Rifaina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Rifaina
Vista parcial de Rifaina e da Represa de Jaguara.

Vista parcial de Rifaina e da Represa de Jaguara.
Bandeira de Rifaina
Brasão de Rifaina
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 24 de dezembro
Fundação 24 de dezembro de 1948 (69 anos)
Gentílico rifainense
Prefeito(a) Hugo Lourenço (PPS)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Rifaina
Localização de Rifaina em São Paulo
Rifaina está localizado em: Brasil
Rifaina
Localização de Rifaina no Brasil
20° 04' 51" S 47° 25' 15" O20° 04' 51" S 47° 25' 15" O
Unidade federativa São Paulo
Mesorregião Ribeirão Preto IBGE/2008 [1]
Microrregião Franca IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Franca
Municípios limítrofes Franca, Pedregulho, Buritizal, Sacramento e Igarapava
Distância até a capital
Características geográficas
Área 171,583 km² [3]
População 3 618 hab. Estimativa Populacional IBGE/2017[4]
Densidade 21,09 hab./km²
Altitude 575 m
Clima tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,740 elevado PNUD/2010 [5]
PIB R$ 31 655,459 mil IBGE/2015[6]
PIB per capita R$ 91 831,02 IBGE/2015[6]
Página oficial
Prefeitura www.rifaina.sp.gov.br

Rifaina é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 20º04'50" sul e a uma longitude 47º25'17" oeste, estando a uma altitude de 575 metros. Sua população estimada em 2017 é de 3.618 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Calçadão da Praia Artificial.

Antigo povoado de Arraial do Cervo, na freguesia de Santa Rita do Paraíso - hoje, Igarapava. Rifaina começou a ser povoado por volta de 1860, época em que construíram as primeiras habitações no local, embora a sua igreja já tenha sido construída em 1830.

A data oficial da fundação do povoado é 13 de maio de 1865. Em 15 de abril de 1873, foi elevado à condição de freguesia, com o nome de Santo Antônio da Rifaina, do município de Franca, dando início ao seu desenvolvimento político-administrativo.

Nessa época, já apresentava um certo progresso local em virtude da inauguração da estação da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, em 1887. Em 21 de dezembro de 1921, houve a transferência do distrito para o município de Pedregulho, mas foi somente em 24 de dezembro de 1948 que passou a município, com a denominação de Rifaina.

São considerados seus fundadores o Coronel José Francisco de Paulo, Coronel Manuel Cassiano e o Barão de Rifaina.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 3.325

  • Urbana: 2.866
  • Rural: 459
  • Homens: 1.700
  • Mulheres: 1.625

Densidade demográfica (hab./km²): 19,38

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 17,51

Expectativa de vida (anos): 70,36

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,19

Taxa de alfabetização: 90,42%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,774

  • IDH-M Renda: 0,693
  • IDH-M Longevidade: 0,756
  • IDH-M Educação: 0,873

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Rio Grande
  • Rio São Pedro
  • Córrego do Boqueirão
  • Córrego do Cervo
  • Ribeirão do Bom Jesus
  • Córrego das Posses ou Lageado

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Turismo[editar | editar código-fonte]

A Assembléia Legislativa do Estado de SP – ALESP – aprovou em sessão extraordinária realizada no dia (09/05/17) o Projeto de Lei – PL – que eleva a cidade de Rifaina a Município de Interesse Turístico – MIT. Esta confirmação, foi a realização de um sonho da cidade em avançar na sua principal característica econômica, que é o Turismo, além da votação pelos deputados estaduais, por unanimidade, também foi feita em um telefonema do Governador do Estado, Geraldo Alckmin, ao prefeito Hugo Lourenço, no qual afirmou que sancionará a lei de elevação nas próximas semanas.[7] Conforme prometido, o governador Geraldo Alckmin sancionou duas Leis no dia (31/05/17), na Assembleia Legislativa de São Paulo, que oficializa Rifaina e mais 19 cidades paulistas como Municípios de Interesse Turístico (MIT). As referidas já tinham sido aprovadas pela casa. Com isso, Rifaina pode receber anualmente cerca de R$ 550 mil, valor que deverá ser investido em obras e ações destinadas exclusivamente ao setor de turismo.[8]

Panorama da Represa do Jaguara e do município turístico de Rifaina.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Rifaina é o tropical com invernos secos (Aw na classificação de Köppen).

Dados climatológicos para Rifaina
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 30,5 30,6 30,6 29,8 28,2 27,3 27,7 30,5 31,8 31,6 31,1 30,5 31,8
Temperatura mínima média (°C) 19,3 19,4 18,8 16,4 13,8 12,7 12,2 13,8 16,0 17,7 18,2 19,0 12,2
Precipitação (mm) 273,0 206,4 187,5 84,7 47,7 19,9 15,9 17,6 67,4 143,6 180,4 287,5 1 531,6
Fonte: UNICAMP - Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas[9]

Paróquia[editar | editar código-fonte]

Igreja Católica Flag of the Vatican City.svg

Diocese Paróquia [10]
Diocese de Franca Santo Antônio

A Paróquia Santo Antônio foi criada no ano de 1909.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. EmSampa. «Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista». Consultado em 10 de setembro de 2011.. Cópia arquivada em 19 de maio de 2012 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  4. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (30 de agosto de 2017). «Estimativas da população residente nos municípios brasileiros com data referência em 1º de julho de 2017» (PDF). Consultado em 09 de janeiro de 2018.. Cópia arquivada em 30 de agosto de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. «Ranking IDH-M 2010» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano do Brasil. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 27 de dezembro de 2016.. Cópia arquivada em 1º de agosto de 2013 
  6. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2015). «Tabela 1 - Produto Interno Bruto a preços correntes e Produto Interno Bruto per capita segundo as Grandes Regiões, as Unidades da Federação e os municípios - 2015». Consultado em 09 de janeiro de 2018.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. Prefeitura Municipal de Rifaina. «Rifaina é elevada a município de interesse turístico e terá recursos para crescimento». Consultado em 9 de janeiro de 2018. 
  8. Prefeitura Municipal de Rifaina. «Rifaina é município de interesse turístico a partir de hoje e receberá R$ 550 mil anuais». Consultado em 12 de janeiro de 2018. 
  9. «Clima dos municípios paulistas» 
  10. http://diocesefranca.org.br/paroquias.asp?forania=3

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]