Itirapuã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Itirapuã
Bandeira de Itirapuã
Brasão de Itirapuã
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 27 de março de 1949
Gentílico itirapuanense
Prefeito(a) Rui Gonçalves (PP)
(2017–2020)
Localização
Localização de Itirapuã
Localização de Itirapuã em São Paulo
Itirapuã está localizado em: Brasil
Itirapuã
Localização de Itirapuã no Brasil
20° 38' 27" S 47° 13' 08" O20° 38' 27" S 47° 13' 08" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Ribeirão Preto IBGE/2008[1]
Microrregião Franca IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Patrocinio Paulista, Capetinga, São Tomás de Aquino
Distância até a capital 440 Km km
Características geográficas
Área 161,490 km² [2]
População 8,226 hab. Censo IBGE/2015[3]
Densidade 0,05 hab./km²
Altitude 865 m
Clima O clima da região tem verões frescos e chuvosos e invernos secos. O mês mas quente é Janeiro e o mais frio é Julho. As temperaturas próximas a zero são raríssima. O mesmo não acontece em relação ao granizo e a geada, que tem prejudicado a agrucultura e pastagens.

Read more: http://www.ferias.tur.br/informacoes/9257/itirapua-sp.html#ixzz2fClMgpl9 Cfa

Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,76 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 62 104,400 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 594,40 IBGE/2008[5]
Página oficial

Itirapuã é um município brasileiro do estado de São Paulo.

Os primeiros habitantes de Itirapuã eram, em sua maioria, de procedência Mineira que vieram atrás da primeira atividade econômica praticada na região: O garimpo de diamantes. Mas foi somente depois da abolição da escravatura que se intensificou a entrada de imigrantes na região.Nossa tradição oral cita, entre poucos, um tal Capitão Capanema, que teria sido o proprietário de uma fazenda as margens do córrego que hoje leva seu nome; A velha serra; o capitão João Garcia Lopes da Silva; o Sargento Mor Veríssimo Plácido de Arantes; José Justino Faleiros, que teve ter sido o primeiro colonizador da família Faleiros e Antônio Joaquim da Silva, cujos dependentes continuam com o mesmo sobrenome ou ligados a família Alves. Sabe-se que esses primeiros colonizadores lutaram e expulsaram os caiapós. Itirapuã surgiu por volta de 1890, em função da garimpagem praticada em Patrocínio do Sapucaí (atual Município Paulista), quando Antônio Joaquim do Carmo, conhecido por " Antônio Beltrudes", por interesses comerciais, retirou-se seis quilômetros à leste daquela cidade, construindo no local, algumas moradias. As terras para formação do patrimônio foram doadas à Nossa Senhora Aparecida, em 1892, pelo Coronel Cândido do Couto Rosa, seguido de Missael Franco da Rocha e Horácio Alves da Silva. Segundo Theodoro Sampaio, o topônimo adotado, de origem indígena - " ityra-puã", significa morro em forma de dedo, com alusão às escarpas da Serra de Franca, ramificação da Mantiqueira, no limite leste de seu território.

O aparecimento de fazendas de café constituiu nova atração aos imigrantes estrangeiros, principalmente Portugueses e Espanhóis que se integraram na sociedade, quase toda formada de mineiros. O Distrito de Paz, criado em 1900, somente foi elevado à categoria de Município em 1948, porque as sucessivas crises do café provocaram uma retração no desenvolvimento local. GENTÍLICO: ITIRAPUÃNENSE FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA Distrito criado com a denominação de Itirapuã, por Lei Estadual no 751, de 14 de novembro de 1900, no Município de Patrocínio do Sapucaí. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, figura no Município de Patrocínio do Sapucaí o Distrito de Itirapuã (Ityrapuan). Assim permanecendo em divisão administrativa referente ao ano de 1933. Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, figura o distrito judiciário de "Itirapuã" no Município de Patrocínio do Sapucaí. No quadro anexo ao Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Distrito de Itirapuã permanece no Município de Patrocínio do Sapucaí. Elevado à categoria de município com a denominação de Itirapuã, por Lei Estadual nº 233, de 24 de dezembro de 1948, desmembrado de Patrocínio do Sapucaí. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 4 de abril de 1949. Em divisão territorial datada de 01-VII-1960, o município é constituído do Distrito Sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

Read more: http://www.ferias.tur.br/informacoes/9257/itirapua-sp.html#ixzz2fClD2hNI

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 20º38'27" sul e a uma longitude 47º13'09" oeste, estando a uma altitude de 865 metros. Sua população estimada em 2004 era de 5.601 habitantes.

Possui uma área de 161,49 km².

Filhos Ilustres[editar | editar código-fonte]

Sidnei Franco da Rocha, nascido em Itirapuã, prefeito de Franca por duas vezes, sendo que da primeira, abandonou Franca para assumir a presidência da Vasp.

Também é radialista e proprietário das rádios Hertz AM e FM, e da rádio Sudio1 FM.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 5.412

  • Urbana: 4.312
  • Rural: 1.100
  • Homens: 2.821
  • Mulheres: 2.591

Densidade demográfica (hab./km²): 33,53

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 17,51

Expectativa de vida (anos): 70,36

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,98

Taxa de alfabetização: 87,89%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,760

  • IDH-M Renda: 0,673
  • IDH-M Longevidade: 0,756
  • IDH-M Educação: 0,852

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Rio Sapucaizinho

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]