Robert Huth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Robert Huth
Robert Huth
Informações pessoais
Nome completo Robert Huth
Data de nasc. 17 de agosto de 1984 (32 anos)
Local de nasc. Berlim Oriental,  Alemanha Oriental
Altura 1,91 m
Informações profissionais
Clube atual Inglaterra Leicester City
Número 6
Posição zagueiro
Clubes de juventude
1999–2000
2000–2001
2001–2002
Alemanha VfB Fortuna Biesdorf
Alemanha Union Berlin
Inglaterra Chelsea
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2002–2006
2006–2009
2009–2015
2015
2015–
Inglaterra Chelsea
Inglaterra Middlesbrough
Inglaterra Stoke City
Inglaterra Leicester City (emp.)
Inglaterra Leicester City
0062 000(2)
0063 000(2)
0188 000(18)
0014 000(1)
0043 000(3)
Seleção nacional3
2004–2005
2004–2009
Bandeira da Alemanha Alemanha Sub-21
Bandeira da Alemanha Alemanha
0004 000(0)
0019 000(2)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 27 de setembro de 2016.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 18 de janeiro de 2010.

Robert Huth (Berlim, 17 de agosto de 1984) é um futebolista alemão. Atualmente joga pelo Leicester City e esteve no elenco da seleção alemã na Copa do Mundo de 2006.

  • Ajudou na conquista do título inglês inédito e épico pelo Leicester, ao marcar 2 gols na vitória contra o Manchester City no Etihad Stadium[1] e o gol da vitória no confronto direto com o Tottenham[2] em White Hart Line.

É o jogador alemão que mais jogou a Premier League até 15 de Maio de 2016 (269 vezes)[3]

Carreira em clubes[editar | editar código-fonte]

Chelsea[editar | editar código-fonte]

Juntou-se ao Chelsea em 2001 após ter sido jogador do Union Berlin e antes disso, pelo time local de sua cidade, o VfB Fortuna Biesdorf. Estreou pelo time inglês com 17 anos no último jogo da temporada 2001/02, substituindo  Jesper Grønkjær na derrota em casa por 3-1 contra o Aston Villa[4]. Em agosto de 2003, o Reading tentou contratá-lo por empréstimo, só que sua proposta foi recusada.[5] Jogou 20 vezes na temporada e afirmou estar feliz no Chelsea[6]. Na temporada 2004/05, lesões o restringiram a apenas 15 participações.[7]

Quando a temporada 2005/06 começou, teve sua titularidade disputada por John TerryWilliam Gallas e Ricardo Carvalho. Eles eram os preferidos de José Mourinho que sucedeu Ranieri no verão de 2004. O português inclusive recusou uma oferta do Bayern de Munique[8] no verão de 2005.

Marcou 2 gols: um contra o MŠK Žilina na pré-fase de grupos da Champions League e também contra o Birmingham City na FA Cup[9]. No fim da temporada afirmou estar insatisfeito no clube pela falta de chances e recebeu propostas do Middlesbrough, Everton e Wigan.[10][11][12]

Após a Copa do Mundo de 2006, assinou um contrato de 5 anos com o Boro.[13]

Middlesbrough[editar | editar código-fonte]

Em 13 de Julho de 2006, ao ser transferido para o Boro, Huth falhou nos exames médicos [14] mas continuou a ser monitorado pelo clube até que em 31 de Agosto conseguiu enfim concretizar a sua chegada ao clube.[15] Seu começo foi difícil, logo de cara perderam a partida na Copa da Liga por 1-0 para o Notts County[16]. O treinador Gareth Southgate alegou que o alemão estava com problemas físicos e decidiu colocá-lo para jogar com os reservas [17]. Em meados de Outubro recuperou a forma e jogou na vitória por 2-1 contra o Everton[18]. Marcou seu 1º gol pelos Boro na derrota por 2-1 para o Tottenham em 5 de Dezembro de 2006[19]. Dali pra frente foi acometido por lesões[20], até voltou contra o Aston Villa (derrota por 3-1), porém se lesionou novamente.[21]

Passou por cirurgia para resolver seu problema no tornozelo[22] e retornou a treinar em Novembro de 2007, jogando contra o Reading em 1º de Dezembro[23]. Chegou a formar a dupla de zaga com David Wheater e em 3 de Fevereiro marcou o gol de empate contra o Newcastle[24]. Todavia voltou a sofrer com lesões.

