Taciba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Taciba
  Município do Brasil  
Ig.Matriz de Taciba2.JPG
Símbolos
Bandeira de Taciba
Bandeira
Brasão de armas de Taciba
Brasão de armas
Hino
Gentílico tacibense
Localização
Localização de Taciba em São Paulo
Localização de Taciba em São Paulo
Mapa de Taciba
Coordenadas 22° 23' 24" S 51° 17' 06" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Alvorada do Sul, Porecatu, Regente Feijó, Narandiba, Anhumas, Nantes e Martinópolis
Distância até a capital 541 km
História
Fundação 12 de outubro de 1935 (84 anos)
Administração
Prefeito(a) Alair Antônio Batista (PV) (2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 608,310 km²
População total (Estimativa: IBGE/2016[2]) 6 152 hab.
Densidade 10,1 hab./km²
Clima Tropical de Altitude (Cwa)
Altitude 416 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 19590-000
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,768 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 217 737,873 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 38 626,55
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Imaculada Conceição
Website https://www.taciba.sp.gov.br/ (Prefeitura)
http://www.camarataciba.sp.gov.br/ (Câmara)

Taciba é um município brasileiro do estado de São Paulo.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 22º23'23" sul e a uma longitude 51º17'05" oeste, estando a uma altitude de 416 metros. Sua população estimada em 2016 era de 6.152 habitantes.

Possui uma área de 609,84 km².

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

No município está localizada a maior usina hidrelétrica do rio paranapanema com potência instalada de 627 MW. A represa de Capivara contém mais de 10,5 bilhões de m³, o que resulta no maior reservatório ao longo do rio com área superior a 609 km².[5]

A cidade foi fundada às margens do atual Córrego Formiga e conta ainda com o Ribeirão Laranja Doce, Ribeirão Anhumas, Córrego da Onça, Córrego Azul, Córrego das Perdizes.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia de Telecomunicações do Estado de São Paulo (COTESP) até 1973, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[6], que construiu em 1979 a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica, sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo para suas operações de telefonia fixa[7][8][9].

Governo[editar | editar código-fonte]

Cultura e Lazer[editar | editar código-fonte]

Entrada do Bosque Dona Lucinha.

A infraestrutura de cultura e lazer do município possui pontos como um anfiteatro municipal onde são realizadas apresentações e cursos de artes, além de encontros palestras e eventos.[10]

O balneário Municipal de Taciba contém um complexo de três piscinas disponibilizadas ao uso do público[11], além de uma represa com a pesca aberta ao público e onde é realizado Festival de Pesca Esportiva[12].

A cidade contém um estádio de futebol [13] onde são realizados alguns jogos do campeonato amador da região de Presidente Prudente e campeonatos municipais. Um campo de futebol de grama sintética e um ginásio municipal de esportes para uso público e de projetos esportivos [14] mantidos pela administração municipal e também para campeonatos de futsal e basquete[15][16].

A cidade conta ainda com um bosque, uma biblioteca e um Recino de Exposições.Além dos locais públicos, anualmente durante o feriado de Carnaval é realizado o TaciFolia [17].


Panorama central do Bosque Dona Lucinha 2019.

Religião[editar | editar código-fonte]

O catolicismo romano é a religião predominante no município tendo aproximadamente 77% de adeptos entre os cidadãos [18], seguido pelo protestantismo.

Catolicismo[editar | editar código-fonte]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Início da comunidade[editar | editar código-fonte]
Vista da primeira Capela construída em Taciba

No dia 06 de janeiro de 1922, Francisco Calixto ergue um cruzeiro em suas propriedades, onde futuramente, seria construída a Igreja Matriz da cidade. Aos poucos esse local tornou-se ponto de referência entre os moradores do povoado, atraindo comércios para os arredores do monumento.[19]

Em 25 de setembro de 1925 foi celebrada a primeira missa, em 1930 é construída a primeira capela em honra aos Santos Reis e São Sebastião.

Criação da Paróquia[editar | editar código-fonte]

Em 1957 é criada a Paróquia de Taciba, e em 1963 é inaugurada uma nova Igreja Matriz para substituir a capela que já havia sido aumentada em 1936.

A Paróquia havia sido inicialmente dedicada a São Miguel Arcanjo, mas por determinação de Dom José Gonçalves da Costa, segundo bispo da Diocese de Presidente Prudente, teve o nome do padroeiro alterado para Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

Dias Atuais[editar | editar código-fonte]

Em 1994 iniciou-se outra ampliação que perdura até os dias atuais. Além da igreja foi construída uma nova capela dedicada a Divina Misericórdia. [20]

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Energia Hidrelétrica – CTG». Consultado em 8 de julho de 2019 
  6. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  7. «Convênio de incorporação da COTESP pela TELESP em 25 de outubro de 1973». Portal da Câmara dos Deputados 
  8. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  9. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 
  10. «PREFEITURA MUNICIPAL DE TACIBA». www.taciba.sp.gov.br. Consultado em 9 de julho de 2019 
  11. «PREFEITURA MUNICIPAL DE TACIBA». www.taciba.sp.gov.br. Consultado em 9 de julho de 2019 
  12. «PREFEITURA MUNICIPAL DE TACIBA». www.taciba.sp.gov.br. Consultado em 9 de julho de 2019 
  13. «PREFEITURA MUNICIPAL DE TACIBA». www.taciba.sp.gov.br. Consultado em 9 de julho de 2019 
  14. «PREFEITURA MUNICIPAL DE TACIBA». www.taciba.sp.gov.br. Consultado em 9 de julho de 2019 
  15. «PREFEITURA MUNICIPAL DE TACIBA». www.taciba.sp.gov.br. Consultado em 9 de julho de 2019 
  16. «PREFEITURA MUNICIPAL DE TACIBA». www.taciba.sp.gov.br. Consultado em 9 de julho de 2019 
  17. «PREFEITURA MUNICIPAL DE TACIBA». www.taciba.sp.gov.br. Consultado em 9 de julho de 2019 
  18. «Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA». IBGE. 2010. Consultado em 3 de março de 2020 
  19. «História do Município de Taciba». www.taciba.sp.gov.br. Consultado em 3 de março de 2020 
  20. «Paróquia Imaculada Conceição - História». www.iparoquia.com. Consultado em 3 de março de 2020 


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikisource
A Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Hino de Taciba