques Carlos
Jorge Moreira
Luís Mascarenhas Maurício Fonseca
Linda Valadas Jornalista
Manuel Moreira Vasco
Marques D'Arede Gonçalo Álvares
Martim Barbeiro Jaime
Martim Pedroso Artur
Pedro Laginha Dr. Daniel Serrão
Pedro Giestas Manuel do Tractor
Pedro Martins Rodrigo Fortunato Louro (adolescente) (1995)
Rita Alagão Elisabete
Rita Ruaz Tânia
Rogério Jacques Director do Laboratório
Sandra Celas Susana
Sandra Santos Ana Isabel
Sinde Filipe Dr. Botelho
Tina Barbosa Otília
Elenco 1975
Ator Personagem
Anabela Teixeira Suzete Silva
Augusto Portela Funcionário da Alfândega
Carlos Mendes Alberto Fortunato
Danae Magalhães Alice da Câmara Fortunato Louro
Guilherme Henrique e Hugo Lacerda Rodrigo Louro
Helena Ramos Isabel da Câmara Fortunato
João Leiria Rogério Silva
Juan Gabriel Soutullo João Maria Louro
Manuel Wiborg Vítor Silva
Marco Costa Eduardo Morais
Miguel Sermão Jeremias Januário
Ricardo Pereira Nuno
Augusto Portela Funcionário da Alfândega

Banda sonora[editar | editar código-fonte]

Podia Acabar o Mundo
CD da novela "Podia Acabar o Mundo"
Banda sonora de Vários artistas
Idioma(s) Português
Inglês
Formato(s) 2 CDs

CD 1[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloMúsicaPersonagem Duração
1. "Podia Acabar o Mundo"   Genérico  
2. "Entre Achados e Perdidos"  Mafalda Veiga   
3. "Leve Beijo Triste"  Paulo Gonzo   
4. "Entre as Memórias e o Sonho"  Rádio Macau   
5. "Voo Nocturno"  Jorge Palma   
6. "Pó de Amor"  Susana Félix   
7. "Back From Being"  Spelling Nadja   
8. "Dealer e Dilema"  Pedro Abrunhosa   
9. "Makes Me Wonder"  Maroon 5   
10. "Nascer Outra Vez"  Ritual Tejo   
11. "Kings & Queens"  Miss Li   
12. "In My Place"  Ana Free   
13. "Um Segredo Fechado"  Classificados   

CD2[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloMúsicaPersonagem Duração
1. "Verdes Anos"  Carlos Paredes; António Eustáquio   
2. "Aguarda-te ao Chegar"  Ana Moura   
3. "Malmequer Pequenino"  Cristina Nóbrega   
4. "Sombras Do Desejo"  Donna Maria   
5. "O Que Fazes Tu De Mim"  Xaile   
6. "A Fuega Lento"  Paula Sá   
7. "Quem Era Eu Sem Ti"  Tony Carreira   
8. "Amanhã"  Duo Ouro Negro   
9. "Vício Utópico"  Marco Medeiros   
10. "Por Quem Não Esqueci"  Tim   
11. "Desencontro"  Luís Represas   
12. "Everybodys's Got To Learnsometims"  Paula Sá   
13. "Flor Sem Tempo"  Rui Drummond   
14. "Suspiro Nocturno"  (Instrumental) Corvos   

Faixas Não Incluídas[editar | editar código-fonte]

Balla - Outro futuro (Tema de Eduardo)

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.

Reposição em 2012[editar | editar código-fonte]

  • Foi reposta de 9 de Abril de 2012 a 27 de Dezembro de 2012, na SIC à hora do almoço (14:30). A média geral foi menor de 3,despencando ainda mais os índices do horário das 14h30.

Reposição em 2013[editar | editar código-fonte]

Depois desta foi logo de seguida reposta nas madrugadas desde dia 8 de Janeiro de 2013. A novela teve índices absurdos,conseguindo shares de 30% e a liderança expressiva.

Reposição em 2015[editar | editar código-fonte]

  • Reposta novamente às 2 da manhã substituída Jura,desde 30 de junho de 2015. Os índices são ruins a competir com Fascínios.
  • A novela irá terminar com média geral de 0,4. Jura terminou com 0,8,o dobro.
  • Bateu recorde negativo de audiência a 22 de março de 2016. Nesse dia indo ao ar às 2h50 e terminando por volta das 3h33, marcou apenas 0,1 de rating e 1,6% de share, ficando atrás da RTP1,da RTP2 e da TVI, que liderou com Fascínios, que estava na última semana.
  • Nas primeiras semanas, a novela

conseguia a liderança mas quando a TVI colocou Fascínios das 23h45 para as 03h00 a audiência desceu. Fascínios terminou a 29 de março e Queridas Feras não conseguiu manter as audiências, perdendo pela primeira vez a 7 de abril de 2016.

  • Terminou em 22 de abril de 2016, quase 10 meses depois da estreia.
  • Em seu episódio final a história conseguiu 0,6 de rating, o que equivale a cerca de 60000 espectadores.
  • A sua substituta é Jura, que quase 1 ano depois volta a ser reposta.

Realização[editar | editar código-fonte]

Jorge Marecos Duarte e Paulo Rosa

Referências

  1. (em inglês). IMDb.com http://www.imdb.com/title/tt1292538/  Em falta ou vazio |título= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]