Ratones

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Distrito
Aspectos geográficos
Área 33,12 km²
População 2.871 hab.
Densidade 86,7 hab./km²
Indicadores
IDH 0,734
Renda per capita R$ 727,52
Fonte: PNUD/2000

Ratones é uma localidade e um distrito do município de Florianópolis, no estado brasileiro de Santa Catarina. Foi desmembrado do distrito de Santo Antônio de Lisboa pela Lei nº 620 de 21 de junho de 1934.

A sede do distrito tem o mesmo nome, e a sua área total é de cerca de 33,12 km², é caracterizado por ter áreas rurais, plantações de orgânicos, artesanato de renda e tapeçaria, moinho de farinha e alambique, além de ter duas trilhas que levam até a Costa da Lagoa, atravessando o morro. Aqui preserva-se as lendas de lobisomem e bruxas.

Situa-se no centro-norte da Ilha de Santa Catarina e deve seu nome aos animais que povoavam as encostas do rio Ratones, capivaras e preás (rato do banhado). Muitas vezes é confundida com duas ilhas localizadas na baía norte, a oeste da localidade, que se parecem com dois ratos (em espanhol, ratones), as ilhas dos Ratones. Há também o rio Ratones, cujas nascentes estão na localidade, mas que foi desviado e hoje é um pequeno riacho. Próximo ao local existe a Estação Ecológica de Carijós.

Tragédia[editar | editar código-fonte]

Nesta localidade localiza-se o Morro da Virgínia, onde em 12 de abril de 1980, o Boeing 727-100 da Transbrasil prefixo PT-TYS acidentou-se, deixando 55 mortos e 3 sobreviventes. Era o voo Transbrasil 303.

Património edificado[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.