Chegou a se recuperar e a jogar bem no início da temporada 2008/09, só que de novo lesionou seu tornozelo. Chegou a se recuperar em Dezembro e em Fevereiro o time batalhava pra escapar do rebaixamento[25]. Apesar dos esforços, acabou rebaixado com a derrota por 2-1 ao West Ham.[26]

Jogou por 5 partidas no início da temporada 2009/10 e retornou à Premier League com o Stoke City [27]

Stoke City[editar | editar código-fonte]

Assinou um contrato de 5 anos com time por 5 milhões de libras, estreando na vitória por 1-0 contra Sunderland em 29 de agosto de 2009, substituindo aquele que marcou o gol, Dave Kitson[28]. Marcou seu 1º gol no Stoke, contra o Everton em 4 de Outubro[29]. No dia 17 de outubro soqueou Matthew Upson na partida contra os Hammers, sem receber cartão vermelho pela agressão. Foi julgado pela FA após o incidente e foi suspenso por 3 jogos assim que assumira sua culpa.[30] Marcou o gol de empate contra o Liverpool em 16 de Janeiro de 2010[31] e também o terceiro gol na vitória por 2-1 contra o Portsmouth. Ganhou a braçadeira de capitão ao jogar nas quartas-de-final da FA Cup contra o Chelsea, o que para ele foi um motivo de orgulho.[32]

Na temporada 2010/11, Huth marcou o gol da vitória contra os Villains no 93º minuto[33]. Depois, contra o Birmingham City[34], Wigan[35], Blackburn Rovers[36], Wolverhampton Wanderers[37] e duas vezes contra o Sunderland[38]. Ajudou o time a chegar às semifinais da FA Cup ao marcar contra o West Ham[39]. Marcou na vitória contra o Bolton por 5-0 nas semifinais da FA Cup e se tornou o primeiro zagueiro do Stoke a marcar 9 gols em uma temporada. Jogou na final em que perderam por 1-0 para o Manchester City. Foi escolhido o jogador da temporada pelo Stoke City.[40]

No verão de 2011, o treinador Tony_Pulis assinou com os zagueiros Jonathan Woodgate e Matthew Upson, forçando o alemão a jogar na lateral-direita. Depois das performances ruins do time, ele voltou à sua posição de origem, fazendo par de zaga com Ryan Shawcross e marcou seu 1º gol na temporada contra o Everton[41]. Huth foi expulso por derrubar David Meyler e o Sunderland aproveitou a vantagem numérica para marcar o gol da vitória com James McClean. O alemão marcou ainda mais duas vezes: contra os Wolves e o Aston Villa. Seu desempenho agradou e foi feito um novo contrato de 3 anos em junho de 2012.[42]

Se sentiu mal no início da temporada 2012/13 pois houvera contraído meningite (fato devido à pré-temporada feita nos Estados Unidos), se recuperou para o jogo de estreia contra o Reading. Marcou o gol da vitória contra o Reading em 9 de Fevereiro de 2013. Foi suspenso por 3 jogos por atingir Philippe_Senderos numa disputa pela bola em 23 de fevereiro de 2013[43]. Jogou 39 vezes pelo time na temporada e o Stoke terminou em 13º no campeonato. Tony Pulis foi substituído por Mark Hughes. Jogou regularmente na próxima temporada, só que sofreu duas cirurgias nos joelhos e perdeu o resto da temporada.

Retornou na temporada 2014/15 nas partidas da Copa da Liga contra Portsmouth e Sunderland, entretanto, se lesionou nos treinamentos. Deixou o time em junho de 2015 após 188 partidas e 18 gols feitos.

