Polegar (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Polegar
Informação geral
Origem Osasco,  São Paulo
País  Brasil
Gênero(s) Teen Pop
Pop rock
Período em atividade 1989 - 1997
2004 - 2005
Integrantes Alan Frank
Alex Gill
Ricardo Costa
Rafael Ilha
Marcelo Souza
Ex-integrantes Denis Schlang
André Cassini
Fernando Kitagawa

Polegar foi uma boyband brasileira de música pop rock, atualmente com cinco integrantes: Alan Frank, Alex Gill, Ricardo Costa, Rafael Ilha e Marcelo Souza. Formada em 1988 , pela empresa Promoart, do empresário Gugu Liberato.

Carreira[editar | editar código-fonte]

O Grupo Polegar marcou época no final dos anos 1980 e início dos anos 1990 sendo recorde de público em quase todas as cidades em que se apresentavam por todo o Brasil e em vários países da América do Sul, sendo considerado por muitos o fenômeno musical da época. Lançados no ano de 1989, logo no primeiro álbum, a banda lançou canções como "Dá Pra Mim", que proporcionou ao grupo seu primeiro disco de ouro e platina com mais de quinhentas mil cópias vendidas. Outros sucessos vieram a seguir, como "Ando Falando Sozinho" e "Sou Como Sou". Os principais sucessos de toda carreira do Polegar eram versões em português de músicas do grupo pop adolescente Timbiriche do México.

Em 1990, com o lançamento do segundo álbum, o sucesso de "Ela Não Liga" levou o grupo novamente ao disco de ouro e de platina, ultrapassando a marca de 250 mil cópias vendidas. No mesmo ano, o grupo Polegar estreou nos cinemas participando do filme Uma Escola Atrapalhada, contracenando com Gugu Liberato, Angélica, Supla, Os Trapalhões, etc., tendo como trilha sonora do filme a canção "Sou Como Sou", atingindo a vendagem de mais de trezentas mil cópias.

Em 1991, "Quero Mais II" ficou entre as canções mais executadas no Brasil, proporcionando ao grupo novo disco de ouro superando a vendagem de cem mil cópias. Em três álbuns gravados, o Grupo Polegar conquistou a marca de mais de um milhão de cópias vendidas. No ano de 1994, após a saída de integrantes, o quarteto com sua primeira formação se desfez e com o anonimato de outros integrantes, o grupo encerrou suas atividades no ano de 1997. Com o desfecho da primeira formação do grupo, seus integrantes seguiram caminhos diferentes.

Em 2004, aproveitando o revival dos anos 80, o grupo Polegar retornou às atividades, com três integrantes da formação original: Alex, Alan e Ricardo (dessa vez tocando guitarra). O grupo lançou um disco de forma independente, que foi vendido apenas nas lojas 775. Após participações em programas como Superpop e Pânico na TV, a banda novamente encerraria as atividades.

Atualmente[editar | editar código-fonte]

O guitarrista e vocalista, Denis, se formou em Direito e hoje é delegado da Polícia Civil em Concórdia, cidade do interior de Santa Catarina[1]</nowiki></ref>, atuando também na função de professor na instituição de ensino superior, UNIDAVI. O tecladista Alan Frank se formou em Medicina e se especializou em Oftalmologia, já tendo trabalhado também na Aeronáutica; já o vocalista e baixista Alex Gill gravou um álbum solo, além de se tornar produtor musical e compositor; Rafael Ilha ex-guitarrista se dedicou na recuperação do vício em uma clínica de pacientes dependentes químicos de drogas e hoje trabalha na produção do programa A Tarde É Sua, da Sônia Abrão.O guitarrista Marcelo se formou em Direito e atua na área. Ricardo Costa ex-baterista se tornou bacharel em Direito além de ter dirigido uma emissora de rádio no interior de São Paulo, agora é comerciante de lanches em um food truck, ao qual adaptou um ônibus transformando-o em lanchonete. Com a experiência de anos de estrada, os 3 integrantes da primeira formação do Polegar Alan, Alex e Ricardo se reuniram em 2004 com o amigo Fernando Kitagawa, professor de bateria e música; também produtor musical, que acompanhou todo o sucesso da banda em sua trajetória. Novamente em 2005 a banda encerra suas atividades e cada um dos integrantes volta a seguir suas carreiras paralelas. No entanto os integrantes Alex Gill e Fernando Kitagawa continuam juntos até hoje compondo e produzindo; além de se apresentarem cantando e tocando em eventos por todo Brasil.

Em 2014, foi anunciada uma reunião do grupo para a gravação do DVD para comemorar os 25 anos da banda, com a formação quinteto de 1990[2], mas foi cancelado devido a falta de patrocínio [3]

Em 2018, o vocalista do grupo, Rafael Ilha, foi confirmado como um dos participantes da décima temporada do reality show A Fazenda da RecordTV e saiu de lá como o grande campeão da temporada, levando o prêmio final de 1,5 milhão de reais.[4]

Formações[editar | editar código-fonte]

Formação Baixo e violão Guitarra e violão Guitarra e violão Teclado e piano Bateria e percussão
1ª (1989 a 1990) Alex Rafael - Alan Ricardo
2ª (1990) Alex Rafael Marcelo Alan Ricardo
3ª (1991 a 1992) Alex André Marcelo Alan Ricardo
4ª (1993 a 1999) Denis André Marcelo Alan
5ª (1999) Denis André Marcelo Alan Ricardo
6ª (2004) Alex Ricardo
Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.