T14 tanque pesado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
T14
Assault-tank-T-14.jpg
Tipo Carro de combate pesado
Local de origem  Estados Unidos
História operacional
Em serviço Protótipo - não usado
Histórico de produção
Fabricante American Locomotive Company
Quantidade
produzida
2
Especificações
Peso 41 000 kg (90 400 lb)
Comprimento 6,19 m (20,3 ft)
Largura 3,17 m (10,4 ft)
Altura 2,99 m (9,81 ft)
Tripulação 5
Blindagem do veículo 133 mm (5,2 in)
Armamento
primário
M3 L/40 75 mm (3,0 in)
Armamento
secundário
1x .50 M2 Browning 12,7 mm (0,50 in)
2x .30 Browning M1919 30 mm (1,2 in)
Motor Ford GAZ V8
520 hp (388 kW)
Suspensão HVSS
Passagem de
vau
0,90 m (2,95 ft)[nota 1]
Obstáculo vertical 0,64 m (2,10 ft)[nota 1]
Fosso 2,74 m (8,99 ft)[nota 1]
Alcance
Operacional
161 km (100 mi)
Velocidade 28 km/h (17,4 mph)

O tanque de assalto T14 foi um projeto conjunto entre os Estados Unidos e Reino Unido. O tanque T14 era para ser um projeto a ser compartilhado por ambos os países como um tanque de infantaria pesado.

O modelo piloto não foi produzido em 1944, altura em que o tanque britânico Churchill tinha estado em serviço por dois anos e melhorou muito ao longo do seu modelo inicial. O projeto T14 nunca chegou a ser concretizado. Esforços dos Estados Unidos trabalham em um tanque blindado igualmente bem, mas com uma velocidade mais alta para uso que não fosse para apoiar a infantaria condizida pelo Tanque Médio T20.

Concepção e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em 1941, o chefe do Departamento de Material Bélico dos Estados Unidos viajou para a Inglaterra para aprender com sua experiência, ideias e exigências para o futuro. Entre a discussão estava a possibilidade de criação de um veículo de combate bem armado e blindado, que era mais forte do que o tanque de infantaria britânico (A22), em seguida, em produção.

O projeto do tanque teria uma arma britânica QF 6-libras (57 mm) ou uma US 75 mm e compartilharia muitas partes com o M4 Sherman, mas com blindagem (aos 101 mm de espessura), duas vezes o da M4.[1]

Os britânicos inicialmente ordenaram 8.500 modelos em 1942 que detalham o trabalho inicial do projeto. O teste do modelo piloto, que foi concluído em 1944, mostrou que o veículo era muito pesado para o uso prático. Por esta altura, o Exército Britânico estava satisfeito com o Churchill e seus projetos de tanques cruzadores e a produção do T14 foi interrompida. Apenas dois foram construídos; uma testada nos Estados Unidos e o outro enviado à Grã-Bretanha.[2] O exemplar enviado para a Grã-Bretanha sobrevive no Museu do Tanque em Bovington.[2] Os britânicos tinham desenvolvido o projeto do Tanque Pesado de Assalto A33 "Excelsior" com a mesma especificação que o T14, mas este também não entrou em serviço.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. a b c Especificações do T14 (em inglês) wwiivehicles.com. Página visitada em 30 de junho de 2014.

Referências

  1. Steven J. Zaloga, Tony Bryan, Jim Laurier M26/M46 Pershing Tank 1943-53 p6
  2. a b Forty, George (1995). World War Two Tanks (em inglês). [S.l.]: Osprey. p. 133–139. ISBN 1-85532-532-2 
  3. White BT, British Tanks 1915-1945 Ian Allen p68-69
Bibliografia
  • David Fletcher The Universal Tank: British Armour in the Second World War

Ligações externas[editar | editar código-fonte]