Leicester City[editar | editar código-fonte]

Em 2 de Fevereiro de 2015, Huth juntou-se aos Foxes na forma de empréstimo até o fim da temporada[44]. Estreou 8 dias depois, jogando os 90 minutos na derrota fora de casa para o Arsenal por 2-1[45]. Seu primeiro gol no clube aconteceu em 11 de Abril de 2015 com um gol de cabeça contra o West Bromwich Albions[46] (seu gol permitiu a reação que levou o time a virar o placar para 3-2 fora de casa). A chegada de Huth foi importante na sequência de 7 vitórias nos últimos 9 jogos da temporada, salvando-se do rebaixamento[47]. O técnico da época, Nigel_Pearson, admitiu que gostaria de confiar no alemão para a próxima temporada.[48]

Sua transferência foi concretizada em 24 de Junho de 2015, assinando um contrato de 3 anos[49] por 3 milhões de libras pagas ao Stoke City.[50]

Contrariando as casas de apostas que punham o Leicester conquistando o título numa improbabilidade de 5000/1, o alemão Huth tornou-se o sétimo jogador a ser campeão da Premier League por 2 times diferentes.[51]

O Leicester, se sagrou campeão inglês mesmo sem entrar em campo. No dia 2 de Maio de 2016 em jogo válido pela rodada 36 entre Chelsea 2 x 2 Tottenham, o Leicester torcia por um empate ou derrota dos visitantes. O Tottenham abriu o placar com Harry_Kane, e depois aumentando o placar com sul coreano Son, resultado que adiaria a festa dos Foxes. No segundo tempo com a entrada de Hazard no lugar de Pedro, o Chelsea melhorou em campo e fez o primeiro gol com Gary Cahill e empatando com um golaço do próprio Hazard, resultado que deu o título inédito ao time do Leicester. Huth ganha sua então a 3ª Premier League. Comemorou a façanha com seus companheiros de clube na casa de Jamie Vardy.

Carreira pela seleção alemã[editar | editar código-fonte]

Desde jovem, já era convocado a jogar pela Nationalelf, na Copa_do_Mundo_FIFA_Sub-20_de_2003 e depois convidado à seleção principal em 16 de Agosto de 2004, quando jogou no amistoso contra a Austria em Viena, no Ernst-Happel-Stadion.[52] Dois dias após, substituiu Andreas Hinkel em um amistoso no 86º minuto da partida.

Com Per Mertesacker, foi a escolha como zagueiro titular na Copa dos Confederações de 2005. Em 29 de Junho, marcou seu 1º gol contra o México na prorrogação, ganhando então a disputa pelo 3º lugar pelo placar de 4-3.

Seu 2º gol pela Alemanha foi na derrota em um amistoso por 4-1 para a Itália, cujo jogou ocorreu em Florença em Março de 2006.[53] Durante a Copa do Mundo em casa, Huth perdeu lugar para Christoph Metzelder que foi escolhido para ser o parceiro de Mertesacker na zaga (muito em conta dos erros defensivos em amistosos e jogos preparatórios), jogou como titular apenas contra o Equador.

Jogou novamente pela Nationalelf em um amistoso contra a Suiça em 20 de Março de 2008, findando sua participação por ela com 19 jogos e 2 gols.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Chelsea[editar | editar código-fonte]

  • Premier League : 2004–05, 2005–06
  • Premier League vice: 2003–04
  • Clibs World Cup: 2012

Stoke City[editar | editar código-fonte]

  • FA Cup vice: 2010–11

Leicester[editar | editar código-fonte]

  • Premier League : 2015–16

Alemanha[editar | editar código-fonte]

  • Copa das Confederações 3° Lugar: 2005
  • Copa do Mundo 3° Lugar: 2006

Individual[editar | editar código-fonte]

  • Stoke City Staff técnico jogador do ano: 2010
  • Sir Stanley Matthews Potteries Futebolista do Ano: 2011
  • Stoke City Futebolista do Ano: 2011
  • Stoke City Futebolista do Ano para os jogadores: 2011

