Webmarketing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O web marketing é o nome dado ao conjunto de instrumentos e 'modus operandi' que realça a presença ou a existência de uma empresa, profissional, pessoa, ou mesmo uma ideia em uma área pré definida ou em toda a rede mundial de computadores interligados com a utilização da internet.

É fundamental a divulgação de sites nos mecanismos de busca, dado que somente cerca de 20% a 25% de tudo que existe na WEB é publicada em tais mecanismos, e estes são responsáveis pela maioria de acessos aos sites. Para isso, os profissionais da WEB cadastram seus sites em diversos tipos de Buscadores, entre elas, Site de Busca, Guia Local e Guia de Busca Local.

Os profissionais de web marketing fazem a tarefa de cadastrar os sites a deixar ao sistema automático dos buscadores (robots) para obterem resultados melhores devido à característica de cada tipo de buscador.

As ações de web marketing podem ser classificadas entre 'ativas' e 'receptivas', sendo que a primeira trata dos projetos e atividades feitas no sentido de despertar a atenção dos usuários (consumidores) para uma comunicação específica, enquanto que as receptivas tratam do ambiente digital para onde o usuário é direcionado.

O web marketing também pode ser chamado de marketing na web, marketing na internet, ou ainda, e-marketing.

Algumas ferramentas podem ser citadas:

Todas as ferramentas citadas acima são válidas também para o ambiente corporativo, destacando o uso bastante atual de blogs corporativos, onde as empresas buscam uma aproximação com seus clientes e/ou potenciais clientes. O webmarketing dentro do ambiente corporativo trata do conceito do marketing dentro da web, auxiliando as empresas a captarem leads (clientes potenciais) qualificados. Ou seja, pessoas que buscaram informações sobre seus produtos e ou serviços na web e se interessaram pelas suas soluções.

Hoje em dia qualquer pessoa pode criar um website, o que incentiva a partilha de conhecimentos, no entanto existem aspectos que não se devem ignorar.