St. Anger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
St. Anger
Álbum de estúdio de Metallica
Lançamento 05 de junho de 2003
Gravação De maio de 2002 a abril de 2003
Gênero(s) Nu metal,[1] metal alternativo, heavy metal, thrash metal
Duração 75:08
Gravadora(s) Elektra Records, Vertigo Records
Produção Bob Rock, Metallica
Cronologia de Metallica
Garage Inc.
(1998)
Death Magnetic
(2008)
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3 de 5 estrelas.[2]
Spin 8 de 10 estrelas.[3]
Uncut 4 de 5 estrelas.[4]
Blender 3 de 5 estrelas.[5]
Entertainment Weekly B+ [6]
Encyclopedia of Popular Music 2 de 5 estrelas.[7]
NME 9 de 10 estrelas.[8]
Pitchfork Media 0.8/10 [9]
The Rolling Stone Album Guide 2.5 de 5 estrelas.[10]

St. Anger é o oitavo álbum de estúdio da banda estadunidense Metallica, lançado em 5 de junho de 2003 pela Elektra Records, e considerado o mais "controverso" de toda a carreira da banda. Foi, também, o último disco sob contrato com a gravadora Elektra, e marcou o segundo maior período de tempo entre os álbuns de estúdio da banda, com quase seis anos desde o lançamento de Reload (1997). St. Anger foi originalmente planejado para ter o seu lançamento em 10 de junho de 2003, mas foi liberado cinco dias antes devido a preocupações sobre a distribuição ilegal através do compartilhamento de arquivos peer-to-peer.[11]

O álbum marca a colaboração final entre Metallica e o produtor Bob Rock, cujo relacionamento começou com o álbum homônimo de 1991. St. Anger é também o primeiro álbum após a saída do baixista de longa data Jason Newsted, que deixou o grupo pouco antes da primeira sessão de gravação, restando ao então produtor Bob Rock o cargo temporário de baixista do Metallica, até que a banda encontrasse um substituto permanente.[12] A gravação do álbum começaria em 24 de abril de 2001, porém foi adiada indefinidamente quando o vocalista e guitarrista James Hetfield entrou em uma clinica de reabilitação para tratamento do alcoolismo e "outros vícios".[13]

O álbum marca uma mudança sonora radical em relação dos trabalhos anteriores do Metallica, que haviam abordado um rock mais leve; este apresenta uma forma mais "moderna" de metal, com guitarras majoritariamente afinadas em Drop C e emulando elementos vindos do metal alternativo, do nu metal e do metalcore, similar ao que bandas como Slipknot faziam.[14] Os bastidores da gravação podem ser vistos no documentário Some Kind of Monster.[15]

St. Anger obteve uma recepção mista pela crítica especializada, e os fãs mais antigos apontaram o álbum como o "fundo do poço da carreira da banda", por causa da sua produção propositadamente crua, da falta de solos de guitarra, e pelo som metalizado e estridente da bateria.[16] Apesar de tudo, St. Anger estreou na primeira posição das paradas de vendas em 14 países, incluindo a Billboard 200 dos Estados Unidos. Em 2004, a canção "St. Anger" venceu o Grammy Award na categoria Melhor Performance de Metal.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções foram creditadas a Metallica e Bob Rock.

N.º Título Duração
1. "Frantic"   5:51
2. "St. Anger"   7:21
3. "Some Kind of Monster"   8:26
4. "Dirty Window"   5:24
5. "Invisible Kid"   8:31
6. "My World"   5:45
7. "Shoot me Again"   7:10
8. "Sweet Amber"   5:27
9. "The Unnamed Feeling"   7:10
10. "Purify"   5:14
11. "All Within my Hands"   8:49

St. Anger Rehearsals DVD[editar | editar código-fonte]

O álbum acompanha um DVD, mostrando a performance da banda em estúdio, tocando todas as faixas do CD.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Metallica[editar | editar código-fonte]

Créditos adicionais[editar | editar código-fonte]

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Certificações[editar | editar código-fonte]

