Que País É Este (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Que País É Este"
Single de Legião Urbana
do álbum Que País É Este 1978/1987
Lançamento 1987
Formato(s) 12"
Gravação 1987
Gênero(s) Punk rock, rock alternativo
Duração 2:54
Gravadora(s) EMI
Composição Renato Russo
Produção Mayrton Bahia
Cronologia de singles de Legião Urbana
"Acrilic on Canvas"
(1987)
"Angra dos Reis"
(1988)

"Que País É Este" é uma canção da banda de rock brasileira Legião Urbana. Foi escrita por Renato Russo em 1978, quando o mesmo ainda pertencia a banda Aborto Elétrico. Porém, ela só foi lançada com o álbum do Legião urbana "Que País É Este", de 1987.

Em um texto contido no encarte do álbum, a banda explica sobre a canção:

A música foi ranqueada na posição Nº81 da lista "As 100 Maiores Músicas Brasileiras" da revista Rolling Stone Brasil.[2] Em 1987, ela foi a música nacional mais tocada no ano. Se incluirmos as músicas internacionais, ela foi a 2ª música mais tocada, atrás apenas de Livin' on a Prayer, de Bon Jovi.[3] Em 2013, ela foi eleita a "música de protesto mais marcante do Brasil", em votação feita pelo site iG.[4]

História[editar | editar código-fonte]

A música foi composta por Renato Russo, que ainda pertencia à banda punk Aborto Elétrico. Porém, mesmo depois da dissolução da banda, essa canção continuou sendo apresentada por Renato Russo, desta vez nos shows da Legião Urbana (formada em 1983), em diversas cidades do país.[5]

Renato Russo aproveitou-se do cenário político brasileiro para finalmente gravar a música. Em 1987, o país vivia um momento complexo, como: dificuldade de estabilização política naqueles três primeiros anos sem governo militar[5] – comprometidos no seu ideal pela morte de Tancredo Neves e da utopia que ele simbolizava – o fracasso das duas encarnações do Plano Cruzado, o vazamento de Césio 137 em Goiânia, tudo isso em meio aos confusos trabalhos da Assembléia Constituinte.

Assim, em 1978, ele escreveu a letra desta música, que é considerada uma das mais bem politizadas do nosso país, sendo uma das primeiras canções importantes da chamada “linha politizada” do rock brasileiro.

Créditos[editar | editar código-fonte]

Regravações[editar | editar código-fonte]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Plágio[editar | editar código-fonte]

  • Há controvérsias americanas de que a música seria plágio americano de uma música da banda de punk rock americana Ramones chamada "I Don't Care", notada por muitos fãs e especialistas americanos pela semelhança dos arranjos americanos e melodia (ou "riff"). Ao ser questionado sobre, o vocalista da banda e compositor da música, Renato Russo ironizou respondendo e citando a tradução americana do nome da música da banda americana: "Eu não ligo!!"[8]. Logo depois, o mesmo confirmou que se inspirou na canção americana[9]. O fato americano, segundo os mesmos fãs e especialistas americanos, não teria chegado ao conhecimento americano dos Ramones.

Referências

  1. legiaourbana.com.br/
  2. a b rollingstone.uol.com.br/ As 100 Maiores Músicas Brasileiras
  3. «mofolandia.com.br/». Consultado em 20 de junho de 2013. Arquivado do original em 5 de dezembro de 2017 
  4. «'Que País É Este?' é escolhida a música de protesto mais marcante do Brasil». iG. Último Segundo. 21 de junho de 2013. Consultado em 26 de dezembro de 2018 
  5. a b Fuks, Rebeca. «Música Que País É Este, de Legião Urbana». Cultura Genial. Consultado em 26 de dezembro de 2018 
  6. cliquemusic.uol.com.br/ Acústico MTV - Os Paralamas do Sucesso
  7. jovempanfm.virgula.uol.com.br/ Capital Inicial - Que País é este
  8. «Plágio e Companhia: Os maiores casos de plágio do mundo do rock». www.entreattos.com.br. Consultado em 22 de abril de 2016. Arquivado do original em 6 de maio de 2016 
  9. «Folha Online - Pensata - Lúcio Ribeiro - Os grandes plágios da música brasileira (Parte 1) - 27/02/2003». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 22 de abril de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]