Rorainópolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Rorainópolis
"El dorado"
Avenida Ayrton Senna

Avenida Ayrton Senna
Bandeira de Rorainópolis
Brasão de Rorainópolis
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 17 de Outubro
Fundação 1995
Gentílico rorainopoliense
Lema Em rumo ao desenvolvimento
Prefeito(a) Adilson do Asa (PP)
Localização
Localização de Rorainópolis
Localização de Rorainópolis em Roraima
Rorainópolis está localizado em: Brasil
Rorainópolis
Localização de Rorainópolis no Brasil
00° 56' 45" N 60° 25' 04" O00° 56' 45" N 60° 25' 04" O
Unidade federativa  Roraima
Mesorregião Sul de Roraima IBGE/2008[1]
Microrregião Sudeste de Roraima IBGE/2008[1]
Região metropolitana Sul de Roraima
Municípios limítrofes Norte: Caracaraí;
Sul: São Sebastião do Uatumã, Presidente Figueiredo e Novo Airão (AM);
Leste: São Luís e São João da Baliza;
Oeste: Caracaraí.
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 33 593,892 km² [2]
População 39 288 hab. (RR: 2º) –  IBGE/2015[3]
Densidade 1,17 hab./km²
Altitude 98 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−4
Indicadores
IDH-M 0,619 (RR: 9º) – médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 212 650,375 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 8 455,40 IBGE/2008[5]
Página oficial

Rorainópolis é um município brasileiro do estado de Roraima.

História[editar | editar código-fonte]

A cidade foi criada com a instalação de uma sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), às margens da BR-174, a mais importante do Estado, isso na década de 1970. O INCRA implantou um programa para distribuir terras, isso atraiu pessoas de todo o Brasil.

Anos depois em 1995 o município foi criado com terras desmembradas dos municípios de São Luiz, onde se localiza a sede municipal, e São João da Baliza. Possui a segunda maior população do estado.

Outros[editar | editar código-fonte]

Rorainópolis apareceu em uma reportagem da revista Veja (4 de agosto de 1999), como o "El Dorado Brasileiro", devido ao estupendo crescimento. Tratava-se de uma pequena vila, que em poucos anos tornou-se uma cidade de cerca de 30 mil habitantes.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município pertence a Mesorregião do Sul de Roraima e Microrregião do Sudeste de Roraima. Seus limites são Caracaraí a oeste e norte, São Luís e São João da Baliza a nordeste e os municípios amazonenses de Urucará, Presidente Figueiredo, Novo Airão e Barcelos a sudeste.

As distâncias rodoviárias de Rorainópolis são Caracaraí (143 km), São Luiz do Anauá (88 km), São João da Baliza (104 km), Caroebe (130 km) e Boa Vista 290,4 km.

Clima[editar | editar código-fonte]

No município de Rorainópolis predomina o clima quente, com chuvas de verão e outono (AW’I). Na região Nordeste é equatorial, com estação seca (primavera) AMW. Com temperatura média anual é de 26ºC e a precipitação pluviométrica é de 1.750 mm.

Área[editar | editar código-fonte]

Sua área territorial é de 33.593,892 km².[2]

Localidades principais[editar | editar código-fonte]

Segue uma relação de das principais localidades não-índigenas do município e suas respectivas populações segundo o Censo de 2010.[6]

  • 10.673 habitantes - Rorainópolis (sede)
  • 749 habitantes - Vila Martins Pereira
  • 1510 habitantes - Vila Nova Colina
  • 721 habitantes - Vila do Equador
  • 527 habitantes - Vila do Jundiá
  • 224 habitantes - Vila Santa Maria do Boiaçu

População[editar | editar código-fonte]

Rorainópolis, assim como todo o estado de Roraima, é formado por pessoas de diversas partes do país, principalmente maranhenses.

A população estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2015 era de 27 288 habitantes[3] e a densidade demográfica de 0,72 km² para cada habitante.

Economia[editar | editar código-fonte]

O setor agropecuário do município de Rorainópolis apresenta um importante componente da economia local (mandioca, banana, milho e arroz). Na pecuária o destaque fica na produção de bovinos, aves e suínos. Para os produtos de origem animal apoia-se na produção de mel, ovos e leite. Também possui relevância produto do extrativismo vegetal (lenha, castanha-do-pará e madeira em tora).

Turismo[editar | editar código-fonte]

Datas festivas e históricas
  • Festival de verão – 01 e 02 de janeiro
  • Dia da Padroeira Nossa Senhora da Assunção - 05 de agosto
  • Aniversário do Município – 17 de outubro

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

A cidade possui um campus da Universidade Estadual de Roraima (UERR) e um Centro Multimídias da Universidade Virtual de Roraima (UNIVIRR), cujas sedes encontram-se em Boa Vista.

O município dispõe de agência de bancos, dos Correios, rede telefônica e estação de rádio-difusão. Rorainópolis é uma comarca da Justiça Estadual e conta com um Fórum.

Conta com um sistema de 36 km de rede de distribuição de água. A energia elétrica é distribuída pela Companhia de Eletricidade de Roraima.


Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. a b IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. a b «Estimativas da população residente no Brasil e Unidades da Federação com data de referência em 1º de julho de 2015» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 28 de agosto de 2015. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 08 de agosto de 2013. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
  6. bestatistica/populacao/censo2010/default.shtm Dados com base em levantamentos utilizando os resultados do Censo 2010 do IBGE. Acesso em 7 fev 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]