Wilson Santiago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wilson Santiago
Senador pela  Paraíba
Período 1º de fevereiro de 2011
até 7 de novembro de 2011
Deputado federal pela  Paraíba
Período 1º de fevereiro de 2003
até 31 de janeiro de 2011
(2 mandatos consecutivos)
Deputado estadual da  Paraíba
Período 1995 a 2003
(2 mandatos consecutivos)
Dados pessoais
Nascimento 10 de junho de 1957 (61 anos)
Uiraúna, Paraíba
Partido PTB
Profissão Advogado e funcionário público

José Wilson Santiago (Uiraúna, 10 de junho de 1957) é um advogado, funcionário público e político brasileiro.

Foi líder da bancada do PMDB na Câmara dos Deputados, foi Senador pela Paraíba e atualmente está sem mandato político em face da decisão do STF. Em 19 de outubro de 2011 o Tribunal Superior Eleitoral comunicou à Justiça Eleitoral da Paraíba sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal, que determinou a posse imediata de Cássio Cunha Lima (PSDB) no mandato de senador da República, fazendo com que perdesse o cargo de senador que ocupava provisoriamente até uma decisão da justiça. Atualmente é filiado ao PTB, partido no qual é o presidente estadual na Paraíba.

Entre 1981 e 1986, estudou Direito no Centro Universitário de João Pessoa. Foi eleito duas vezes deputado estadual: o primeiro mandato (PDT) foi de 1995 a 1999[1] e o segundo (PSDB), de 1999 a 2003.[2]

Prosseguiu sua jornada política sendo eleito deputado federal, pelo PMDB, com mandato de 1º de fevereiro de 2003 a 31 de janeiro de 2007,[3] e reeleito em 2006, para ocupar a vaga de 1º de fevereiro de 2007 a 31 de janeiro de 2011, novamente pelo PMDB.[4] Em seu primeiro mandato como deputado federal foi eleito com 99.941 votos,[3] conquistando o posto de deputado mais votado entre os eleitos de seu estado e, em seu segundo mandato, foi eleito com 163.661 votos,[4] sendo o segundo mais votado. Em 2010, foi candidato a Senador, também pelo PMDB, e obteve 820.653 votos, ficando em terceiro lugar na disputa.[5] Contudo, acabou sendo diplomado senador devido ao fato de o primeiro colocado, o ex-governador da Paraíba Cássio Cunha Lima, que obteve mais de um milhão de votos, ter sido barrado pela Lei Ficha Limpa.[6]

Na eleição estadual de 2014, com o apoio do seu ex-rival Cássio Cunha Lima, que disputa o governo, é novamente candidato ao senado, dessa vez pelo PTB, mas é mais uma vez derrotado nas urnas, terminando a eleição apenas em 3º lugar com 506.093 votos (29,02% dos votos).

Referências

  1. «Tribunal Superior Eleitoral - Eleições 1994 - Apuração». Consultado em 22 de fevereiro de 2011. 
  2. «Tribunal Superior Eleitoral - Eleições 1998 - Apuração». Consultado em 22 de fevereiro de 2011. 
  3. a b «Tribunal Superior Eleitoral - Eleições 2002 - Apuração». Consultado em 22 de fevereiro de 2011. 
  4. a b «UOL - Eleições 2006 - Apuração - Paraíba». Consultado em 22 de fevereiro de 2011. 
  5. «UOL - Eleições 2010 - Apuração - Paraíba». Consultado em 22 de fevereiro de 2011. 
  6. «Wilson diz que adquiriu mais força para cuidar da PB». PolíticaPB. 2 de fevereiro de 2011. Consultado em 22 de fevereiro de 2011. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]