País Certificação Vendas
 Alemanha 3× Platina - BVMI [29] 600.000+
 Canadá 2× Platina - Music Canada[30] 200.000+
 Estados Unidos 2× Platina - RIAA[31] 2.000.000+
 Finlândia 2× Platina - IFPI Finlândia[32] 40.000+
 Grécia Platina - IFPI Grécia[33] 20.000+
 Japão Platina - RIAJ[34] 200.000+

Referências

  1. «The anatomy of a scene: Charting the rise, dominance and fall of nü metal». Firstpost 
  2. Loftus, Johnny. «Metallica: St. Anger». AllMusic. Consultado em 18 de janeiro de 2009 
  3. Richardson, Sean (19 de junho de 2003). «Metallica, 'St. Anger' (Elektra)». Spin. Consultado em 13 de agosto de 2008 
  4. «Metallica — St. Anger — Review». Uncut. Consultado em 13 de agosto de 2011. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2005 
  5. Kot, Greg (5 de junho de 2003). «Metallica: St. Anger». Blender. Consultado em 24 de janeiro de 2009. Arquivado do original em 28 de dezembro de 2008 
  6. Sinclair, Tom (13 de junho de 2003). «Metallica: St. Anger». Entertainment Weekly. Consultado em 13 de agosto de 2011. Cópia arquivada em 30 de abril de 2012 
  7. Larkin, Colin (2006). Encyclopedia of Popular Music. 5 4th ed. [S.l.]: Oxford University Press. p. 725. ISBN 0-19-531373-9 
  8. Watson, Ian (13 de junho de 2003). «Metallica: St. Anger». NME. Consultado em 24 de janeiro de 2009 
  9. DiCrescenzo, Brian (16 de junho de 2003). «Metallica – St. Anger». Pitchfork Media. Consultado em 16 de abril de 2007 
  10. «Metallica: Album Guide». Rolling Stone. Consultado em 17 de abril de 2011 
  11. «Pirataria faz Metallica antecipar lançamento de disco» (em inglês). MTV Brasil. Consultado em 23 de abril de 2013 
  12. «Metallica Signs Up Bassist Rob Trujillo» (em inglês). Billboard. Consultado em 23 de abril de 2013 
  13. «Metallica Frontman James Hetfield Enters Rehab» (em inglês). MTV. Consultado em 23 de abril de 2013 
  14. «Metallica's Hammett explains why there are no guitar solos on St. Anger». Blabbermouth.net. 9 de junho de 2003. Consultado em 22 de janeiro de 2009 
  15. «Metallica: Some Kind Of Monster (2004)» (em inglês). BBC. Consultado em 23 de abril de 2013 
  16. «Metallica's Ulrich: Drum Sound On' St. Anger' Sang Back To Me In A Beautiful Way». Blabbermouth.net. 1 de maio de 2004. Consultado em 23 de janeiro de 2009 
  17. «Australian charts portal». Australian charts. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  18. «Discography Metallica» (em German). Austrian charts. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  19. «RPM Search results - Metallica». Canadian charts. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  20. «Metallica – Artist chart history». Billboard charts. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  21. a b «Oricon Chart Database». Oricon. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  22. «Discography Metallica» (em Finnish). Finnish charts. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  23. «Chartverfolgung Metallica Longplay» (em German). Musicline. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  24. «Discography Metallica» (em Dutch). Dutch charts. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  25. «Discography Metallica» (em Norwegian). Norwegian charts. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  26. «Discography Metallica» (em Swedish). Swedish charts. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  27. «Discography Metallica» (em German). Hit parade. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  28. «UK Top 40 Hit Database». Every hit. Consultado em 20 de janeiro de 2009 
  29. http://www.musikindustrie.de/gold_platin_datenbank/?action=suche&strTitel=St.+Anger&strInterpret=&strTtArt=alle&strAwards=checked
  30. http://www.cria.ca/gold/0603_g.php
  31. http://riaa.com/goldandplatinumdata.php?content_selector=gold-platinum-searchable-database
  32. http://www.ifpi.fi/tilastot/artistit/metallica
  33. http://web.archive.org/web/20030806180948/http://www.ifpi.gr/chart04.htm
  34. http://www.riaj.or.jp/data/others/gold/200307.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum do Metallica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.