Referências

  1. «Manchester City 1-3 Leicester City: Robert Huth double stuns Manuel Pellegrini». 2016-02-06. Consultado em 2016-07-09. 
  2. «Tottenham Hotspur 0-1 Leicester City». BBC Sport. Consultado em 2016-07-09. 
  3. «Huth breaks Premier League record with 269 games». Consultado em 2016-07-09. 
  4. (2002-05-11) "Villa treble downs Blues". BBC.
  5. (2003-08-19) "Chelsea reject Royals bid". BBC.
  6. (2004-10-14) "Huth is happy to stay at Chelsea". BBC.
  7. (2005-02-02) "Chelsea rocked by Huth lay-off". BBC.
  8. «Huth: I'm not going to Bayern». Consultado em 2016-07-09. 
  9. (2005-01-30) "Chelsea 2-0 Birmingham". BBC.
  10. (2006-05-26) "Latics' £5.5m Huth offer accepted". BBC.
  11. (2006-05-29) "Everton to hijack Wigan Huth move". BBC.
  12. (2006-06-07) "Middlesbrough agree fee for Huth". BBC.
  13. (2006-06-11) "Huth says Boro contract is agreed". BBC.
  14. «Huth fails his medical at Middlesbrough». the Guardian. 2006-07-12. Consultado em 2016-07-09. 
  15. (2006-08-30) "Woodgate & £6m Huth sign for Boro". BBC.
  16. (2006-09-20) "Middlesbrough 0-1 Notts County". BBC.
  17. (2006-09-26) "Huth short on fitness - Southgate". BBC.
  18. (2006-10-14) "Middlesbrough 2-1 Everton". BBC.
  19. (2006-12-05) "Tottenham 2-1 Middlesbrough". BBC.
  20. (2006-12-08) "Boro's Huth to undergo foot scan". BBC.
  21. (2007-04-14) "Middlesbrough 1-3 Aston Villa". BBC.
  22. (2007-08-16) "Huth to see specialist over ankle". BBC.
  23. (2007-12-01) "Reading 1-1 Middlesbrough". BBC.
  24. (2016-07-06) "Robert Huth" (em en). Wikipedia, the free encyclopedia.
  25. (2009-02-10) "Boro players feel pressure - Huth". BBC.
  26. (2009-05-24) "West Ham 2-1 Middlesbrough". BBC.
  27. (2009-08-27) "Huth completes £5m Stoke switch". BBC.
  28. «Premier League: Stoke City 1-0 Sunderland». the Guardian. 2009-08-30. Consultado em 2016-07-09. 
  29. (2009-10-04) "Everton 1-1 Stoke". BBC.
  30. (2009-10-20) "Huth pleads guilty to FA charge". BBC.
  31. (2016-07-06) "Robert Huth" (em en). Wikipedia, the free encyclopedia.
  32. (2010-03-08) "Huth proud after captaincy honour". BBC.
  33. (2010-09-13) "Stoke City 2-1 Aston Villa". BBC.
  34. (2016-07-06) "Robert Huth" (em en). Wikipedia, the free encyclopedia.
  35. (2010-12-04) "Wigan 2-2 Stoke". BBC.
  36. (2010-12-26) "Blackburn 0-2 Stoke". BBC.
  37. (2011-01-30) "Wolves 0-1 Stoke". BBC.
  38. (2011-02-05) "Stoke 3-2 Sunderland". BBC.
  39. (2011-03-13) "Stoke City 2-1 West Ham United". BBC.
  40. (2011-05-24) "Huth named Stoke's player of year". BBC.
  41. (2011-12-04) "Everton 0-1 Stoke". BBC.
  42. «Stoke City keen to renew Robert Huth contract». BBC Sport. Consultado em 2016-07-09. 
  43. «Stoke City: Tony Pulis slams Robert Huth for violent conduct at Fulham». 2013-02-28. Consultado em 2016-07-09. 
  44. «Huth Leaves For Leicester». www.stokecityfc.com. Consultado em 2016-07-09. 
  45. «Arsenal 2-1 Leicester City». BBC Sport. Consultado em 2016-07-09. 
  46. «West Bromwich Albion 2-3 Leicester City». BBC Sport. Consultado em 2016-07-09. 
  47. «Sunderland 0-0 Leicester City». BBC Sport. Consultado em 2016-07-09. 
  48. «Leicester City boss Nigel Pearson hopes to permanetly sign defender Robert Huth». 2015-05-14. Consultado em 2016-07-09. 
  49. «Robert Huth Completes Leicester City Switch». www.stokecityfc.com. Consultado em 2016-07-09. 
  50. «Robert Huth: Leicester sign ex-Germany defender from Stoke». BBC Sport. Consultado em 2016-07-09. 
  51. «Leicester City: The ridiculous statistics - Football365» (em inglês). 2016-05-03. Consultado em 2016-07-09. 
  52. «Huth zweiter Neuling im DFB-Kader». Consultado em 2016-07-09. 
  53. «Italy vs. Germany - Football Match Summary - March 1, 2006 - ESPN». ESPNFC.com. Consultado em 2016-07-09. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de AlemanhaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas alemães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.